Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Investigação Forense e Perícia Criminal

Saiba tudo sobre o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Investigação Forense e Perícia Criminal no notebook
Duração: em média, 2 anos
Bolsas: a partir de R$ 56,00
Ver bolsas de até 90%

Sobre o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal

Última atualização: 17/05/2024

A investigação forense refere-se ao processo de coleta, análise e interpretação de evidências em um cenário de crime. Isso pode incluir delitos como homicídios, roubos, fraudes, entre outros. A perícia criminal é o trabalho técnico e científico realizado por peritos criminais.

O curso de Investigação Forense e Perícia Criminal é uma formação especializada que tem como objetivo preparar profissionais para atuarem no campo da investigação criminal e na coleta de evidências científicas. Essa área é de extrema importância para o sistema de justiça, uma vez que fornece subsídios técnicos que auxiliam na elucidação de crimes e na busca pela verdade.

Durante o curso, os estudantes são expostos a uma ampla gama de disciplinas que abrangem desde os fundamentos da investigação criminal até as técnicas avançadas de perícia. São abordados temas como a preservação do local do crime, coleta e análise de vestígios, balística forense, toxicologia, genética forense, entre outros. A combinação de conhecimentos teóricos e práticos é essencial para capacitar os futuros profissionais a lidarem com situações reais no exercício de suas funções.

Além disso, o curso visa desenvolver habilidades interpessoais e éticas, uma vez que os peritos e investigadores forenses muitas vezes trabalham em colaboração com outros profissionais e precisam lidar com informações sensíveis. A integridade e a imparcialidade são valores fundamentais nesse contexto, garantindo a confiabilidade dos resultados obtidos.

A tecnologia desempenha um papel crucial no campo da investigação forense, e os cursos geralmente incluem módulos que abordam o uso de ferramentas e técnicas modernas, como análise de dados digitais, reconhecimento facial, e outras tecnologias inovadoras.

Ao concluir o curso, os profissionais estão aptos a ingressar em diferentes órgãos de segurança pública, institutos de criminalística, laboratórios forenses, ou atuar como consultores independentes. A formação em Investigação Forense e Perícia Criminal contribui significativamente para a promoção da justiça e da segurança pública, capacitando os profissionais a desempenharem um papel essencial na resolução de casos criminais.

Veja bolsas de estudo para o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal

Os tipos de formação para o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal são: tecnólogo e pós-graduação .

Como é o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal?

O curso de Investigação Forense e Perícia Criminal é composto por carga horária que varia de acordo com a instituição de ensino ou o programa específico.

Em relação à metodologia de ensino, o curso é comumente estruturado em módulos, abordando diferentes temas relacionados à investigação e perícia criminal.

As aulas podem ser teóricas, com apresentações de conteúdo e discussões sobre casos práticos, e também práticas, com atividades em laboratório e simulações de situações reais de investigação.

Durante o curso, os alunos têm acesso a materiais didáticos e bibliografias atualizadas, que abrangem desde os conceitos básicos da investigação forense até as técnicas mais avançadas de análise e interpretação de provas.

Algumas instituições oferecem modalidades de ensino a distância, permitindo que os interessados no curso possam estudar de forma flexível, adequando o aprendizado às suas necessidades e disponibilidade de tempo.

Quanto tempo dura o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal?

No Brasil, o tempo médio para conclusão do curso de Investigação Forense e Perícia Criminal geralmente varia entre dois anos e meio e três anos. Isso pode depender das especificidades do programa oferecido pela instituição de ensino, como a carga horária do curso e a organização do currículo acadêmico.

Caso você tenha dúvidas se esse curso é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

Qual a grade curricular de Investigação Forense e Perícia Criminal?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Ciências Sociais

  • Criminologia

  • Direito Ambiental

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de Investigação Forense e Perícia Criminal?

O curso de Investigação Forense e Perícia Criminal proporciona aos estudantes uma abordagem abrangente e especializada no âmbito da investigação criminal e na aplicação de métodos periciais para a coleta e análise de evidências. Ao longo do programa, os participantes adquirem conhecimentos teóricos e habilidades práticas essenciais para desempenhar um papel crucial na resolução de casos criminais. Dentre os principais tópicos abordados, destacam-se:

Preservação do Local do Crime: Os alunos aprendem técnicas fundamentais para garantir a preservação e a integridade do local onde o crime ocorreu. Isso inclui a coleta adequada de evidências, evitando contaminação e garantindo que todos os vestígios relevantes sejam identificados.

Coleta e Análise de Vestígios: O curso abrange as diversas formas de vestígios que podem ser encontrados em uma cena de crime, como impressões digitais, cabelos, fibras, sangue e fluidos corporais. Os estudantes aprendem a coletar, embalar e analisar essas evidências de maneira científica e meticulosa.

Balística Forense: Aborda os princípios da balística e como as características de armas de fogo podem ser analisadas para estabelecer conexões entre uma arma e um crime. Isso inclui o exame de projéteis, estojos de munição e padrões de tiros.

Toxicologia Forense: Estudo das substâncias tóxicas e seus efeitos no organismo humano. Os alunos aprendem a identificar substâncias químicas em fluidos biológicos para determinar se uma intoxicação ou envenenamento está relacionado ao caso.

Genética Forense: Exploração das técnicas de análise de DNA para identificação de pessoas, determinação de parentesco e resolução de casos criminais. Inclui a compreensão das bases científicas e éticas relacionadas ao uso do DNA como evidência.

Tecnologias Avançadas: Os cursos modernos incluem módulos sobre o uso de tecnologias avançadas, como análise de dados digitais, reconhecimento facial e outras ferramentas inovadoras que auxiliam na investigação e análise de evidências.

Procedimentos Legais e Ética Profissional: Compreensão dos procedimentos legais associados à coleta de evidências, depoimentos em tribunal e a importância da ética profissional na atuação do perito e investigador.

No curso de Investigação Forense e Perícia Criminal, os estudantes adquirem conhecimentos teóricos e práticos relacionados à área de investigação e perícia. O currículo abrange diferentes tópicos essenciais para a formação de profissionais capacitados nesse campo, como:

  • Introdução à Investigação Forense;
  • Legislação e Ética;
  • Cenas de Crime;
  • Identificação e Análise de Evidências;
  • Medicina Legal;
  • Técnicas de Entrevista e Interrogatório;
  • Elaboração de Relatórios e Laudos Periciais;
  • Tecnologia Forense.

Veja também: Quanto ganha um perito criminal? Leia mais sobre o salário médio deste profissional na Quero Bolsa.

Quanto custa uma faculdade de Investigação Forense e Perícia Criminal?

No site da Quero Bolsa, o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal pode ser encontrado com mensalidades a partir de R$ 50,00. Os valores variam de acordo com a instituição e modalidade de ensino.

Para ingressar no curso com descontos de até 80%, acesse o site da Quero Bolsa e veja as principais ofertas em sua região.

Procure o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 56,00 entre as 1.445 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Investigação Forense e Perícia Criminal

Onde o profissional de Investigação Forense e Perícia Criminal pode trabalhar?

Um profissional formado no curso de Investigação Forense e Perícia Criminal possui uma variedade de opções de trabalho em diferentes setores e organizações. Esses profissionais são especializados em aplicar métodos científicos na coleta, análise e interpretação de evidências relacionadas a crimes. Algumas das principais áreas de atuação incluem:

Institutos de Criminalística: Muitos profissionais encontram emprego em institutos de criminalística vinculados a órgãos de segurança pública. Nesses locais, eles desempenham um papel vital na análise de evidências físicas coletadas em cenas de crime, utilizando conhecimentos especializados para fornecer subsídios às investigações policiais.

Laboratórios Forenses: Laboratórios especializados em análise forense são ambientes comuns de trabalho para esses profissionais. Eles realizam exames detalhados em diversas áreas, como genética forense, balística, toxicologia e análise de vestígios, contribuindo para a construção de casos criminais.

Órgãos de Segurança Pública: Profissionais de investigação forense podem integrar equipes de órgãos de segurança pública, trabalhando diretamente com investigadores e outros profissionais da área para fornecer suporte técnico e científico durante a resolução de crimes.

Perícia Independente: Alguns peritos e investigadores forenses optam por atuar de forma independente, oferecendo serviços de consultoria e perícia a advogados, empresas privadas ou diretamente ao público. Essa abordagem permite que eles apliquem seus conhecimentos em uma variedade de contextos legais.

Órgãos Governamentais e Agências Especializadas: Além das forças policiais, profissionais formados em investigação forense podem encontrar oportunidades em órgãos governamentais e agências especializadas, como agências de inteligência, onde sua expertise é valiosa na análise de evidências em casos complexos.

Pesquisa Científica: Alguns profissionais escolhem seguir carreiras acadêmicas ou de pesquisa, contribuindo para o avanço dos métodos e tecnologias utilizados na investigação forense. Isso pode envolver colaboração com universidades, instituições de pesquisa ou laboratórios especializados.

Quais os riscos de ser um perito criminal?

Ser um perito criminal pode envolver diversos riscos, especialmente devido à natureza do trabalho e ao ambiente em que os peritos frequentemente operam. Alguns dos riscos mais comuns incluem:

Exposição a substâncias perigosas: Durante o trabalho de coleta de evidências em cenas de crime, os peritos podem entrar em contato com substâncias perigosas, como sangue, produtos químicos ou materiais biológicos. Isso pode representar um risco de contaminação ou exposição a agentes patogênicos.

Ambientes perigosos: As cenas de crime podem variar de locais urbanos a áreas rurais, e podem apresentar condições perigosas, como estruturas instáveis, presença de armas ou dispositivos explosivos, e ambientes nocivos, como incêndios, inundações ou locais contaminados.

Riscos físicos: O trabalho de um perito pode exigir atividades físicas desafiadoras, como subir em alturas, entrar em espaços confinados ou lidar com equipamentos pesados. Isso pode aumentar o risco de lesões físicas, como quedas, cortes ou contusões.

Stress emocional: O trabalho de um perito criminal pode envolver a exposição a cenas violentas, traumáticas ou perturbadoras. Isso pode levar a estresse emocional, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) e outros problemas de saúde mental.

Pressão e escrutínio: Os peritos podem enfrentar pressão e escrutínio durante investigações criminais, especialmente em casos de alta visibilidade ou sensibilidade. Isso pode incluir pressão para produzir resultados rápidos e precisos, assim como a possibilidade de serem questionados ou contestados em tribunal.

Se você deseja se aprofundar no tema e descobrir mais informações sobre a carreira, veja quanto ganha um perito criminal.

Dica importante: Confira o Guia Completo sobre a Redação do Enem. Veja dicas incríveis para você arrasar e conseguir uma boa nota nesta parte importante da prova. Tenha acesso aos critérios de avaliação, dicas de especialistas e exemplos nota 1000! Tudo gratuito para você!

Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Investigação Forense e Perícia Criminal?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Investigação Forense e Perícia Criminal?

O mercado de trabalho para profissionais formados no curso de Investigação Forense e Perícia Criminal exige uma combinação única de habilidades técnicas, científicas, éticas e interpessoais. Dada a natureza crítica e sensível do trabalho realizado por esses especialistas, as exigências do mercado refletem a necessidade de profissionais altamente qualificados e comprometidos. Algumas das principais exigências incluem:

Formação Acadêmica Específica: A conclusão bem-sucedida de um curso de Investigação Forense e Perícia Criminal é o primeiro requisito. A formação acadêmica proporciona aos profissionais o conhecimento teórico e prático necessário para conduzir investigações e análises forenses de maneira eficaz.

Experiência Prática e Estágios: Muitos empregadores valorizam a experiência prática adquirida durante estágios ou trabalhos anteriores em laboratórios forenses, institutos de criminalística ou órgãos de segurança pública. A aplicação prática dos conhecimentos teóricos é fundamental para o desenvolvimento das habilidades necessárias.

Habilidades Técnicas Avançadas: Profissionais de investigação forense precisam demonstrar proficiência no uso de tecnologias avançadas e ferramentas especializadas, como equipamentos de análise de DNA, softwares forenses, e instrumentos para coleta e processamento de evidências.

Conhecimento Jurídico e Procedimentos Legais: Compreender os aspectos legais relacionados à coleta de evidências, depoimentos em tribunal e a cadeia de custódia é crucial. Profissionais devem estar atualizados sobre legislação criminal e normas éticas relacionadas à sua atuação.

Habilidades de Comunicação: A capacidade de comunicar de forma clara e eficaz é essencial. Isso inclui a redação de relatórios forenses detalhados, a apresentação de resultados em tribunal e a comunicação efetiva com outros profissionais, como investigadores, advogados e colegas de equipe.

Ética Profissional e Integridade: A confiança na integridade do profissional é crucial no campo forense. A observância de padrões éticos estritos, a imparcialidade na análise de evidências e a manutenção da confidencialidade são aspectos fundamentais para o profissionalismo.

Atualização Contínua: Dada a evolução constante da tecnologia e das metodologias forenses, os profissionais devem demonstrar disposição para a aprendizagem contínua. Participação em cursos de atualização, conferências e treinamentos específicos é altamente valorizada.

Trabalho em Equipe: A colaboração é uma habilidade fundamental, pois os profissionais de investigação forense frequentemente trabalham em equipe com outros especialistas, investigadores e profissionais da área legal. A capacidade de contribuir positivamente em um ambiente de equipe é crucial.

Nota de corte para Investigação Forense e Perícia Criminal

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Investigação Forense e Perícia Criminal foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Investigação Forense e Perícia Criminal
Está com dúvidas sobre Investigação Forense e Perícia Criminal? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Investigação Forense e Perícia Criminal

Tipo de Pergunta
Recentes