Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Vestibular e Enem

Como desenvolver uma analogia na redação?

por Isabela Giordan em 18/03/21

Você já ouviu falar em analogia? Esse termo é utilizado comumente na biologia para descrever estruturas biológicas em diferentes espécies e que possuem a mesma função, mas não estão relacionados evolutivamente. Por exemplo, um pássaro e um morcego possuem asas com funções análogas, porém um é uma ave e o outro um mamífero. 

Porém, a analogia também pode ser utilizada na redação como um recurso de retórica dentro do discurso, ou seja, é uma forma de convencer o leitor por meio de uma comparação entre elementos distintos, mas que possuem paridades

"A analogia é um raciocínio baseado em semelhanças entre coisas e fatos distintos. Uma comparação, por exemplo. Em redação, ela pode ser um recurso de estruturação textual. A analogia pode, por exemplo, estruturar uma contextualização, o desenvolvimento argumentativo, mais conhecido como parágrafo de desenvolvimento, e até aparecer na conclusão", explica Fabiula Neubern, coordenadora de Redação do Curso Poliedro.

Curiosidade: se você procurar em um dicionário por um sinômino para a palavra "semelhança", uma das indicações é "analogia".

analogia na redação

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Como desenvolver uma analogia na redação?

"A analogia é utilizada na redação como uma possibilidade de estabelecer relações de semelhança e aplicar o conhecimento sobre um fato ou fenômeno em outro semelhante, como uma estratégia para que seja facilitada a conexão entre o raciocínio de quem escreve e o pensamento de quem lê", aponta Neubern. 

O indicado é que as relações sejam desenvolvidas durante a estruturação do projeto de texto, que é um esquema geral da estrutura da redação, no qual se estabelecem os principais pontos pelos quais deve passar a argumentação.  

Por isso, é necessário que a analogia seja realizada a fim de tornar a visão do aluno mais didática e inteligível. "A clareza é sempre fundamental para que uma redação de vestibular seja avaliada com notas altas. Desse modo, já no planejamento textual é possível pensar nas melhores analogias para estruturar o raciocínio que se quer defender", reforça a coordenadora de redação. 

E, para fazer com que isso ocorra com êxito, é preciso que o estudante compreenda a "essência" de algo, seja uma teoria filosófica ou o processo de funcionamento do corpo humano, por exemplo, para que ele seja capaz de relacionar essa leitura aos fatos da realidade. 

"Parece-me uma boa maneira de lidar com o ineditismo dos temas de redação: dado que o aluno encara a prova sem saber a respeito o que terá que escrever, ele pode se preparar estudando esses repertórios e, nos treinos ao longo do ano, valer-se deles estruturando analogias em redações de temas variados. A teoria seria 'sempre' a mesma, e o aluno faria a conexão dela com o tema, valendo-se do recurso da analogia", explica.

Dica extra: quer saber como encontrar exemplos de analogias em redações? Fabiula indica que a melhor forma é buscar em cartilhas de redação as expressões "análogo", "análoga" e "analogomente", assim é possível achar onde é utilizado esse recurso e entender quais foram as referências utilizadas e como foram desenvolvidas as conexões.

Quais cuidados ter ao fazer desenvolver uma analogia?

"O principal cuidado deve ser com a escolha dos elementos que serão comparados. Já vi redações que comparam fórmulas matemáticas com conflitos e problemas sociais ou mesmo conceitos da física sendo utilizados para analisar a sociedade. Penso que essas comparações podem ser pouco produtivas ou meramente mecânicas", indica Fabiula.

Para a professora, o ideal ao se desenvolver uma analogia é as utilizar áreas do conhecimento que tenham conexão: "por exemplo, se o tema da redação pertencer à área médica, não vejo problema em o aluno construir uma analogia com a dinâmica do corpo humano ou com o comportamento de um vírus."

Porém, uma outra dica é utilizar filmes, séries, obras de arte, fatos históricos e as teorias do pensamento ao fazer esse tipo de comparação, pois, por estarem dentro da área de humanas, a chance de acerto é maior.

Qual é a diferença entre metáfora e analogia?

Há uma confusão muito comum que entre os estudantes que é a diferença entre analogia e metáfora. Você sabe qual é?

Enquanto a analogia é uma retórica dentro do discurso que faz a comparação objetiva entre dois elementos, a metáfora é comparação implítica entre dois elementos de realidades muito diferentes.

"A metáfora é uma comparação, mas ela acontece forma implícita, ou seja, sem nenhum tipo de elemento comparativo e entre elementos de realidades muito diferentes. Já a analogia ocorre quando eu crio uma equiparação de características entre dois elementos que são comparaveis", explica Thiago Braga, professor de redação do pH.

Além disso, a metáfora é utilizada na introdução, já a analogia é um recurso utilizado  comumente no desenvolvimento da redação.

Como conseguir a nota máxima na redação do Enem?

Para auxiliar os participantes do Enem, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio de Teixeira (Inep), órgão responsável pela prova, divulgou cinco cartilhas com os critérios de correção de cada competência avaliada. 

E, pensando em ajudar os estudantes, a Revista Quero produziu uma série de cinco matérias com o resumo do conteúdo divulgado em cada uma das cartilhas. Confira:

Guia completo: Redação do Enem

Gostou das dicas de citações? Então, veja tudo o que você precisa saber sobre a redação do Enem! Neste guia, você aprende como deve ser o formato da redação, quais são os critérios de avaliação e vê exemplos de redações de sucesso e dicas de quem tirou nota 1.000 e é especialista no assunto. 

Baixar Guia sobre Redação

Manual do Enem

Se você precisa de ajuda nos estudos, o Manual do Enem é uma ótima alternativa. Essa  plataforma de estudos oferece gratuitamente todos os conteúdos que podem ser cobrados no Enem. Acompanhados por vídeos, imagens, os textos também possuem exercícios para testar os seus conhecimentos. 

Saiba mais: Como se escreve? Veja as dúvidas de português mais comuns

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54