Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Engenharia Metalúrgica

Saiba tudo sobre o curso de Engenharia Metalúrgica e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Engenharia Metalúrgica no notebook
Média Salarial: R$ 2.015,84
Duração: Até 18 meses
Bolsas: a partir de R$ 148,00
Ver bolsas de até 70%

Sobre o curso de Engenharia Metalúrgica

A engenharia metalúrgica é um ramo da engenharia que se dedica ao estudo, desenvolvimento e aplicação de processos metalúrgicos para a produção, transformação e utilização de metais. Este campo abrange uma ampla gama de atividades, desde a extração de minérios metálicos até a fabricação de produtos finais, passando por processos como fundição, conformação, tratamento térmico e análise de materiais.

O curso de engenharia metalúrgica proporciona aos estudantes uma sólida formação em ciências exatas, com ênfase em disciplinas como química, física, matemática e termodinâmica, que são fundamentais para compreender os princípios por trás dos processos metalúrgicos. Além disso, os alunos aprendem sobre as propriedades dos materiais metálicos, suas características mecânicas, térmicas e elétricas, bem como as tecnologias avançadas utilizadas na produção industrial.

Durante a graduação, os estudantes têm a oportunidade de participar de laboratórios práticos, projetos de pesquisa e estágios em indústrias metalúrgicas. Isso proporciona uma experiência prática e a aplicação dos conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula. A interação com profissionais da área e a vivência em ambientes industriais contribuem para o desenvolvimento de habilidades práticas e para a compreensão das demandas do setor.

Os profissionais formados em engenharia metalúrgica têm uma vasta gama de oportunidades de carreira. Eles podem atuar em setores como a indústria siderúrgica, metalúrgica, automotiva, aeroespacial, de mineração, entre outras.

Além disso, o conhecimento adquirido durante o curso os capacita a trabalhar em pesquisa e desenvolvimento de novos materiais e processos, buscando soluções inovadoras para os desafios da indústria metalúrgica.

Veja bolsas de estudo para o curso de Engenharia Metalúrgica

Os tipos de formação para o curso de Engenharia Metalúrgica são: bacharelado e pós-graduação .

Como é o curso de Engenharia Metalúrgica?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Engenharia Metalúrgica segue as normas gerais do curso de Engenharia.

Todo o curso de Engenharia, independente de sua modalidade, deve possuir em sua grade curricular um núcleo de conteúdos básicos, um núcleo de conteúdos profissionalizantes e um núcleo de conteúdos específicos que caracterizem a modalidade.

O núcleo de conteúdos básicos, que corresponde a cerca de 30% da carga horária mínima do curso, contém as seguintes disciplinas:

  • Metodologia Científica e Tecnológica;

  • Comunicação e Expressão;

  • Informática;

  • Expressão Gráfica;

  • Matemática;

  • Física;

  • Fenômenos de Transporte;

  • Mecânica dos Sólidos;

  • Eletricidade Aplicada;

  • Química;

  • Ciência e Tecnologia dos Materiais;

  • Administração;

  • Economia;

  • Ciências do Ambiente;

  • Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania.

Qual a grade curricular de Engenharia Metalúrgica?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Engenharia Metalúrgica em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Algorítmos para Engenharia

  • Beneficiamento de Minérios

  • Ciência dos Materiais

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de Engenharia Metalúrgica?

O curso de Engenharia Metalúrgica oferece uma formação abrangente que aborda diversos aspectos relacionados ao estudo, desenvolvimento e aplicação de processos metalúrgicos. Ao longo da graduação, os estudantes adquirem conhecimentos sólidos em disciplinas fundamentais, como química, física, matemática e termodinâmica, proporcionando a base teórica necessária para compreender os princípios subjacentes aos processos metalúrgicos.

Uma parte significativa do curso é dedicada ao estudo das propriedades dos materiais metálicos. Isso inclui o entendimento das características mecânicas, térmicas, elétricas e químicas dos metais, bem como suas aplicações em diferentes contextos industriais. Os alunos aprendem a analisar e selecionar materiais apropriados para diversas finalidades, levando em consideração fatores como resistência, durabilidade e custo.

Outro aspecto crucial do curso é o estudo dos processos metalúrgicos em si. Isso abrange desde a extração de minérios metálicos até a fabricação de produtos finais. Os estudantes aprendem sobre técnicas de fundição, conformação, tratamento térmico, soldagem e outros processos essenciais na produção industrial. Além disso, são introduzidos a tecnologias avançadas, automação e controle de processos, preparando-os para enfrentar os desafios da indústria moderna.

Laboratórios práticos e projetos de pesquisa são parte integrante do curso, proporcionando aos estudantes a oportunidade de aplicar os conhecimentos teóricos em situações do mundo real. Essas experiências práticas contribuem para o desenvolvimento de habilidades técnicas e analíticas, bem como para o entendimento das implicações práticas e éticas do trabalho na área.

Durante a graduação, os estudantes também têm a chance de realizar estágios em indústrias metalúrgicas, permitindo uma imersão mais profunda no ambiente de trabalho e uma compreensão prática das demandas do setor. Além disso, o curso muitas vezes enfatiza a importância do desenvolvimento de habilidades interpessoais, gestão de projetos e trabalho em equipe, preparando os futuros engenheiros metalúrgicos para atuarem de forma eficaz em ambientes profissionais.

Caso você tenha dúvidas se esse curso é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

Procure o curso de Engenharia Metalúrgica ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 148,00 entre as 1.406 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Engenharia Metalúrgica

O que faz o profissional de Engenharia Metalúrgica?

O engenheiro metalúrgico projeta estruturas, propriedades e processos de materiais. Ele planeja e supervisiona testes e experimentos e caracteriza produtos, processos e aplicações.

Além disso, este profissional assessora na transformação de matérias-primas em produtos e desenvolve produtos, processos e aplicações.

Também é sua especialidade gerenciar qualidade de matérias-primas, produtos e serviços e elaborar documentação técnica. Pode prestar assessoria técnica a clientes.

Onde o profissional de Engenharia Metalúrgica pode trabalhar?

O engenheiro metalúrgico é um profissional versátil que pode atuar em diversos setores da indústria. Suas habilidades são amplamente demandadas em locais onde a produção, transformação e utilização de metais são fundamentais. Aqui estão alguns dos lugares onde um engenheiro metalúrgico pode trabalhar:

Indústria Siderúrgica: Muitos engenheiros metalúrgicos encontram oportunidades em usinas siderúrgicas, onde são responsáveis por supervisionar e otimizar os processos de produção de aço e outros metais.

Metalurgia Extrativa: Em empresas de mineração e metalurgia extrativa, esses profissionais podem estar envolvidos na extração de minérios metálicos e no desenvolvimento de técnicas para purificar e concentrar os metais.

Indústria Automotiva: Na indústria automotiva, engenheiros metalúrgicos desempenham um papel crucial no desenvolvimento de ligas metálicas leves e resistentes usadas na fabricação de veículos.

Aeroespacial: Empresas no setor aeroespacial contratam engenheiros metalúrgicos para desenvolver materiais e processos que atendam aos rigorosos requisitos de resistência e leveza necessários para a construção de aeronaves e componentes espaciais.

Indústria de Petróleo e Gás: Engenheiros metalúrgicos são envolvidos na seleção de materiais resistentes à corrosão e capazes de suportar condições extremas encontradas em operações de exploração, produção e transporte de petróleo e gás.

Indústria de Energia: Em setores relacionados à produção de energia, como usinas termelétricas e nucleares, esses profissionais desempenham um papel crucial na seleção de materiais e no monitoramento da integridade estrutural.

Pesquisa e Desenvolvimento: Alguns engenheiros metalúrgicos optam por trabalhar em instituições de pesquisa, universidades ou laboratórios, contribuindo para o avanço de novos materiais e processos metalúrgicos.

Consultoria: Muitos engenheiros metalúrgicos escolhem trabalhar como consultores, oferecendo seus conhecimentos especializados a diversas indústrias para otimizar processos, resolver problemas de materiais ou lidar com questões específicas.

Veja também: Os Modelos de Currículos gratuitos da Quero Bolsa. Se você deseja uma vaga de jovem aprendiz, estágio, primeiro emprego ou novas oportunidades profissionais, esse material é feito para você! Confira aqui na QB!

Quanto ganha um profissional de Engenharia Metalúrgica?

O salário médio de um Engenheiro Metalúrgico no Brasil é de R$ 2.015,84 . Os estados onde a profissão de Engenheiro Metalúrgico têm os melhores salários são .

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

Ver salários dessa profissão
Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Engenharia Metalúrgica?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Engenharia Metalúrgica?

É obrigatório o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea). O exercício pleno da atividade demanda um a dois anos de experiência.

O mercado de trabalho para engenheiros metalúrgicos apresenta uma série de exigências que refletem a natureza técnica e especializada dessa profissão. Algumas das principais exigências incluem:

Formação Acadêmica Sólida: O requisito fundamental é uma formação acadêmica sólida em engenharia metalúrgica ou em um campo relacionado. A conclusão bem-sucedida de um curso de graduação em engenharia metalúrgica ou equivalente é geralmente exigida para ingressar na profissão.

Conhecimento Técnico: Os engenheiros metalúrgicos devem possuir um profundo conhecimento técnico em ciências exatas, como química, física e matemática, além de compreender os princípios fundamentais dos processos metalúrgicos, propriedades dos materiais e suas aplicações práticas.

Habilidades Analíticas e Resolução de Problemas: A capacidade de analisar dados complexos, identificar padrões e resolver problemas é crucial para os engenheiros metalúrgicos. Eles frequentemente lidam com desafios relacionados à seleção de materiais, otimização de processos e resolução de questões de qualidade.

Conhecimento em Tecnologias Avançadas: Dada a evolução constante da tecnologia, os profissionais dessa área precisam se manter atualizados sobre as mais recentes tecnologias e inovações na indústria metalúrgica, incluindo automação, controle de processos e técnicas de análise avançadas.

Experiência Prática: Muitas posições exigem experiência prática, adquirida por meio de estágios durante a graduação, participação em projetos de pesquisa ou experiência de trabalho em indústrias metalúrgicas. A capacidade de aplicar os conhecimentos teóricos em ambientes práticos é altamente valorizada.

Habilidades de Comunicação: A capacidade de comunicar efetivamente, tanto oralmente quanto por escrito, é fundamental. Os engenheiros metalúrgicos frequentemente precisam relatar resultados de pesquisas, apresentar propostas de melhorias e colaborar com equipes multidisciplinares.

Conhecimento em Normas e Regulamentações: Devido à natureza crítica de muitos produtos e processos relacionados a metais, os engenheiros metalúrgicos precisam estar familiarizados com as normas e regulamentações pertinentes à sua área de atuação, garantindo a conformidade com padrões de qualidade e segurança.

Adaptabilidade e Aprendizado Contínuo: Dada a constante evolução da indústria, a capacidade de se adaptar a novas tecnologias e métodos é essencial. Engenheiros metalúrgicos bem-sucedidos são aqueles que demonstram disposição para o aprendizado contínuo ao longo de suas carreiras.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Engenharia Metalúrgica?

As principais características do profissional de Engenharia Metalúrgica, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Raciocínio lógico;
Capacidade de observar detalhes;
Capacidade de análise;
Proatividade;
Raciocínio dedutivo;
Capacidade de adaptação;
Capacidade de negociação;
Capacidade de trabalhar em equipe;
Demonstrar liderança;
Acuidade visual.

Nota de corte para Engenharia Metalúrgica

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Engenharia Metalúrgica foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Engenharia Metalúrgica
Está com dúvidas sobre Engenharia Metalúrgica? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Engenharia Metalúrgica

Tipo de Pergunta
Recentes