Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Vestibular e Enem

Homeschooling: argumentos prós e contras para citar na redação do Enem

por Giovana Murça em 19/05/21

O termo homeschooling tem ganhado destaque na mídia nos últimos meses. Isso porque está em discussão no Congresso federal um projeto de lei que visa regulamentar a prática do homeschooling no Brasil.

O homeschooling é a palavra inglesa para educação ou ensino domiciliar. Nesse modelo, ao invés de frequentarem a escola regular, as crianças e adolescentes são educados em casa pelos próprios pais ou por professores particulares.

homeschooling redação

Hoje, a educação domiciliar não é regulamentada nem reconhecida no Brasil. Na legislação atual, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e o Estatuto da Criança do Adolescente tornam obrigatória a matrícula de crianças a partir de quatro anos na escola regular.

Em 2018, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a prática foi considerada ilegal e, por isso, as famílias precisam de autorização da Justiça para poder educar seus filhos em casa.

De acordo com a Associação Nacional de Educação Domiciliar (Aned), o número de adeptos à educação domiciliar vem crescendo, principalmente após a pandemia. Em 2016, o órgão registrou cerca de 3 mil famílias praticando o homeschooling. Em 2020, a projeção da Aned é de que haja cerca de 11 mil famílias.

Apesar de ser uma das pautas prioritárias da atual gestão, o debate sobre educação domiciliar existe no Brasil há quase três décadas. Vários projetos de leis já propuseram a regulamentação do homeschooling no país.

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
homeschooling redação
Debate sobre a educação domiciliar na Câmara dos Deputados Federais, em abril de 2021

O tema é polêmico e divide opiniões. Enquanto uns defendem a regulamentação para que os pais tenham o direito de escolher como educar os filhos, outros acreditam que existem outras pautas de educação mais urgentes a serem discutidas nesse momento.

Sendo um assunto atual e que gera muitas discussões, a educação domiciliar no Brasil pode ser tema de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e de outros vestibulares. 

Para te ajudar a defender seu ponto de vista e mandar bem no texto, a Revista Quero listou alguns argumentos prós e contras do homeschooling no Brasil para você citar na redação. Confira!

Insatisfação com o ensino brasileiro

Pró: Pesquisas internacionais da educação básica, como o Programa de Avaliação Internacional de Estudantes (PISA), mostram que a qualidade do ensino no Brasil ainda é distante da média dos países mais desenvolvidos. Nas escolas brasileiras, é comum que as salas sejam lotadas e os professores, mal remunerados, principalmente no ensino público.

Contra: Ao invés de defender soluções individualizadas e elitizadas de ensino, é necessário que a sociedade lute por uma educação pública de melhor qualidade a todos, exigindo um maior investimento na área por parte do governo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Qualidade de ensino

Pró: Na educação domiciliar, os pais podem oferecer um ensino personalizado e mais flexível aos seus filhos, respeitando o ritmo de cada um e explorando os talentos individuais com aulas diferentes daquelas oferecidas no ensino tradicional.

Contra: No homeschooling, muitas vezes, os pais não têm a formação mínima necessária para dar aulas nem seguem os conteúdos necessários da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o que pode interferir na qualidade do ensino. Assim, há risco dos pais não conseguirem prover a instrução primária, o que configura o crime de abandono intelectual.

Violência x convivência

Pró: Com o ensino domiciliar, muitos pais pretendem proteger seus filhos do bullying e da violência física e moral do ambiente escolar, principalmente no caso de filhos com deficiência ou dificuldades de aprendizagem. Dentro de casa, o estudante pode estudar de forma mais segura e com maior liberdade de errar.

Contra: O convívio com pessoas diferentes é essencial para o desenvolvimento de habilidades emocionais e sociais nas crianças, para que aprendam a trabalhar em equipe, ter empatia e lidar com conflitos, por exemplo. Além disso, o homeschooling dificulta a identificação de casos de abuso infantil ou de violência doméstica, muitas vezes observado por professores no convívio diário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Visão de mundo e pensamento crítico

Pró: De acordo com a constituição brasileira, a educação é direito de todos e dever do Estado e da família. Portanto, os pais devem ter o direito de escolher como educar seus filhos e ensinar a partir de seus próprios valores e posicionamentos políticos, ideológicos, morais e religiosos, sem influências externas. 

Contra: O ensino pautado apenas no posicionamento dos pais pode limitar a visão de mundo e o senso crítico das crianças, já que não há contraposição de ideias e a abordagem de assuntos importantes para o respeito à diversidade, como raça, gênero e religião.

Avaliações

Pró: Atualmente, no ensino domiciliar, são os pais quem avaliam a aprendizagem dos filhos de acordo com a proposta de ensino adotada por cada um. Com a regulamentação, o Estado pode fiscalizar, regulamentar formas de avaliação e garantir a qualidade do ensino, bem como evitar casos de abuso infantil, violência doméstica ou abandono intelectual.

Contra: Sem regulamentação da modalidade, não existe um controle de qualidade do ensino domiciliar. Isto é, o Estado não acompanha as avaliações de aprendizagem, o conteúdo ensino e a frequência do estudo para saber se o estudante está se desenvolvendo corretamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Guia de Redação do Enem

Ainda não sabe escrever uma redação para o Enem? Confira dicas valiosas para você arrasar na redação no Guia sobre a Redação do Enem. Para baixar o e-book, é só clicar abaixo:

Baixar Guia de Redação

Leia também: Homeschooling ou educação domiciliar: conheça algumas vantagens e desvantagens
Ensino a Distância: argumentos prós e contras para citar na redação do Enem
11 tipos de argumentos e estratégias argumentativas para utilizar na redação

E você, tem mais argumentos sobre o homeschooling para citar na redação? Compartilhe com a gente nos comentários!

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54