Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Cursos Técnicos

Por que fazer um curso técnico na área de TI (Tecnologia da informação) ?

*Texto escrito pelo colaborador Lucas Bicudo


A principal característica de um curso técnico é que ele capacita profissionais para o mercado de trabalho. Por conta disso, desde o início, as disciplinas práticas são predominantes na matriz curricular.

Nessa categoria de ensino, existem três categorias de cursos: técnico integrado, técnico externo e técnico profissionalizante. As duas primeiras são feitas por quem ainda não concluiu o ensino médio, e a terceira destina-se aos que já terminaram a educação básica.

A formação técnica faz parte de um nível de ensino intermediário entre o médio e o superior. E o diploma recebido ao término do curso é caracterizado como técnico de nível médio.

Aluno de curso técnico em TI
Aluno de curso técnico em TI

Para não ter erro: curso técnico, tecnólogo e faculdade

Curso técnico e tecnólogo são coisas bem diferentes. Tecnólogo é o profissional formado em uma graduação tecnológica. Ele tem um diploma de ensino superior. Já o curso técnico não é de Nível Superior e não dá diploma de faculdade, mas dá direito a um certificado de conclusão do curso técnico de Nível Médio.

Oferecem conhecimento bastante específico sobre o assunto do curso e geralmente são focados em aspectos práticos. Por terem curta duração, podem ser uma solução rápida para entrada no mercado de trabalho, mas não oferecem uma ampla formação na área. 

Quais as vantagens de fazer um curso técnico?

Entre diversas vantagens, decidimos destacar essas principais:

  • É possível realizá-lo a partir dos 16 anos;

  • Tem curta duração (de dois meses até, no máximo, três anos);

  • Possui menor custo de formação;

  • Possui disciplinas direcionadas para o mercado;

  • Enfatiza o contato com a prática desde o início do curso;

  • Facilita a entrada imediata no ambiente profissional;

  • É uma forma de experimentar a área de atuação.


Além de tudo, é importante destacar que a empregabilidade é alta. Afinal, o mercado precisa de mais profissionais qualificados na realização de atividades operacionais específicas.

Por que optar por cursos técnicos?

Apesar da curta duração, o ensino técnico inclui uma variedade de experiências práticas, sem deixar de lado o conhecimento teórico. Essa capacidade de simular o que ocorre na rotina de trabalho permite que o profissional esteja mais preparado para desenvolver sua carreira dentro de uma organização.

Esse tipo de certificação fornece não apenas o “quê” e o “como”, mas também o “porquê” das coisas. É este “porquê” que ajuda o aluno a ter informações imprescindíveis sobre o raciocínio por trás da atuação profissional.

A modalidade pode ser a chave para abrir novas perspectivas de emprego, promoções ou novos empreendimentos de carreira. 

O curso técnico em Tecnologia da Informação

Um dos mercados mais aquecidos é justamente o de Tecnologia da Informação. E existem vários cursos técnicos na área; se você acessar o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), um guia desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), você pode achar algumas boas opções, como: 

  • Técnico em Computação Gráfica; 

  • Técnico em Desenvolvimento de Sistemas; 

  • Técnico em Informática; 

  • Técnico em Manutenção e Suporte em Informática; 

  • Técnico em Programação de Jogos Digitais; 

  • Técnico em Redes de Computadores; 

  • Técnico em Telecomunicações


A duração média é de um ano e meio, tempo suficiente para dominar conhecimentos básicos e chegar rapidamente ao mercado de trabalho. Todos eles abordam tecnologias ligadas a processamento de dados e informações, infraestrutura e processos de comunicação

Bolsas de Técnico em TI

O que faz um técnico em Tecnologia da Informação e onde ele pode trabalhar

Dependendo de sua formação, o técnico em tecnologia da informação pode realizar atividades como: desenvolver sistemas diversos; executar manutenção de programas de computador; instalar sistemas operacionais, aplicativos e periféricos para desktops e servidores; desenvolver sites e portais; montar, instalar e configurar equipamentos de informática; desenvolver jogos digitais; e implementar políticas de segurança para acesso a dados e serviços.

    Esse profissional encontra trabalho em qualquer instituição pública, privada ou do terceiro setor, de todos os portes e em todos os setores da economia. Mais especificamente, alguns dos maiores empregadores para esses profissionais são: empresas de telefonia fixa e móvel; indústrias de telecomunicações; agências reguladoras; provedores de acesso a redes; empresas de prestação de serviços; empresas de desenvolvimento de jogos; agências de publicidade e propaganda; consultorias.

    Leia também:
    Como incluir o curso técnico em seu currículo?
    Existe curso técnico a distância?

    O que se estuda no curso técnico em Tecnologia da Informação

    Dependendo do foco, o currículo pode envolver: concepção, desenvolvimento, implantação, operação, avaliação e manutenção de sistemas e tecnologias; desenvolvimento de sistemas informatizados; desenvolvimento de tecnologias de comutação, transmissão e recepção de dados; especificação de componentes ou equipamentos; identificação de meios físicos e padrões de comunicação; procedimentos de instalação e configuração; realização de testes e medições; suporte técnico; utilização de protocolos e arquitetura de redes.

    Além dos aspectos específicos, existem diversas disciplinas em comum entre eles, como: Ciência, tecnologia e inovação; Desenvolvimento interpessoal; Empreendedorismo; Estatística; Gestão da qualidade; Investigação tecnológica; Legislação e ética profissional; Leitura e produção de textos técnicos; Normas técnicas; Qualidade de vida; Raciocínio lógico; Responsabilidade e sustentabilidade social e ambiental; Saúde e segurança no trabalho.

    Bolsas de Técnico em TI

    4 razões para você fazer um curso técnico em Tecnologia da Informação

    1. Diversas opções de atuação

    O técnico em informática tem seu lugar cativo no mercado de trabalho, pois é especializado tanto em montagem e manutenção de computadores, tablets, notebooks, quanto em linguagens de programação e pode atuar como analista e desenvolvedor de software, configuração e instalação de redes, analista de suporte técnico. Ao longo do curso, o aluno vai se encontrando e percebendo em qual área quer atuar, o que lhe dá mais opções na hora de buscar uma colocação no mercado.

    2. Formação e empregabilidade mais rápidas do que a graduação

    Se em um curso de graduação o aluno demora entre 2 anos e meio e 4 anos para se formar, ao fazer um curso técnico em um ano ele já está formado e pode trabalhar. O próprio caráter da formação, mais voltado para a prática, também garante uma empregabilidade mais rápida. Com o ritmo cada vez mais competitivo dos negócios, as empresas buscam profissionais mais preparados, prontos para atuar, o que é um ponto a mais para quem tem pouca idade e já tem uma formação técnica.

    3. Bons salários

    Outra forte razão para fazer um curso técnico em informática está relacionada aos ganhos dos profissionais. Em levantamento do LinkedIn, 13 das 15 profissões consideradas promissoras são relacionadas a área de informática. Em 2019, estes profissionais já recebiam em média 2,6x mais do que a média nacional de salários.

    4. Possibilidade de empreender

    Além de ter um mercado de trabalho aquecido, pronto para absorver mão de obra especializada, quem escolhe um curso técnico em informática também pode empreender. Criar seu próprio negócio e atuar como consultor para pequenas empresas, prestar serviços de manutenção de equipamentos, desenvolver aplicações tecnológicas etc. é só uma questão de atitude, pois há crescente demanda nos mercados regionais principalmente.

    Onde encontrar cursos técnicos na área de TI?

    Confira a seguir uma lista com opções de instituições de ensino parceiras do Quero Bolsa que oferecem cursos técnicos:

    Como conseguir uma bolsa de estudos em um curso técnico?

    O Quero Bolsa, em parceria com instituições de todo o País, oferece descontos em mensalidades de cursos técnicos durante toda a formação.

    Para garantir uma bolsa de estudo de até 80%, basta clicar no botão abaixo, selecionar o curso, a instituição e a localização de sua preferência. Feito isso, o próximo passo é preencher seus dados e efetuar a pré-matrícula.

    Bolsas para cursos técnicos


    banner image banner image

    O que você achou deste artigo?

    Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

    Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

    Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

    O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

    O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

    Feito com pela Quero Educação

    Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54