Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Geografia

Efeito estufa

Maria Júlia Rossetto
Publicado por Maria Júlia Rossetto
Última atualização: 24/4/2019

Introdução

Um sábado qualquer.

O Efeito Estufa é um processo natural da Terra que permite o desenvolvimento da vida no planeta.

Essencial para nós, mas invisível aos olhos. Vamos descobrir como ele funciona e quais são as causas e consequências do Efeito Estufa.

Definições

O efeito estufa é um processo físico que ocorre quando uma parte da radiação emitida pelo Sol (percebida como calor) chega à superfície da Terra e é absorvida por determinados gases presentes na atmosfera, os chamados gases do efeito estufa ou gases estufa. 

Como consequência disso, parte do calor é irradiado de volta para a superfície, não sendo liberado para o espaço.

Esquema das trocas de energia entre o espaço sideral, a atmosfera e a superfície da Terra.

A capacidade da atmosfera terrestre para captar e reciclar energia emitida pela superfície do planeta é a característica do efeito de estufa.

A origem primária desta radiação é o Sol, que continuamente emite para o espaço imensas quantidades de radiação em vários comprimentos de onda, como a luz visível, o infravermelho e o ultravioleta. 

Cerca de um terço da radiação que atinge a Terra proveniente do Sol é refletida de volta para o espaço assim que alcança a atmosfera, mas dois terços penetram na atmosfera e chegam à superfície terrestre (continentes e oceanos). Por isso, a superfície é aquecida.

Se o efeito estufa não existisse, a Terra seria cerca de 30 °C mais fria do que é hoje. Provavelmente ainda poderia abrigar vida, mas ela seria muito diferente da que conhecemos e o planeta seria um lugar bastante hostil para o desenvolvimento da vida.

Porém, atividades humanas como a queima de combustíveis fósseis, o emprego de fertilizantes, o desmatamento, o aumento da criação de gado, o desperdício, por exemplo ajudam a intensificar o efeito estufa, desestabilizando o equilíbrio energético no planeta.

Os gases do efeito estufa

Nem todos os gases presentes na atmosfera ajudam no efeito estufa. O nitrogênio e o oxigênio, que são largamente preponderantes, correspondendo respectivamente a 78% e 21% do ar seco, praticamente não têm ação neste mecanismo. Ele se deve à ação de outros gases com moléculas mais complexas.

Os principais são o vapor d'água (H2O) e o gás carbônico (dióxido de carbono ou CO2). O metano (CH4), e os vários clorofluorcarbonetos (CFCs) e diversos outros, presentes em pequenas quantidades, também contribuem para a produção do efeito. Eles têm as propriedades de serem transparentes em radiação na faixa da luz visível, mas retém radiação térmica.

Parcela de influência dos gases no efeito estufa.

Várias atividades humanas estão envolvidas no incremento da concentração dos gases estufa. As principais são a queima de combustíveis fósseis e os processos industriais, que emitem grandes quantidades de gás carbônico (CO2) na atmosfera.

Nos últimos 800 mil anos, a concentração de CO2 atmosférico manteve-se relativamente estável, variando de 170 a 300 ppm (partes por milhão). Contudo, a Revolução Industrial, iniciada em meados do século XVIII, fez uso intensivo do carvão mineral, e no século XX a exploração do petróleo fez com que a concentração atmosférica se elevasse aproximadamente 35%.

A elevação do metano (CH4), outro gás que potencializa o efeito estufa, se origina no uso de combustíveis fósseis, na agricultura, na decomposição do lixo orgânico e em grande parte, na pecuária, tendo passado de aproximadamente 722 ppb (partes por bilhão) pré-industrial para 1893-1762 ppb em 2014. Já a elevação do óxido nitroso se deve principalmente ao uso de fertilizantes, variando de 270 pré-industrial para cerca de 325 ppb em 2005.

O que é o protocolo de Kyoto?

A preocupação com o efeito estufa é tão grande que 141 países assinaram um acordo internacional que visa diminuir a emissão de gás carbônico para a atmosfera. Este acordo foi chamado de Protocolo de Kyoto (cidade no Japão onde se concluiu o documento). O protocolo de Kyoto, que entrou em vigor em fevereiro de 2005, diz que os países desenvolvidos (que fazem parte do acordo) se comprometem a reduzir até 2012 a emissão de gases de efeito estufa em pelo menos 5%, de acordo com os níveis de 1990.

Os Estados Unidos, que são os maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo (respondendo por 36 % do total mundial) não aceitaram o acordo. Juntos, EUA, Rússia, Alemanha, Grã Bretanha e Japão respondem por 70% das emissões acumuladas de gases de efeito estufa.

Em verde, países que ratificaram o Protocolo de Kyoto. Em azul, países que não ratificaram e em cinza, países que não assumiram nenhuma posição a partir do Protocolo de Kyoto.

A desconcentração natural de CO2 

Os oceanos absorvem grande parte do gás carbônico da atmosfera por dois motivos: um porque o gás se dissolve na água, e outro porque as pequenas algas marinhas durante o processo de fotossíntese consomem CO2. 

Os oceanos podem ser considerados como o grande “consumidor” do CO2 atmosférico. Porém, vale lembrar que é possível dissolver maiores quantidades de um gás em águas mais frias. Se a temperatura das águas dos oceanos aumentar, como consequência do efeito estufa, sua capacidade de absorver o CO2 da atmosfera irá diminuir.

As florestas também são muito importantes para a absorção de CO2, principalmente quando estão crescendo, pois estas também transformam o CO2 atmosférico por meio da fotossíntese. Portanto, um aumento no número de árvores plantadas pode ajudar a diminuir a concentração de CO2 na atmosfera.


Exercícios

Exercício 1
(VUNESP/2010)

O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela superfície terrestre, pelas partículas de gases e água em suspensão na atmosfera que garante a manutenção do equilíbrio térmico do planeta e da vida. O efeito estufa, de que tanto se fala ultimamente, resulta de um desequilíbrio na composição atmosférica, provocado pela crescente elevação da concentração de certos gases que têm a capacidade de absorver calor.

Qual das ações a seguir seria mais viável para minimizar o efeito acelerado do aquecimento global provocado pelas atividades do homem moderno?

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...