logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Famosos e organizações se mobilizam para pagar a inscrição do Enem de candidatos

por Isabella Baliana em 20/05/22

Todos os anos, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) atrai milhares de pessoas de todo o país que desejam conseguir uma vaga em instituições de ensino superior públicas e privadas e assim iniciar seus estudos na graduação. 

Encontre bolsas de estudo de até 80%

As inscrições para o Enem 2022 tiveram início dia 10 de maio e vão até o dia 21 do mesmo mês, no sábado. Já as provas do exame serão aplicadas apenas no final do ano, em dois domingos consecutivos: 13 e 20 de novembro de 2022.

Assim como nas edições anteriores, aqueles que não tiveram o pedido de isenção aprovado ou que não solicitaram a isenção devem pagar uma taxa de R$ 85,00 para ter sua inscrição aprovada e conseguir realizar a prova. A taxa de inscrição poderá ser paga até o dia 27 de maio, por meio de boleto, PIX ou cartão de crédito. 

 Famosos e organizações fazem campanhas para pagar inscrições

Buscando ajudar os candidatos que fizeram a inscrição do Enem e incentivar mais pessoas a terem acesso ao ensino superior no Brasil, alguns artistas, personalidades públicas e organizações criaram iniciativas para pagar o valor da taxa de inscrição do exame de pessoas que precisassem desse auxílio. 



Veja também: Redação do Enem 2022: confira 5 possíveis temas
13 citações sobre cultura para utilizar na redação

Fábio Porchat

Um dos exemplos mais conhecidos foi o ator e comediante Fábio Porchat, que criou o projeto "Quebra Essa, Porchat", em suas redes. Na iniciativa, que começou em 2021, Porchat pagou a taxa de 100 inscrições do Enem de participantes que pediram ajuda e outras personalidades famosas, como a atriz Maisa, o jornalista Gleen Greenwald e o deputado federal David Miranda também apoiaram, pagando mais inscrições. 

Neste ano o ator decidiu repetir a iniciativa "Quebra Essa, Porchat", mas dessa vez pagando 200 taxas de inscrições do Enem. Em seu tweet na rede social, Fábio declarou: "Agora vou apoiar 200 estudantes que não sabem como vão pagar a inscrição! Amanhã postarei o formulário para me enviarem os boletos, então não percam tempo! Essa ação ano passado rendeu muitas matrículas na universidade. Acredito em vocês, bora lá que só a educação muda o mundo!". 

O jornalista e advogado constitucionalista, Glenn Greenwald, respondeu ao post e também comentou que apoiaria o ator novamente neste ano, dizendo que, juntamente com o deputado federal David Miranda, eles realizariam o pagamento de mais 100 inscrições do Enem para estudantes que precisassem dessa ajuda. 

Leia mais: Enem 2022: pagamento da inscrição via cartão de crédito tem taxa
Como se preparar para fazer o Enem pela primeira vez?

Cactos pela Vida

Uma das organizações que se mobilizou foi a Cactos pela Vida. Criado em 2021, o perfil atuou com o objetivo de arrecadar fundos e divulgar ONGs no período da pandemia de covid-19. Além disso, a página também é um fã-clube da ganhadora do BBB21, Juliette.

Assim como no ano passado, neste ano, eles realizaram a campanha "De 1 em 1" para pagar inscrições do Enem de participantes que não tinham como arcar com o custo. Assim, as pessoas poderiam fazer doações a partir de 1 real e todo o o valor arrecadado seria para ajudar aqueles jovens que não tiveram a isenção da taxa aprovada e tenham como comprovar que não possuem renda para fazer o pagamento. 

Leia também: Reembolso Enem: descubra se o valor da taxa pode ser devolvido
Como gerar o boleto do Enem?

Movimento Amplia

Conforme consta em seu perfil, o Movimento Amplia é uma organização que busca ampliar o acesso das juventudes pretas, pardas e indígenas ao ensino superior, promovendo uma maior equidade racial e social nas instituições de ensino do país.

Neste ano o grupo lançou a campanha "Amplia Enem 2022", que teve como objetivo conectar estudantes a pessoas que querem apoiá-los e garantir que possam fazer suas inscrições no Enem, pagando suas inscrições. Assim, quem quer ajudar e pode pagar as inscrições, deve se inscrever em um formulário e quem precisa da ajuda para pagar a taxa, em outro. 

"Em 2020 fizemos nossa primeira campanha e conseguimos pagar mais de 100 inscrições do Enem. Em 2021, foram 835 inscrições confirmadas. Em 2022, queremos sonhar mais alto e garantir a inscrição de 1000 estudantes", o projeto afirma no texto do formulário.

A deputada federal Tabata Amaral foi uma das apoiadoras do projeto, que respostou a ação em seu perfil e pediu que os internautas também apoiassem a iniciativa do Movimento Amplia:


Veja mais: Pode mentir no Questionário Socioeconômico do Enem?
Como pagar a taxa do Enem por PIX?

Quero Bolsa + Uniasselvi

Neste ano, a Quero Bolsa se juntou com a faculdade Uniasselvi para ajudar vários estudantes que vão prestar o Enem a pagar a taxa de inscrição. De acordo com a postagem em suas redes, eles irão pagar os 60 primeiros boletos que receberem pelo link disponibilizado na bio do Instagram.  Assim, é só você enviar o seu boleto ou o de alguém que está precisando muito de ajuda para pagar a taxa. 

Campanha ENEM LGBTQIAP+

Nesta campanha, vários perfis se juntaram para promover o acesso de pessoas das comunidades LGBTQIAP+ e as instituições de ensino superior. O projeto conta com os esforços do @KBpod, podcast diário focado em notícias LGBTQIAP+ do Brasil, em parceria com o @Bissexuality, @CasinhaAcolhida e também o @FIOpodcasts.

O projeto serve para fazer a ponte entre pessoas da comunidade LGBTQIAP+ que querem fazer a prova do Enem deste ano, mas não têm condições de pagar a taxa de inscrição e pessoas dispostas a ajudar. Assim, tanto para pedir apoio, quanto para apoiar, os interessados devem se inscrever no formulário divulgado no perfil do @KBpod.

Veja também: Enem 2022: candidatos relatam isenção automática sem solicitação
Até quando pode pagar a taxa do Enem?
Até que horas vai a inscrição do Enem 2022?

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54