Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Português

Uso da Vírgula

Bianca Ferraz
Publicado por Bianca Ferraz
Última atualização: 13/8/2018

Introdução

A vírgula é um dos principais sinais de pontuação do português. De modo geral, pode-se dizer que a vírgula é utilizada para separar termos dentro de uma oração ou de um período.

É importante destacar que essa separação se refere a termos que já estão, de alguma forma, distantes. Não se pode separar por vírgulas elementos de uma oração que sejam profundamente relacionados entre si. 

É por isso que separar sujeito e predicado com vírgula é considerado um erro grave, pois são partes da oração que estabelecem uma relação muito profunda entre si.

Confira a seguir casos em que ocorre vírgula.

Para separar termos que exercem uma mesma função sintática

Peguei minhas malas, meu violão, meus livros.

Perceba que os elementos separados por vírgula exercem a mesma função sintática: eles funcionam como objeto direto do verbo “pegar”.

Para separar orações coordenadas assindéticas

Vim, vi, venci.

As orações, que possuem sentido independentemente umas das outras, são separadas por vírgula.

Para separar orações coordenadas sindéticas, exceto as que se iniciam pela conjunção e

Fui ao shopping, mas não fui ao cinema.

A conjunção “mas” é adversativa, ou seja, indica uma oposição, um contraste. As orações em questão são independentes uma da outra, por isso, são sindéticas e podem ser separadas por vírgula.

Para indicar aposto explicativo

A cidade que amava, o Rio de Janeiro, encontra-se muito violenta.

Perceba que a expressão entre vírgulas (“o Rio de Janeiro”) explica o sentido do que é dito anteriormente (“cidade que amava”), exercendo a função de aposto explicativo, que deve aparecer marcado por vírgulas.

Para indicar pleonasmo, polissíndeto e repetições de palavras;

Mesmo sem chegar a lugar algum, a família andou, andou, andou.

A repetição do verbo “andar” vem marcada pelo uso de vírgulas.

Para separar o vocativo;

João, venha aqui!

O termo “João” não exerce uma função sintática na oração “venha aqui”. Essa ligação mais frouxa com a oração caracteriza o vocativo, que deve aparecer separado por vírgula.

Em orações subordinadas substantivas adjetivas explicativas;

O homem, que trabalha, tem valor.

Nesse caso, as vírgulas cumprem o papel de separar a oração subordinada adjetiva da oração principal e, por consequência, são responsáveis por estabelecer uma relação de explicação entre a oração subordinada e o antecedente ao qual se refere.

Para separar orações intercaladas;

A vizinha, disse Joana, não está em casa.

A oração intercalada deve vir destacada da oração que a envolve. Um dos recursos utilizados para fazer essa separação é a vírgula, como ocorre no exemplo citado, em que “Joana disse” é uma oração intercalada.

Para marcar o deslocamento de orações subordinadas adverbiais;

Na semana passada, não houve jogo de futebol.

A expressão “Na semana passada” indica uma circunstância, o que demonstra o seu caráter adverbial. Como esse adjunto está localizado no início do período, ele está deslocado e, por isso, deve aparecer seguido de vírgula.

Em datas, separando o nome do local em que se fala

São José dos Campos, 21 de junho de 2017.

Na construção de cabeçalhos, por exemplo, deve-se separar, por meio de vírgula, a cidade e a data.

Para indicar partículas de explicação, correção, concessão, continuação etc (Exemplos: aliás, isto é etc)

Chegou ao shopping às 20h, aliás, às 21h.

As partículas de correção ou expletivas devem vir entre vírgulas.

Para indicar a elipse do verbo.

A casa era verde; o portão, branco.

Perceba que a vírgula está marcando a ausência do verbo “ser”, que pode ser subentendido pelo contexto: A casa era verde; o portão, [era] branco.

Atenção: De modo geral, usa-se vírgula após os elementos coesivos, quando eles estão no início da frase, e antes deles quando estão no meio. 

Acordou atrasada. Apesar disso, chegou no horário certo.

Acordou atrasada, mas não faltou ao serviço.

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...