Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Pós-graduação

O segredo para fazer uma dissertação de mestrado perfeita

* Texto escrito pela colaboradora Erica Valério

Escrever uma dissertação de mestrado é encarado como um dos momentos mais “emocionantes” (leia-se: temidos) pelos estudantes.

O texto é uma das condições e caminhos para alcançar a tão esperada aprovação do título de mestre. Para isso, a dissertação de mestrado deve cumprir uma lista de exigências estabelecidas para uma produção científica. Mas, calma! No final tudo dá certo!

homem fazendo dissertação no computador com livros
Dicas infalíveis para preparar a dissertação de mestrado perfeita

A dissertação de mestrado é o primeiro grande desafio acadêmico após a graduação e se diferencia desse período anterior por ter um foco maior na pesquisa. Na graduação, o ensino em sala de aula acaba tomando a maior parte da formação.

O mestrado tem um peso importante na formação profissional do pesquisador e possibilita que ele se encoraje no sentido de iniciar um processo de autonomia em relação à produção do conhecimento. O mestrado é considerado como uma pós-graduação stricto sensu, juntamente com o doutorado. Além dessa categoria, também existem as pós-graduações lato sensu, como especializações e MBA.

Veja abaixo algumas oportunidades de cursos de pós-graduação voltados para todos os tipos de modalidades:

Melhores pós-graduações


A dissertação é própria do mestrado, enquanto a tese é voltada para a conclusão do doutorado. Nessa matéria da Revista Quero você encontra quais são as principais diferenças entre cada tipo. 

Glicia Pontes, professora da Universidade Federal do Ceará, é mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Ela conta que uma das questões que a levou a fazer um mestrado foi a curiosidade pelos temas aliados ao seu interesse de pesquisa na época: comunicação política e eleitoral. 

“Após a aprovação e ingresso no mestrado, pude ter contato com docentes que eram experientes na realização de pesquisas e aprendi muito sobre como aprimorar meu olhar investigativo e crítico", comenta ela. Glicia também conta que esse contato possibilitou que ela realizasse uma pesquisa aprofundada, além de finalizar o período do mestrado com um texto que traduziu seu primeiro percurso como pesquisadora. 

A entrevistada conta que estudou a história e as práticas de comunicação política de um grupo fortalezense que pregava o boicote eleitoral. “Acompanhei os atos do grupo, entrevistei militantes, fotografei ações e registrei tudo num diário de campo. Toda essa experiência me permitiu articular a realidade com conceitos abstratos e teóricos que discutimos na academia."

Saiba mais:
Como é fazer um mestrado?
Mestrado profissional ou acadêmico: qual fazer?
Qual a diferença entre mestrado e doutorado?

Após o processo de defesa da dissertação, o qual contou com a participação de cinco professores, ela passou a apresentar o trabalho em congressos, participar de programas de rádio e TV, publicar artigos e, dessa forma, divulgar os resultados encontrados.

A produção de uma dissertação de mestrado é algo que se aprende aos poucos e exige muita dedicação e disciplina. Nem sempre é fácil sustentar o ritmo quase frenético de trabalho e quem deixa para finalizar tudo aos 45 do segundo tempo, pode não alcançar o resultado esperado.

Com tudo isso, que tal conferir 6 dicas apontadas pela  literalmente mestre no assunto, Glicia Pontes.

1. Adote uma rotina diária de escrita

gif pessoa estudando
Tenha uma rotina de estudos e escrita para o mestrado

As dissertações de mestrado costumam ter muitas páginas. Já pensou em escrevê-las com o máximo de atenção e detalhes em um período bem curto? Isso não é nada recomendável"

Para evitar qualquer surpresa, organize-se para escrever um pouco todos os dias. Com o passar do tempo é natural que a produção do conteúdo aumente, até mesmo pelo nível de conhecimento sobre o tema que, naturalmente, começa a tomar grandes proporções. Dessa forma, você estará preparado para fazer um trabalho de qualidade e sem nenhuma surpresa ruim.

2. Tempo de produção da dissertação de mestrado

No caso de um mestrado acadêmico, a dissertação leva em torno de dois anos para ser concluída. Esse tempo de redação varia de autor para autor, mas o prazo de defesa estabelecido pelos programas de pós-graduação é, geralmente, de 24 meses - desde o ingresso do estudante na instituição até a defesa do trabalho.

A parte textual nem sempre marca o início do processo de produção, pois toda a etapa de pesquisa de campo, observação, leituras, entrevistas e demais formas de aprofundamento da pesquisa são fases importantes na construção do texto final. 

Saiba mais:
15 ferramentas essenciais para quem faz mestrado
Como fazer um mestrado no exterior?

3. Seja organizado com as datas

gif calendário
Esteja atento às datas

Antes mesmo do prazo final estabelecido, defina com você mesmo uma data ideal de conclusão da sua dissertação. A partir desse prazo, institua demais as datas para a finalização das seções ou capítulos.

Mas lembre-se: não é porque uma data limite foi estabelecida que você não precisa se empenhar na entrega do texto com uma certa antecedência para o seu orientador. Organize-se para não deixar para cima da hora e crie um calendário para manter o timing em dia. 

4. Estrutura obrigatória da dissertação de mestrado

Existem vários formatos diferentes de dissertação que são adotados de acordo com as características das áreas do conhecimento. Mas a estrutura básica é composta por:

- Resumo
- Introdução
- Capítulos de fundamentação teórica e análise dos dado
- Considerações finais.

Olhando assim parece simples, né? Mas não se engane: para construir uma dissertação é preciso MUITA pesquisa e dedicação.

5. Melhor formato de conclusão

Além de apresentar o resultado para a banca avaliadora, os autores de dissertações podem apresentar o trabalho em congressos acadêmicos, publicar artigos ou transformar o texto em livro.

Hoje, com as plataformas digitais, existem várias formas de divulgação científica que podem ser buscadas pelo pesquisador com o objetivo de popularizar o seu trabalho. Ou seja, todo o seu esforço continuará trazendo frutos e se eternizará na área da pesquisa, sendo divulgado para interessados e apoiando outros pesquisadores também.

7. Atenção às regras da ABNT 

As regras da ABNT podem causar muita dor de cabeça aos estudantes. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) possui uma lista extensa de normas para produções científicas e os avaliadores geralmente são bem rigorosos. Por isso, cuidado nunca é demais!

Hoje em dia existe uma série de aplicativos que adaptam os textos de acordo com a ABNT, o que facilita - e muito - todo trabalho. Mas é sempre bom ficar atento aos detalhes para não deixar nenhuma regrinha básica passar e, dessa forma, perder pontos sem necessidade. 

Saiba mais:
9 ferramentas indispensáveis para quem faz pós-graduação
Qual é a diferença entre lato sensu e stricto sensu?

Bora começar o seu mestrado?

Independentemente do tipo de mestrado (ou de outras modalidades de pós-graduação), o site do Quero Bolsa é o lugar ideal para que você encontrar a sua vaga. E o melhor de tudo: com mensalidades bem menores graças às bolsas de estudo que chegam a até 80%!

A plataforma também disponibiliza informações sobre os cursos e avaliações realizadas pelos próprios alunos. Legal, não é? Então dê uma olhada abaixo:

Melhores bolsas para mestrado


Onde fazer sua pós-graduação?

Além de mestrados, é possível encontrar pós-graduação voltada para especializações, MBA e doutorado. Confira algumas instituições de ensino que oferecem vagas em parceria com o Quero Bolsa:

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma pós-graduação?
ALERTA DE VAGAS i-close
O que é o Quero Bolsa?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

O Quero Bolsa é o site que te ajuda a entrar na faculdade! Reunimos todas as informações para você fazer a melhor escolha e garantir uma vaga na faculdade.

Tá esperando o que pra conseguir a sua?

ALERTA DE VAGAS i-close
Veja como é simples! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Preencha os campos abaixo com suas preferências e receba avisos de vagas disponíveis no Quero Bolsa.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma pós-graduação?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54