Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Profissões

Medicina Veterinária: o que esperar do curso?

por Caroline Sassatelli em 31/01/19 2,1 mil visualizações

Atualizado em: 12/12/2019

Você sonha em cursar Medicina Veterinária? Então você não está sozinho!

O Brasil é o país que mais forma veterinários no mundo e possui hoje cerca de 84 mil profissionais da área, segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). Atualmente existem por aqui 192 faculdades que ajudam a tornar real essa vontade. Só no estado de São Paulo estão localizadas 43 destas instituições. 

Muitos estudantes, no entanto, têm algumas dúvidas sobre como é a rotina do curso para futuros veterinários ou qual é a diferença dele para uma faculdade de Zootecnia. E nada melhor do que quem manja muito do assunto para explicar tudo isso.


gif cachorro tomando banho - medicina veterinária

Medicina Veterinária

Onde posso atuar?

Segundo o CFMV, hoje o veterinário pode trabalhar em mais de 80 áreas diferentes. Existem seguimentos que vão muito além das clínicas e pet shops que atendem animais de estimação.

Veja também: Quais são as áreas de atuação da Medicina Veterinária?

Entre tantas funções, o profissional dessa carreira pode atuar em atividades ligadas à produção dos alimentos de origem animal, consultorias, perícia ou docência criminal, judicial e administrativa. Ainda existe a possibilidade de se trabalhar analisando o solo e a água ou participando da produção de vacinas e de medicamentos de uso animal.

Já na área pública, a categoria foi integrada, em 2011, às equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Isso significa que, desde então, os profissionais podem atuar pela qualidade da atenção básica à saúde nos municípios brasileiros.

gif homem abraçando cachorro labrador - medicina veterinária

É o médico veterinário, por exemplo, quem realiza visitas domiciliares para o identificar qualquer risco à saúde na interação entre os seres humanos, os animais e o meio ambiente. Ele também pode trabalhar na prevenção, no controle e no diagnóstico  de doenças transmissíveis ao homem pelos animais.

E o curso?

Para se tornar veterinário, o aluno precisará encarar uma graduação de 10 semestres (ou 5 anos) que é complementada por um período de residência prática com duração de até dois anos.

Leia também:
+ Medicina Veterinária: o que você precisa saber sobre esse curso
+ Medicina Veterinária: qual o valor das 10 melhores faculdades do Brasil
9 cursos para quem gosta de animais

Adriana Ramos Moura é coordenadora do curso de Medicina Veterinária com Foco em Animais de Pequeno Porte na Faculdade Anclivepa que, atualmente, conta com 120 alunos (e já está com um novo processo seletivo aberto). Ela explica que a instituição possui hoje quatro hospitais públicos na capital paulista que são voltados para o atendimento gratuito de animais.

Encontrar bolsas de Medicina Veterinária

“Nossa faculdade fica no mesmo prédio de um desses hospitais. Só nesse local são atendidos mais de 300 bichinhos por dia, então o estudante consegue ter um contato direto com a rotina veterinária desde o início da faculdade, o que é muito importante para sua formação.”

estudantes de medicina veterinária visitam fazenda em araras

E ter mais contato direto com os animais pode realmente ser um diferencial no desempenho dos alunos durante a faculdade. João Victor Soares por exemplo, tem 19 anos e é estudante do 5º semestre de Medicina Veterinária em uma faculdade de São Paulo. O aluno conta que escolheu a carreira por gostar do convívio direto com os animais, mas que, durante as aulas, acabou se frustando um pouco. Isso porque ele sentiu falta de ter mais aulas práticas. “Ter apenas aulas teóricas não nos dá um um preparo muito grande para atuar na prática durante o dia a dia”, afirma o aluno.

Conforme Adriana comenta, além de valorizar as aulas práticas, o curso da Anclivepa procura focar mais em animais de pequeno porte, como cachorros e gatos. O estudo clínico e cirúrgico destes animais durante a graduação leva três semestres para ser completo.

“Estes semestres totalmente voltados para pequenos animais contabilizam mais horas do que uma pós-graduação. Mas também é importante que o aluno tenha outras matérias que estudam outros bichos, como os silvestres ou ornamentais, por exemplo”, conta a coordenadora.

Leia também:
50 melhores faculdades de Medicina Veterinária do Brasil, segundo o MEC
Quanto ganha um veterinário? Salário de medicina veterinária

A grade curricular do curso também traz aulas de anatomia, nutrição animal, estudo de doenças, animais silvestres, bovinos, aves e, inclusive, noções de empreendedorismo e marketing, principalmente para quem almeja ter sua própria clínica.

Adriana também ressalta a importância de todo estudante de Medicina Veterinária estar em contato com os tutores dos animais desde o início da faculdade. “Ter um cachorrinho ou um gato é algo que faz com que as pessoas se apeguem muito. Então é preciso lidar muitas vezes com situações difíceis, como a perda do animal ou a ansiedade da família para que se tome uma atitude logo.”

Além do período normal de graduação, o aluno também precisa se aprimorar e fazer uma residência em um hospital ou clínica médica veterinária, onde conseguirá colocar em prática o que aprendeu durante as aulas.


O Hospital Anclivepa, por exemplo, aceita residentes após um processo de realização de prova e análise curricular. É possível atuar, então, nas áreas de Clínica Médica de Pequenos Animais, Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais, Anestesiologia de Pequenos Animais e Diagnóstico por Imagem. Dependendo da área escolhida, esse período de aprendizado poderá variar entre um ano e dois.

gif gato em um taco - medicina veterinária

Zootecnia

Keny Samejima está estudando Medicina Veterinária na UNG, em Guarulhos, mas já formado em Zootecnia pela Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), em Ilha Solteira, no interior paulista. Graças à primeira graduação, ele conseguiu eliminar algumas matérias que já havia estudado anteriormente, cortando o tempo do novo curso em dois anos e meio.

Atualmente ele trabalha na área de nutrição animal e rações. “Para mim foi fácil conseguir emprego porque já tinha trabalhado antes como supervisor técnico de um laboratório de nutrição animal. Depois que voltei do meu intercâmbio, tinha já bastante bagagem e acabei conseguindo”, conta Keny.

Veja também: O que faz um profissional de Zootecnia?

Ele comenta que atualmente visita clientes, conversa com lojistas, faz contagem do produto, entre outras atividades, para uma conhecida marca de ração para animais.

médico veterinário examinando cavalo
Keny examina cavalo durante aula (Foto: Arquivo pessoal)

Conforme o estudante explica, a maior diferença entre a Zootecnia e a Medicina Veterinária está no fato da primeira estar mais ligada à nutrição dos bichos e produção de proteína animal para humanos, enquanto a outra é mais relacionada à atividade clínica e cirúrgica.

“A Zootecnia é um preventivo para que o animal não tenha nenhum tipo de doença. A veterinária, no entanto, é um setor de emergência, quando já houve uma causa prévia e é preciso recorrer a remédios ou cirurgia", comenta Keny.

Já Adriana relembra que quem é formado em apenas em Zootecnia não pode receitar medicação ou realizar cirurgias em animais. Já aqueles que são formados em Medicina Veterinária podem trabalhar com melhoramento genético, mas precisam se especializar para poderem lidar com solos e gramíneas de forma mais específica.

Quer começar a estudar e cuidar de todos os bichinhos sem o bolso pesar?

Calma, queridos amigos! Você conhece o Quero Bolsa? Esse site tem parceria com mais de 1.300 faculdades em todo o Brasil e oferece bolsas de estudo de até 75% para que você consiga se formar por um precinho que cabe no seu bolso. 

Bolsas em Medicina Veterinária

Publicado originalmente em: 31/01/2019

Tags relacionadas:

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma vaga estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54