Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Engenharia de Materiais

Saiba tudo sobre o curso de Engenharia de Materiais e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Engenharia de Materiais no notebook
Média Salarial: R$ 8.462,55
Duração: até 10 semestres
Bolsas: a partir de R$ 49,00
Ver bolsas de até 88%

Sobre o curso de Engenharia de Materiais

A Engenharia de Materiais é a área de Engenharia dedicada ao desenvolvimento, estudo e utilização de materiais, englobando metais, cerâmicas, polímeros e compósitos, para aplicações tecnológicas e industriais.

O curso de Engenharia de Materiais forma profissionais capazes de pesquisar novos materiais e soluções para os já existentes. O engenheiro de materiais extrai as matérias-primas e desenvolve os produtos que serão usados, por exemplo, nas indústrias e construções, auxiliando na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Ao final do curso, o aluno estará apto para realizar pesquisas de melhoramento dos materiais já conhecidos e desenvolver novos produtos por meio de alterações físico-químicas.

Além disso, deverá definir as aplicações específicas para cada tipo de material e analisar seu potencial de venda. O estudante deve ter uma formação multidisciplinar e dominar conceitos da área de negócios.

No mercado de trabalho, o profissional de Engenharia de Materiais terá um amplo leque de possibilidades, podendo atuar em praticamente todos os setores da indústria, como a petroquímica, a siderúrgica e a de novas tecnologias, e na área de construção civil, com a produção de cimento, vidro, tintas e cerâmicas.

Veja também: Todas as informações sobre o curso de Engenharia Física no site da Quero Bolsa.

Os tipos de formação para o curso de Engenharia de Materiais são: bacharelado e pós-graduação .

Como é o curso de Engenharia de Materiais?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Engenharia de Materiais segue as normas gerais do curso de Engenharia.

Todo o curso de Engenharia, independente de sua modalidade, deve possuir em sua grade curricular um núcleo de conteúdos básicos, um núcleo de conteúdos profissionalizantes e um núcleo de conteúdos específicos que caracterizem a modalidade.

O núcleo de conteúdos básicos, que corresponde a cerca de 30% da carga horária mínima do curso, contém as seguintes disciplinas:

  • Metodologia Científica e Tecnológica;

  • Comunicação e Expressão;

  • Informática;

  • Expressão Gráfica;

  • Matemática;

  • Física;

  • Fenômenos de Transporte;

  • Mecânica dos Sólidos;

  • Eletricidade Aplicada;

  • Química;

  • Ciência e Tecnologia dos Materiais;

  • Administração;

  • Economia;

  • Ciências do Ambiente;

  • Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania.

Além da opção de bacharelado, o curso de Engenharia de Materiais também pode ser realizado como pós-graduação. A formação é voltada para profissionais que desejam se especializar e conduzir pesquisas avançadas na área. A pós-graduação em Engenharia de Materiais engloba estudos mais específicos e detalhados, abrangendo novas tecnologias, inovações em materiais e suas aplicações em diferentes setores industriais.

O curso de Engenharia de Materiais está disponível na modalidade presencial e à distância (EaD), oferecendo flexibilidade e acessibilidade para quem busca essa formação. O modelo EaD caracteriza-se pela sua metodologia online, onde os estudantes acessam o conteúdo didático e participam de atividades por meio de plataformas digitais. Isso permite que alunos de diferentes regiões possam cursar sem a necessidade de deslocamentos frequentes.

Qual a grade curricular de Engenharia de Materiais?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Engenharia de Materiais em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Análise de Investimentos em Engenharia Ead

  • Caracterização de Materiais Cerâmicos

  • Caracterização de Materiais Poliméricos

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de Engenharia de Materiais?

A graduação em Engenharia de Materiais possui, nos primeiros semestres, grande carga de disciplinas de Química, Física e Matemática.

Após uma formação básica em Engenharia, o aluno deve optar por uma das três áreas da Engenharia de Materiais (cerâmica, metais ou polímeros). Isso irá direcionar sua especialidade e seus conhecimentos. Essa escolha acontece a partir do terceiro ano da faculdade.

Veja também: Tudo sobre o curso de Engenharia Metalúrgica no site da Quero Bolsa.

Quanto custa uma faculdade de Engenharia de Materiais?

O valor da mensalidade de um curso de Engenharia de Materiais pode variar dependendo da instituição. Os cursos oferecidos na área pela Quero Bolsa ficam entre R$ 20,00 e R$ 337,35.

Procure o curso de Engenharia de Materiais ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 49,00 entre as 1.403 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Engenharia de Materiais

O que faz o profissional de Engenharia de Materiais?

O engenheiro de materiais projeta estruturas, propriedades e processos de materiais. Ele planeja e supervisiona testes e experimentos e caracteriza produtos, processos e aplicações.

O profissional de Engenharia de Materiais assessora na transformação de matérias-primas em produtos e desenvolve produtos, processos e aplicações.

Pode, também, gerenciar qualidade de matérias-primas, produtos e serviços e elaborar documentação técnica, além de prestar assessoria técnica a clientes.

Caso você tenha dúvidas sobre o curso de Engenharia de Materiais ou profissões nesta área, pergunte na Comunidade Quero . A Comunidade Quero é um ambiente para troca de conhecimento, onde você pode tirar suas dúvidas e ajudar outros integrantes da comunidade com as dúvidas sobre cursos e faculdades.

Onde o profissional de Engenharia de Materiais pode trabalhar?

O engenheiro de materiais trabalha, principalmente, nas atividades econômicas da indústria metalúrgica, minerais não metálicos, borracha e plástico. Esse profissional lida com materiais metálicos, compósitos, cerâmicos e polímeros.

Além disso, o engenheiro de materiais pode ser encontrado em empresas de médio e grande porte do setor privado, embora também possa trabalhar em universidades e institutos de pesquisas, públicos ou privados. Nesses casos, atua como professor e pesquisador.

Em algumas atividades, o engenheiro de materiais pode trabalhar em condições especiais, como exposição a materiais tóxicos, ruído intenso, altas temperaturas, poeira e materiais particulados. Desenvolve suas atividades em equipe, com supervisão ocasional.

Quanto ganha um profissional de Engenharia de Materiais?

O salário médio de um Engenheiro de materiais no Brasil é de R$ 8.462,55 . Os estados onde a profissão de Engenheiro de materiais têm os melhores salários são RJ, AM e RS.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

Ver salários dessa profissão
Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Engenharia de Materiais?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Engenharia de Materiais?

Para o exercício das atividades do engenheiro de materiais, é necessário diploma em curso superior reconhecido pelo MEC nas áreas de Engenharia, Metalurgia, Materiais e formações afins. É comum o profissional pós-graduado e/ou especializado.

Além do diploma, é obrigatório o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea). O exercício pleno da atividade demanda um a dois anos de experiência.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Engenharia de Materiais?

As principais características do profissional de Engenharia de Materiais, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Raciocínio lógico;
Capacidade de observar detalhes;
Capacidade de análise;
Proatividade;
Raciocínio dedutivo;
Capacidade de adaptação;
Capacidade de negociação;
Capacidade de trabalhar em equipe;
Demonstrar liderança;
Acuidade visual.

Nota de corte para Engenharia de Materiais

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Engenharia de Materiais foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Engenharia de Materiais
Está com dúvidas sobre Engenharia de Materiais? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Engenharia de Materiais

Tipo de Pergunta
Recentes