Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Educação Especial

Saiba tudo sobre o curso de Educação Especial e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Educação Especial no notebook
Média Salarial: R$ 3.402,69
Duração: Em geral, quatro anos
Bolsas: a partir de R$ 38,00
Ver bolsas de até 90%

O que é Educação Especial?

Última atualização: 08/03/2024

A Educação Especial é uma modalidade educacional destinada a alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, preferencialmente implementada na rede regular de ensino.

O curso de Educação Especial forma profissionais que atendem alunos com necessidades especiais, capacitando educadores para implementar estratégias pedagógicas específicas e promover um ambiente de aprendizado acessível.

As disciplinas do curso abrangem temas relacionados à educação inclusiva, incluindo fundamentos pedagógicos, metodologias de ensino adaptadas, psicologia do desenvolvimento, legislação educacional, tecnologias assistivas, entre outras.

O curso possui duração média de quatro anos, sendo oferecido em diferentes níveis de ensino, incluindo licenciatura, segunda licenciatura e pós-graduação, como especialização e mestrado. Cada nível de ensino tem suas características próprias: a licenciatura prepara o educador para atuar diretamente nas salas de aula; a segunda licenciatura é destinada a profissionais que já possuem uma graduação e desejam se especializar em educação especial; e a pós-graduação, que engloba especialização e mestrado, oferece uma formação aprofundada e embasada no desenvolvimento de pesquisas.

O curso de Educação Especial pode ser encontrado nas modalidades presencial e a distância (EaD). A modalidade presencial permite uma interação direta entre alunos e professores, além de oferecer experiências práticas em salas de aula e instituições especializadas. Já a modalidade EaD oferece flexibilidade de horários e a possibilidade de estudar de qualquer lugar, sendo uma opção viável para aqueles que têm dificuldade de se deslocar até uma instituição de ensino ou conciliar os estudos com outras atividades.

Veja também: A grade curricular do curso de Educação Especial, no site da Quero Bolsa.

Para que serve a Educação Especial?

A Educação Especial assegura um ensino inclusivo para estudantes com necessidades singulares, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação. Ela adapta metodologias, recursos e estratégias pedagógicas para atender às necessidades desses alunos, promovendo sua participação e aprendizagem no contexto escolar.

Qual é a diferença entre Educação Especial e Educação Inclusiva?

A diferença entre Educação Especial e Educação Inclusiva é evidenciada no público-alvo e na abordagem pedagógica. A Educação Especial é direcionada especificamente para pessoas com necessidades especiais, focando em adaptar o ensino às suas dependências. Por outro lado, a Educação Inclusiva adota uma perspectiva mais abrangente, reconhecendo e valorizando as diferenças individuais dentro do ambiente escolar, promovendo um espaço onde alunos com e sem necessidades aprendam juntos.

O que é a licenciatura em Educação Especial?

A licenciatura em Educação Especial é uma modalidade de ensino que forma professores, ensinando-os a aplicar práticas pedagógicas voltadas a alunos com dependências especiais. O programa estimula a prática de inclusão no sistema educacional regular e especializado, garantindo uma educação acessível e de qualidade para todos.

Os tipos de formação para o curso de Educação Especial são: licenciatura , tecnólogo e pós-graduação .

Como é o curso de Educação Especial?

O curso de Educação Especial é disponibilizado em nível de graduação e pós-graduação, preparando profissionais que atendem as especificidades de estudantes com limitações, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades. Ele abrange tanto teorias pedagógicas quanto práticas direcionadas.

A formação combina disciplinas teóricas e práticas, abordando tópicos como o desenvolvimento neuropsicológico, técnicas de ensino adaptado e tecnologias assistivas. Os alunos também estudam legislação relacionada à educação inclusiva e direitos das pessoas com deficiência.

Vale destacar que o curso não se limita apenas a práticas pedagógicas. Ele também engloba conhecimentos de áreas como psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, entre outras, visando uma abordagem integral da educação.

Além das técnicas e conhecimentos específicos, o curso enfatiza a formação humana e ética do profissional, preparando-o para lidar com as diversidades com empatia e respeito.

Em nível de pós-graduação, a área acadêmica aprofunda e expande os conhecimentos de profissionais que já atuam ou desejam atuar na área da educação inclusiva. Esse grau de ensino oferece uma visão mais detalhada e crítica sobre a temática, aliando teoria e prática em um nível avançado.

A pós-graduação em Educação Especial aborda tópicos especializados, como métodos de avaliação diagnóstica, intervenções pedagógicas direcionadas, e estudo aprofundado de determinadas deficiências ou transtornos.

Qual a grade curricular de Educação Especial?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Educação Especial em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Atividade Formativa I

  • Educação Ambiental e Cidadania

  • Escola e Sociedade

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de Educação Especial?

Durante o curso de Educação Especial, os alunos aprendem metodologias aplicáveis e direcionadas a estudantes com necessidades especiais. Além disso, eles compreendem as obrigações legais e os direitos conferidos a esses estudantes.

O curso aborda tópicos como o desenvolvimento motor, emocional e cognitivo, além do uso de materiais e recursos especiais para ajudar os alunos com singularidades.

De acordo com as instituições parceiras da Quero Bolsa, o curso de graduação em Educação Especial pode apresentar as seguintes disciplinas:

  • Formação Docente para a Diversidade;
  • Fundamentos da Educação Especial;
  • Libras e Sistema Braille;
  • Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Educação Especial e Inclusiva;
  • Metodologia do Ensino da Educação Especial;
  • Currículo Escolar em uma Perspectiva Inclusiva;
  • Comunicação Alternativa;
  • Deficiência intelectual, Física e Psicomotora;
  • Deficiência Visual, Auditiva e Surdo-cegueira;
  • Práticas Educativas em Espaços Não-Escolares,
  • Organização do Trabalho Pedagógico na Educação Infantil,
  • Teorias Pedagógicas Aplicadas em Educação Especial e Inclusiva,
  • Estratégias Pedagógicas: Diagnóstico,
  • Planejamento e Avaliação Escolar,
  • Transtornos do Neurodesenvolvimento,

Quanto custa uma faculdade de Educação Especial?

Veja descontos de até 89% em ofertas para o curso de Educação Especial. As mensalidades com bolsas de estudo variam entre R$25,32 e R$317,24, em instituições parceiras da Quero Bolsa.

Os preços das bolsas de estudo podem variar de acordo com as características da oferta realizada pela instituição de ensino. Em geral, as modalidades de ensino (presencial, semipresencial e a distância (EaD) e a duração do curso podem ser fatores impactantes na escolha da oportunidade de estudo.

Por isso, você poderá filtrar a bolsa de estudo em Educação Especial que atende suas necessidades pessoais, como o tempo para concluir a formação e a modalidade de ensino. Basta acessar o site da Quero Bolsa e selecionar as perguntas:

Que tipo de curso quer fazer? Qual curso quer estudar? Em que cidade quer estudar?

Você ainda poderá refinar a pesquisa para outros itens, por exemplo, Modalidade, Preço, Proximidade, Avaliação e outros itens disponibilizados pela QB.

Procure o curso de Educação Especial ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 38,00 entre as 1.446 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Educação Especial

O que faz o profissional de Educação Especial?

O especialista em Educação Especial e Inclusiva promove a educação de alunos com necessidades educativas especiais, ensinando-os a ler e escrever em português e/ou em braile, calcular e expressar-se.

Também ensina a resolver problemas e atividades da vida diária, desenvolver habilidades, atitudes e valores. Para isso, desenvolve atividades funcionais e programas de estimulação essencial e de educação de jovens e adultos, avaliando as necessidades educacionais dos alunos.

Realiza atividades como planejar, avaliar, elaborar materiais, pesquisar e divulgar conhecimentos da área. Pode dirigir e coordenar estabelecimentos de educação especial.

Onde o profissional de Educação Especial pode trabalhar?

O profissional da educação especial trabalha em diversos ambientes, desde escolas, centros de saúde, consultórios, clínicas, instituições de saúde mental, hospitais, centros de atendimento ao idoso, lares, entre outros.

A função desses profissionais é ajudar pessoas com deficiência, transtornos ou necessidades especiais a se desenvolverem em seu máximo potencial. Isso envolve ensinar habilidades básicas e dar suporte emocional.

Alguns profissionais trabalham com crianças desde bebês até crianças maiores. Outros se concentram em adultos que já desenvolveram habilidades básicas e precisam de ajuda para adquirir habilidades adicionais para a vida diária.

O profissional da educação especial trabalha em equipe com outros especialistas para desenvolver planos individuais. Eles podem usar técnicas como jogos interativos, terapia ocupacional, terapia de fala, terapia comportamental e ensino de habilidades sociais.

Eles também podem trabalhar com famílias para ensinar estratégias para lidar com problemas específicos. Esses profissionais também podem trabalhar em ambientes de pesquisa e universidades. Eles podem ajudar com projetos de pesquisa, ensinar cursos e até mesmo liderar programas de educação especial.

Segundo a Classificação Brasileira de Ocupações, do Ministério do Trabalho, o professor de Educação Especial poderá atuar com:

  • a promoção da educação de alunos com necessidades educativas especiais ensinando-os a ler e escrever em português e em braile;
  • o desenvolvimento de atividades funcionais e programas de estimulação essencial e de educação de jovens e adultos;
  • a avaliação das necessidades educacionais dos alunos;
  • a realização de atividades como: planejar, avaliar, elaborar materiais, pesquisar e divulgar conhecimentos da área; podem dirigir e coordenar estabelecimentos de educação especial;

Sobre as áreas de atuação, o profissional poderá atuar no setor educacional: em escolas (públicas, privadas e especiais), diretorias e secretarias de ensino, organizações não governamentais (ONGs), hospitais e centros de reabilitação, além de serviços de consultoria para outras instituições e setores.

Retomando a possibilidade de atuação na área educacional, o graduado em Educação Especial poderá desempenhar funções, como:

  • Ensino Especial na Área de Deficiência Múltipla;
  • Professor de Alunos com Deficiência Mental;
  • Pedagogo Especializado em Deficiência Física;
  • Professor Especializado em Deficiência Auditiva e Surdos;
  • Professor de Reabilitação Visual;

Caso você tenha dúvidas sobre o curso de Educação Especial ou profissões nesta área, faça o seu questionamento na Comunidade Quero. A Comunidade Quero é um ambiente para troca de conhecimento, onde você pode tirar suas dúvidas e ajudar outros integrantes da Comunidade com as dúvidas sobre o curso.

Quanto ganha um profissional de Educação Especial?

O salário médio de um Professores de educação especial no Brasil é de R$ 3.402,69 . Os estados onde a profissão de Professores de educação especial têm os melhores salários são .

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

Ver salários dessa profissão
Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Educação Especial?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Educação Especial?

Atualmente, o mercado de trabalho para os profissionais da Educação Especial está cada vez mais exigente. Isso acontece devido ao crescente número de pessoas que necessitam de atendimento especializado, o que demanda profissionais qualificados para prestar esse tipo de serviço.

Por isso, para que os profissionais da Educação Especial consigam atuar nesse mercado, é necessário que eles possuam conhecimentos e habilidades específicas.

Um bom profissional desse ramo deve ter conhecimentos sobre a legislação pertinente e as diferentes formas de atender as pessoas com necessidades especiais.

Além disso, é importante que esses profissionais possuam habilidades específicas de ensino, como capacidade de planejamento e execução de atividades, além de entender o desenvolvimento cognitivo, emocional e social das pessoas com necessidades especiais.

Outros requisitos importantes para os profissionais da Educação Especial incluem a capacidade de trabalhar em equipe, a capacidade de se comunicar eficazmente e a capacidade de se relacionar com as famílias envolvidas. Também é importante que os profissionais sejam sensíveis às necessidades específicas dos seus alunos e tenham comprometimento e responsabilidade com o trabalho.

A pessoa interessada na área de Educação Especial deverá realizar um curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, é recomendado uma especialização para o profissional que deseja se aperfeiçoar em determinada atuação desta área.

Vale mencionar que a nova Política Nacional de Educação Especial, aprovada por lei em 2020, apresenta como finalidade a implementação de programas e ações que visam à garantia dos direitos à educação e ao atendimento educacional especializado aos educandos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação.

De acordo com o documento, os princípios são:

• a educação como direito para todos em um sistema educacional equitativo e inclusivo; • aprendizado ao longo da vida; • ambiente escolar acolhedor e inclusivo; • desenvolvimento pleno das potencialidades do educando; • acessibilidade ao currículo e aos espaços escolares; • participação de equipe multidisciplinar no processo de decisão da família ou do educando quanto à alternativa educacional mais adequada; • garantia de implementação de escolas bilíngues de surdos e surdocegos; • atendimento aos educandos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação no território nacional, incluída a garantia da oferta de serviços e de recursos da educação especial aos educandos indígenas, quilombolas e do campo; e • qualificação para professores e demais profissionais da educação.

Veja também: O Guia de Profissões da Quero Bolsa! São mais de 370 páginas sobre as diversas possibilidades profissionais do mercado de trabalho. Sobre a área, você poderá conferir detalhes sobre as profissões de: professor, coordenador pedagógico, educador social e outras profissões.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Educação Especial?

As principais características do profissional de Educação Especial, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Demonstrar tolerância e flexibilidade;
Capacidade de observação e de improvisação;
Dominar Braile e língua de sinais;
Criatividade;
Capacidade de trabalhar com as diferenças;
Dominar conteúdos e metodologias da área.

Nota de corte para Educação Especial

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Educação Especial foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Educação Especial
Está com dúvidas sobre Educação Especial? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Educação Especial

Tipo de Pergunta
Recentes