Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Biblioteconomia

Saiba tudo sobre o curso de Biblioteconomia e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Biblioteconomia no notebook
Média Salarial: R$ 3.782,81
Duração: em média, 4 anos
Bolsas: a partir de R$ 82,00
Ver bolsas de até 87%

Sobre o curso de Biblioteconomia

É a ciência que estuda a produção, a organização, a conservação, a comunicação e a utilização de informação, documentos e materiais bibliográficos. Estuda também a gestão de bibliotecas e outros serviços de informação.

O curso de Biblioteconomia estuda a organização, preservação e disseminação de arquivos bibliográficos. Durante o curso, os estudantes aprendem sobre princípios teóricos e práticos relacionados à administração de bibliotecas, catalogação de materiais, gestão de acervos, pesquisa bibliográfica, técnicas de arquivamento e outras habilidades requisitadas para o trabalho em bibliotecas e centros de informação.

Os alunos também são expostos a disciplinas que abordam a história do livro e da biblioteca, a evolução das tecnologias de informação e comunicação, a mediação da informação e o papel do bibliotecário na sociedade contemporânea.

Além disso, o curso estimula o desenvolvimento de habilidades de pesquisa, pensamento crítico e capacidade de lidar com diferentes públicos. Os estudantes são treinados para auxiliar os usuários na busca por informações, na utilização de recursos tecnológicos e na promoção do acesso à leitura e ao conhecimento.

Os bibliotecários formados podem atuar em diversos contextos, como bibliotecas públicas, escolares, universitárias, especializadas e digitais.

Com o avanço da tecnologia e a transformação digital, os bibliotecários também têm se adaptado às novas demandas do campo, explorando recursos virtuais, participando de projetos de digitalização de acervos e utilizando ferramentas digitais para melhorar a acessibilidade e a usabilidade das informações.

Os tipos de formação para o curso de Biblioteconomia são: bacharelado , pós-graduação e técnico .

Como é o curso de Biblioteconomia?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Biblioteconomia deve conter carga horária de pelo menos 2.400 horas, cumpridas ao longo de quatro anos.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) avalia os cursos de Biblioteconomia com base nas seguintes disciplinas em comum:

  • Fundamentos Teóricos da Biblioteconomia;

  • Estudo de Usuários e Comunidades de Informação;

  • Formação e Desenvolvimento de Coleções;

  • Fontes de Informação;

  • Organização e Administração de Unidades de Informação;

  • Classificação;

  • Catalogação;

  • Indexação e Resumo;

  • Linguagens Documentárias;

  • Recuperação da Informação;

  • Disseminação da Informação;

  • Informática Aplicada;

  • Metodologia da Pesquisa.

Apesar do estágio não ser uma obrigação nas grades curriculares, muitas faculdades exigem a sua realização para a conclusão no curso. O aluno consegue realizá-lo em bibliotecas universitárias, públicas, comunitárias, escolares e especializadas ou em empresas.

Qual a grade curricular de Biblioteconomia?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Biblioteconomia em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Administração de Marketing em Unidades de Informação

  • Administração de Unidades de Informação

  • Administração Orçamentária Unidades de Informação

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de Biblioteconomia?

No curso de Biblioteconomia, os estudantes adquirem conhecimentos e habilidades voltadas ao campo da informação. O programa aborda tanto aspectos teóricos quanto práticos.

Uma das principais áreas de estudo apresentadas ao decorrer do curso é a catalogação e classificação de materiais. Os estudantes aprendem a utilizar sistemas de catalogação para organizar e descrever os recursos de informação de forma padronizada. Além disso, são ensinadas técnicas de classificação, que permitem agrupar os materiais de acordo com assuntos específicos.

Outro aspecto enfatizado é a gestão de bibliotecas e centros de informação. Os alunos aprendem sobre planejamento estratégico, gestão de equipes, elaboração de políticas e procedimentos, marketing de serviços de informação e gerenciamento de recursos e orçamentos.

Além disso, o curso de biblioteconomia aborda a pesquisa bibliográfica e o uso de bases de dados e sistemas de informação.

Outras disciplinas incluem a preservação e conservação de acervos, onde são ensinadas técnicas para a manutenção adequada dos materiais, a digitalização e a preservação de documentos digitais.

Além desses aspectos técnicos, o curso também abrange a história do livro e das bibliotecas, a evolução das tecnologias de informação e comunicação, a mediação da informação e o papel do bibliotecário na sociedade contemporânea.

Caso você tenha dúvidas se esse curso é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

Quanto custa uma faculdade de Biblioteconomia?

A faculdade de Biblioteconomia custa, em média, R$ 431,00. O valor é baseado em 70 instituições parceiras. No site da Quero Bolsa, você pode encontrar ofertas a partir de R$ 25,32 para a área.

Veja as principais ofertas para o curso de Biblioteconomia em sua região.

Procure o curso de Biblioteconomia ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 82,00 entre as 1.407 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Biblioteconomia

O que faz o profissional de Biblioteconomia?

Um bibliotecário desempenha diversas funções essenciais no ambiente de uma biblioteca, visando facilitar o acesso à informação e promover o uso eficiente dos recursos disponíveis. Suas responsabilidades incluem a organização e classificação de materiais, como livros, periódicos e recursos digitais, utilizando sistemas de catalogação. Além disso, os bibliotecários auxiliam os usuários na busca por informações, fornecendo orientação e instrução sobre o uso adequado dos recursos.

Eles também são responsáveis por manter o acervo atualizado, adquirindo novos materiais e descartando aqueles desatualizados ou danificados. A gestão de empréstimos e devoluções é outra tarefa comum, garantindo que os usuários tenham acesso aos materiais desejados de maneira eficiente.

Além das atividades práticas, os bibliotecários desempenham um papel importante na promoção de eventos culturais e educacionais, como palestras, exposições e clubes de leitura, visando envolver a comunidade na utilização da biblioteca como um espaço de aprendizado e convívio.

Por fim, os bibliotecários muitas vezes estão envolvidos em atividades de preservação e conservação de materiais, assegurando a durabilidade e a integridade do acervo ao longo do tempo. Sua atuação é crucial para tornar a biblioteca um ambiente acessível, organizado e enriquecedor para a comunidade que atende.

Onde o profissional de Biblioteconomia pode trabalhar?

O bibliotecário desempenha um papel fundamental na organização e gestão da informação em diferentes contextos, como bibliotecas públicas, escolares, universitárias, especializadas e digitais. Sua principal responsabilidade é facilitar o acesso à informação, auxiliando os usuários na busca por recursos relevantes e na utilização dos serviços oferecidos pela biblioteca.

Uma das atividades centrais do trabalho do bibliotecário é a catalogação e classificação dos materiais. Isso envolve a aplicação de normas e padrões de catalogação, como o AACR2 e o RDA, para criar registros bibliográficos precisos e completos. A classificação é feita de acordo com sistemas como a Classificação Decimal de Dewey ou a Classificação Decimal Universal, visando a organizar os materiais por assuntos para facilitar a localização pelos usuários.

Além disso, o bibliotecário é responsável pela organização física dos materiais nas estantes, garantindo que os livros, periódicos, DVDs e outros recursos estejam dispostos de maneira lógica e acessível. Nas bibliotecas digitais, o bibliotecário desempenha um papel importante na criação e manutenção de bases de dados e catálogos online, garantindo que os recursos sejam devidamente indexados e pesquisáveis.

Outra função essencial do bibliotecário é a orientação e assistência aos usuários. Eles auxiliam na pesquisa bibliográfica, ajudando os usuários a identificar fontes relevantes de informação, utilizar bancos de dados e recursos eletrônicos, e a desenvolver estratégias de busca eficientes. O bibliotecário também fornece orientação sobre o uso de serviços da biblioteca, como empréstimos, reservas de materiais e acesso a recursos digitais.

Os bibliotecários também têm um papel ativo na promoção da leitura e na disseminação do conhecimento. Eles realizam atividades de mediação da informação, como seleção e recomendação de livros e materiais adequados aos interesses e necessidades dos usuários. Também planejam e organizam eventos culturais, palestras, exposições e workshops para incentivar o uso da biblioteca como um espaço de aprendizagem e enriquecimento cultural.

Além dessas atividades, o bibliotecário pode se envolver na gestão de coleções, avaliando e adquirindo novos materiais, descartando aqueles desatualizados ou danificados, e garantindo que a coleção atenda às necessidades dos usuários. Também podem estar envolvidos na preservação e conservação de materiais, implementando medidas de proteção e recuperação de documentos físicos ou digitais.

Com o avanço da tecnologia, os bibliotecários estão se adaptando às demandas digitais. Eles estão cada vez mais envolvidos na criação e gestão de bibliotecas digitais, na curadoria de conteúdos online, na colaboração em projetos de digitalização de acervos e na utilização de recursos tecnológicos para melhorar a acessibilidade e a usabilidade da informação.

Caso você tenha dúvidas sobre a curso de Biblioteconomia ou profissões nesta área, faça o seu questionamento na Comunidade Quero. A Comunidade Quero é um ambiente para troca de conhecimento, onde você pode tirar suas dúvidas e ajudar outros integrantes da Comunidade com as dúvidas sobre o curso.

Quanto ganha um profissional de Biblioteconomia?

O salário médio de um Bibliotecário no Brasil é de R$ 3.782,81 . Os estados onde a profissão de Bibliotecário têm os melhores salários são SP, RJ e MG.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

Ver salários dessa profissão
Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Biblioteconomia?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Biblioteconomia?

A profissão de bibliotecário é amparada por diferentes leis e exige que o profissional seja formado em curso superior de Biblioteconomia reconhecido pelo MEC.

Também é necessário ser regularmente registrado no Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB) para exercer a profissão legalmente.

O mercado de trabalho para bibliotecários exige uma combinação de habilidades técnicas, conhecimentos atualizados e competências interpessoais. As exigências variam de acordo com o contexto e o tipo de biblioteca em que o profissional pretende atuar.

Em primeiro lugar, é essencial ter uma sólida formação acadêmica em biblioteconomia, com conhecimentos teóricos e práticos sobre catalogação, classificação, gestão de coleções, pesquisa bibliográfica, sistemas de informação e tecnologias aplicadas à área.

Além da formação acadêmica, o mercado valoriza a capacidade de se manter atualizado com as tendências e avanços na área da informação. Isso inclui estar ciente das novas tecnologias, recursos digitais e ferramentas de gestão de informação, bem como acompanhar as mudanças nas normas e padrões bibliográficos, como o RDA.

As habilidades técnicas em tecnologia da informação são cada vez mais importantes. Os bibliotecários devem ter conhecimentos em sistemas de gerenciamento de bibliotecas (ILS) e serem capazes de utilizar bancos de dados, softwares de catalogação, recursos eletrônicos e sistemas de busca. Também é desejável ter habilidades em gestão de conteúdo digital, digitalização de documentos e preservação de acervos digitais.

A capacidade de lidar com dados e estatísticas também é valorizada no mercado de trabalho. Os bibliotecários são cada vez mais solicitados a analisar e interpretar dados para avaliar o uso dos recursos da biblioteca, identificar necessidades dos usuários e tomar decisões informadas sobre a gestão da coleção.

Além das competências técnicas, o mercado também valoriza as habilidades interpessoais. Os bibliotecários precisam ter uma boa comunicação verbal e escrita, para interagir com os usuários, responder perguntas e fornecer orientações. Eles também devem ser capazes de trabalhar em equipe, colaborando com colegas, professores e pesquisadores. Habilidades de atendimento ao público, empatia e resolução de problemas são essenciais para fornecer um serviço de qualidade.

Flexibilidade e adaptabilidade são características importantes, pois o campo da biblioteconomia está em constante evolução. Os bibliotecários devem estar abertos a novas tecnologias, mudanças nas demandas dos usuários e novas formas de acesso à informação. A capacidade de aprender continuamente e se adaptar a essas mudanças é crucial para se manter relevante no mercado de trabalho.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Biblioteconomia?

As principais características do profissional de Biblioteconomia, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Manter-se atualizado;
Liderar equipes;
Trabalhar em equipe e em rede;
Capacidade de análise e síntese;
Conhecimento de outros idiomas;
Capacidade de comunicação;
Capacidade de negociação;
Agir com ética;
Senso de organização;
Capacidade empreendedora;
Raciocínio lógico;
Capacidade de concentração;
Proatividade;
Criatividade.

Nota de corte para Biblioteconomia

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Biblioteconomia foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Biblioteconomia
Está com dúvidas sobre Biblioteconomia? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Biblioteconomia

Tipo de Pergunta
Recentes