logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Como escrever uma tese para redação do Enem?

por Giovana Murça em 24/11/20

Atualizado em 24/03/2022

“Tese” pode ser uma palavrinha assustadora muitos estudantes. E não é à toa. Comuns em pesquisas científicas ou em trabalhos acadêmicos, as teses também são essenciais na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Baixe já: Plano de estudo gratuito para o Enem
Encontre bolsas de estudo de até 80% para graduação

katemangostar/freepik
tese redação

A tese nada mais é do que a ideia central da redação. Ela é o ponto de vista ou a opinião do candidato sobre o problema apresentado no tema da redação. A tese estrutura toda a argumentação que será sustentada ao longo do texto, o que a torna indispensável no formato de redação dissertativa-argumentativa exigido no Enem. 

Como escrever uma tese para redação do Enem?

Na redação do Enem, a tese deve aparecer já no primeiro parágrafo do texto, isto é, na introdução. A introdução é o momento em que o estudante contextualiza o tema, por meio de uma alusão histórica, uma narração ou uma citação, por exemplo, apresenta o tema de fato e, então, finaliza com o posicionamento que o texto vai trabalhar na argumentação. 


Veja como exemplo a tese da redação nota mil do Pedro Assaad Salloum Moreira da Rocha, no Enem 2018:

tese redação

“No Enem, o que se espera da tese é que ela seja uma frase bastante objetiva e que desenvolva uma problematização daquela situação e resuma o encaminhamento dos parágrafos de argumentação”, enfatiza Eduardo Zenon, diretor-pedagógico e professor de redação da plataforma de aprendizagem Pontue.

Tipos de  teses

O professor Eduardo explica que existem dois tipos principais de teses: a síntese e a causa e consequência. Na tese por síntese é composta por dois problemas ou caminhos que serão desenvolvidos na argumentação.

“No caso do tema de redação de 2017, posso colocar como tese que os principais desafios para a formação educacional dos surdos no Brasil são a falta de qualificação dos professores e o preconceito dentro de casa. Um parágrafo de argumentação será para explorar essa falta de qualificação dos professores, ligada a pouco investimento na escola e a um ensino conteudista, mais voltado para matéria e menos para a real inclusão. No outro, eu posso explorar o preconceito dentro de casa, muitas vezes há uma aceitação de que essa criança ou jovem tem que ficar dentro de casa por conta dessa deficiência”, exemplifica Eduardo.

Já a tese por causa e consequência é a que apresenta uma causa para o problema e uma consequência ou efeito dessa situação. Assim, na argumentação, o primeiro parágrafo deve desenvolver as causas citadas e o segundo, as consequências.

Quer garantir a nota mil na redação do Enem? Então, confira tudo o que você precisa saber sobre a estrutura do texto, os critérios avaliativos e as dicas para ir bem na prova: Redação do Enem: tudo o que você precisa saber

Dicas para uma boa tese

A tese é a alma do texto dissertativo-argumentativo e portanto, é um item essencial para garantir uma boa nota na redação. Uma tese bem elaborada pode render pontos em duas competências avaliativas do Enem:

Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Para facilitar a criação da tese, a dica do professor Eduardo é transformar o tema de redação em uma pergunta e a respondê-la com a tese. Ele ilustra: “No tema de 2019, ‘A democratização do acesso ao cinema no Brasil’, pela coletânea, se entende que não ocorre essa democratização, então eu posso pensar: ‘Por que não há a democratização?’ A resposta será minha tese”.

A melhor forma de melhorar na tese é praticar a escrita da redação. O professor indica que os estudantes treinem os dois principais tipos de tese, para que no dia da prova haja possibilidade de escolher a estrutura que se encaixe mais com o tema. Mas, se o estudante domina um tipo de tese em específico, o conselho é seguir com o estilo de tese mais confortável e não querer inovar ou tentar uma nova estratégia na hora da redação.

Plano de estudo gratuito

Um plano de estudo pode ser um grande aliado na rotina do estudante. Isso porque esse material traz organização e praticidade aos vestibulandos. 

Se você está procurando por um cronograma completo e gratuito, vale a pena conhecer o Plano de Estudo Enem de Boa. O material traz indicações diárias de estudo, que incluem textos, vídeo-aulas e exercícios com resolução completa.

Plano de Estudo Enem de Boa

Guia Completo sobre a Redação do Enem

Ainda não sabe escrever uma redação para o Enem? Neste guia, você aprende como deve ser o formato da redação, quais são os critérios de avaliação e vê exemplos de redações de sucesso e dicas de quem tirou nota 1.000 e é especialista no assunto.

Baixar Guia de Redação Gratuito

Leia também:
8 temas de Redação que podem cair no Enem 2020
13 citações para usar em qualquer tema de redação
9 formas de fazer a introdução da redação do Enem e de outros vestibulares

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54