logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Curiosidades

Esse, essa, este e esta: como se escreve?

por Isabela Giordan em 30/04/19 1,3 mil visualizações

Não tem como fugir, quando realizados uma redação ou até mesmo escrevemos uma simples frase, eles estão sempre lá: os pronomes demonstrativos. Entretanto, mesmo com o uso recorrente, ainda é muito comum utiliza-los de forma incorreta. 

Encontre bolsas de estudo para graduação

Por exemplo, você sabe qual é a diferença entre "esse/essa" e "este/esta"?

Não tem problema, nós vamos te ajudar!

Leia mais:
+ Uso da crase: 6 dicas para não errar mais
+ Acento ou assento: como se escreve?

Esse/essa

Esse pronome é utilizado para retomar um termo ou algo que já foi citado anteriormente em um texto ou oração. 

Exemplo:  Vi que você comprou um celular novo, essa foi a melhor ideia que você teve nos últimos tempos.

Além disso, ele também é utilizado para indicar algo que está perto de quem está ouvindo a mensagem.

Exemplo: Esse livro que você está lendo é o favorito do meu irmão. 

Este/esta

Ao contrário dos termos citados acima, este/este é usado para falar de algo que não foi citado ainda no texto ou na oração. 

Exemplo: Este ano será um dos melhores da minha vida.

Assim como é uma forma de apontar algo que está perto de quem fala a mensagem.

Exemplo: Esta caneta é minha!

Até que não foi tão difícil, não é mesmo?


Além de este e esse, há também outros pronomes que são utilizados para demonstrar a posição de algo, são eles:

  • Aquele/aquela: utilizado para se referir a algo que aconteceu no passado ou que está longe da pessoa que fala e da pessoa a quem se fala.
  • Isso: é usado quando o que está sendo "apontado" está longe da pessoa que fala e perto de quem escuta, seja em localização de espaço ou de tempo. Além disso é utilizado para indicar o que já foi mencionado no texto.
  • Isto: é usado quando o que está sendo "apontado" está perto da pessoa que fala e longe de quem escuta, seja em localização de espaço ou de tempo. Além disso é utilizado para indicar o que será mencionado no texto.
  • Tal/tais: pode ser usado para falar de alguma situação.
  • Semelhante/semelhantes: é usado para substituir "aquele" ou "esse".
  • Próprio/própria: para indicar quem fez algo.
  • Mesmo/mesma: quando for "apontar" algo equivalente.

Veja também: 

"Senão" ou "se não";
"Réveillon", "reveillon" ou "reveion";
"Há" ou "a";
De repente ou derrepente;
"Sessão", "seção", "secção" ou "cessão";
"Mal" ou "mau"
"Faz" ou "fazem"
"Havia" ou "haviam"

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54