logo
Como funciona
  1. Busque seu curso

    Compare preços e escolha o curso que cabe no seu bolso


  2. Garanta sua bolsa

    Um super desconto que vale até o final do seu curso


  3. Estude pagando menos

    Aí é só fazer o processo seletivo e a matrícula na faculdade


Perito criminal: tudo sobre a profissão

O responsável por coletar e analisar provas e ajudar no esclarecimento de crimes

A concorrência em concursos para perito criminal é bastante alta; salário médio inicial gira em torno de R$ 13 mil

perito criminal

Sobre a profissão

O perito criminal é um servidor da Polícia ou da Justiça focado na investigação científica de crimes, chamada de investigação forense. Seu principal trabalho é ir até o local onde podem ter acontecido as ocorrências e coletar provas que precisem passar por minuciosa análise com base em evidências científicas, comportamentais e demais meios de utilização legais.

Como há uma formação ampla para a profissão, o perito criminal pode investigar desde crimes com aplicação da violência como assassinatos, estupros e roubos ou investigações que envolvam fraudes em documentação, computadores, celulares e problemas fiscais.

A atenção aos detalhes é característica essencial a um perito criminal. Esse profissional não pode abandonar provas ou perder prazos para analisar suas coletas. Deve também cruzar testemunhos e ser cético diante de confissões ou juras de inocência.

O principal desafio dos peritos criminais é ir até as cenas de crimes para procurar provas, como fios de cabelo, impressões digitais e manchas de sangue, que podem ajudar a solucionar o autor do caso e o que aconteceu no local. Esses profissionais também atuam em laboratórios, com análises e elaboração de relatórios sobre o material encontrado. 

O principal local de atuação de um perito criminal no Brasil é no Instituto de Criminalística de cada um dos estados ou de órgãos federais. O ingresso nesses órgãos, normalmente ligados à Polícia Civil e ao Poder Judiciário, acontece somente por concurso público.

O profissional pode atuar nas ruas, indo diretamente aos acidentes de trânsito e a outras ocorrências policiais para coletar as provas e dados necessários. Ele também é levado até as cenas de reconstituição de crimes, das quais é um dos principais responsáveis para que as provas coletadas tenham embasamento. O perito criminal atua ainda dentro de laboratórios, checando e analisando cientificamente tudo o que foi coletado como prova, como armas, sangue, células, documentos, equipamentos, entre outros.

Perito criminal

Como se tornar um Perito criminal?

Para seguir carreira como perito criminal é necessário um curso superior. Mas não há um curso específico na área. Os concursos para perito criminal pedem titulação em Química, Engenharia, Ciências Contábeis, Psicologia, Medicina, Farmácia, Biologia, Bioquímica, entre outras. 

Essa amplitude se justifica já que o perito criminal realmente pode ser requisitado em diversas investigações, cujos conhecimentos se aplicam a uma área específica. Portanto, cabe ao interessado nessa profissão conhecer em qual área da perícia criminal ele se encaixa melhor e compreender que a graduação de nível superior não dará para ele formação específica para a profissão. Tendo ciência dessa lacuna, os institutos de criminalística oferecem aos aprovados em concurso público um curso voltado para a profissão, com suporte necessário para que o profissional tenha uma atuação de excelência.

Mais profissões da área de Ciências Exatas e Informática

Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.