Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Português

Regência Nominal

Bianca Ferraz
Publicado por Bianca Ferraz
Última atualização: 21/8/2018

Introdução

A regência é um processo da língua pelo qual um elemento determinante subordina outro elemento, chamado, consequentemente, de subordinado. A marca dessa subordinação aparece explicitamente nas construções linguísticas por meio da preposição.

A regência nominal refere-se à regência de substantivos e adjetivos. Algumas palavras dessas classes apresentam mais de uma regência, o que implica, em alguns casos, dúvida sobre qual preposição escolher no momento de usá-las. Essa escolha deve estar pautada, no entanto, no objetivo de dar maior clareza à construção.

Diferentes regências e possibilidades de uso

Veja alguns exemplos de nomes que possuem diferentes regências e suas possibilidades de uso:

Com o substantivo “amor”

  • Tenha amor seus livros.
  • Com efeito, o amor do próximo era um obstáculo grave à nova instituição. (Machado de Assis)
  • Marcela morria de amores pelo Xavier. (Machado de Assis)

Com o adjetivo “ansioso”

  • Tinha a boca ansiosa de beijos.
  • Ele estava ansioso por encontrá-la.
  • A menina estava ansiosa para rever sua prima.

Com o adjetivo “bom”

  • Ar puro é bom aos doentes.
  • Meu pai foi muito bom para eles.
  • Esta água é boa de beber?
  • Ela sempre foi boa para com sua família.
  • João era bom em matemática.

Com o substantivo “gosto”:

  • Quanto mais se arriscava, mais tomava gosto às aventuras.
  • O gosto de vê-lo sorrir preenchia seu vazio interior.
  • Tinha gosto em pensar em comer.
  • Tinha muito gosto para música.
  • Desde criança, despertaram na menina o gosto pela pintura.

Regência de alguns nomes

É importante conhecer a regência dos substantivos e adjetivos, não apenas porque alguns deles apresentam diversas preposições como possibilidade de uso, mas também porque, muitas vezes, a regência aceita pela modalidade padrão culta da língua é diferente da regência que é utilizada corriqueiramente pelas pessoas em seu dia a dia.

Veja, na lista abaixo, a regência de alguns termos:

Alheio a:

  • Ele estava alheio ao momento político do país.

Apto a, para:

  • O candidato mostrou-se apto ao cargo pretendido.
  • O estudante estava apto para o trabalho solicitado.

Bacharel em:

  • Sua formação era de bacharel em direito.

Contrário a:

  • Sempre fui contrário a ações precipitadas e impulsivas.

Cuidadoso com:

  • João sempre foi cuidadoso com sua irmã mais nova e seus primos.

Digno de:

  • O médico era digno de todas as homenagens que recebeu dos moradores da cidade.

Dúvida acerca de, em, sobre:

  • Mariana estava com dúvida acerca de que carreira seguir.
  • Guilherme tinha muitas dúvidas em química orgânica.
  • O professor perguntou se alguém tinha alguma dúvida sobre a matéria da aula anterior.

Essencial para:

  • Sua ajuda é essencial para o bom funcionamento do programa de doações.

Favorável a:

  • Marcos mostrava-se favorável a políticas mais agressivas.

Horror a:

  • Todos sabem que minha mãe tem horror a baratas e outros insetos.

Impróprio para:

  • O novo filme em cartaz no cinema é impróprio para menores de 18 anos de idade.

Menor de:

  • Os meus filhos têm 13 e 17 anos, ou seja, ainda são menores de idade.

Próprio para, de:

  • O programa de TV sobre o qual comentei é próprio para crianças de pouca idade.
  • As atitudes de Anita eram próprias de uma artista renomada.

Situado a, em, entre:

  • O sítio de meu pai está situado a 600 metros da casa de seu primo.
  • O estado de São Paulo está situado em um dos países com maior extensão territorial do mundo.
  • O meu terreno está situado entre as propriedades de João, dono do supermercado, e de Maria, minha prima.

Triste de, com:

  • Estava triste de ter perdido o ônibus.
  • Eu estou triste com você.

Exercícios

Exercício 1
(UTFPR/2007)

Praga é a cidade NA QUAL Mozart viu "estourar" suas óperas "As bodas de Figaro" e "Don Giovani".

O termo destacado pode ser substituído, sem ferir a norma culta ou alterar o sentido, por

  • em que.
  • quando.
  • onde.
  • Está(ão) correta(s) apenas: 

    Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

    Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

    Carregando...

    Veja também

    PORTUGUÊS
    Acentuação Gráfica
    Acentuação Gráfica
    PORTUGUÊS
    Adjetivos
    Adjetivos
    PORTUGUÊS
    Advérbios
    Advérbios
    PORTUGUÊS
    Agente da Passiva
    Agente da Passiva
    PORTUGUÊS
    Aposto
    Aposto
    PORTUGUÊS
    Artigo
    Artigo
    PORTUGUÊS
    Classes Gramaticais
    Classes Gramaticais
    PORTUGUÊS
    Colocação Pronominal
    Colocação Pronominal
    PORTUGUÊS
    Complemento Nominal
    Complemento Nominal
    PORTUGUÊS
    Concordância Nominal
    Concordância Nominal
    PORTUGUÊS
    Concordância Verbal
    Concordância Verbal
    PORTUGUÊS
    Conjunção
    Conjunção
    PORTUGUÊS
    Crase
    Crase
    PORTUGUÊS
    Interjeição
    Interjeição
    PORTUGUÊS
    Numeral
    Numeral
    PORTUGUÊS
    Objeto Direto
    Objeto Direto
    PORTUGUÊS
    Objeto Indireto
    Objeto Indireto
    PORTUGUÊS
    Orações Coordenadas
    Orações Coordenadas
    PORTUGUÊS
    Oração Subordinada Substantiva
    Oração Subordinada Substantiva
    PORTUGUÊS
    Ortografia
    Ortografia
    PORTUGUÊS
    Predicativo do Sujeito e do Objeto
    Predicativo do Sujeito e do Objeto
    PORTUGUÊS
    Pretérito Imperfeito
    Pretérito Imperfeito
    PORTUGUÊS
    Pronomes
    Pronomes
    PORTUGUÊS
    Pronomes Pessoais
    Pronomes Pessoais
    PORTUGUÊS
    Regência Verbal
    Regência Verbal
    PORTUGUÊS
    Sinais de Pontuação
    Sinais de Pontuação
    PORTUGUÊS
    Substantivo
    Substantivo
    PORTUGUÊS
    Verbo Ser
    Verbo Ser
    PORTUGUÊS
    Vocativo
    Vocativo
    PORTUGUÊS
    Vozes Verbais
    Vozes Verbais