Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Vestibular e Enem

O que não fazer em uma redação do Enem?

A redação Enem é uma parte importante de seu exame, valendo com a nota completa de um exame de seleção. Escrevê-la é uma tarefa que envolve prática e muito estudo e conhecer os segredos  dela é um desejo da maioria dos estudantes. 

Mas além de saber o que fazer, é necessário também saber o que não fazer em uma redação do Enem. É isso mesmo! Existem algumas coisas que você deve evitar a qualquer custo ou poderá ter sua nota da redação diminuída ou, muito pior, zerada. E se isso acontece, sua média total será seriamente impactada e, além disso, você ainda não conseguirá acessar os programas governamentais: Sisu, Fies e ProUni.

Redação: dicas de como fazer uma boa redação no Enem

A prova de redação é assunto sério e para que você não corra nenhum risco de ter sua nota comprometida, trouxemos neste post 10 dicas do que não fazer em uma redação. Vamos lá? 

o que não fazer na redação do enem

1. Não use a primeira pessoa do singular

A nossa primeira dica é não usar a primeira pessoa do singular. Na redação do Enem, você deverá expor seu ponto de vista, defender sua tese, por meio de argumentos de autoridade, como dados e reportagens. O gênero textual proposto vai exigir de você um posicionamento claro sobre o tema. 

Muita gente confunde posicionamento claro com expor suas ideias em primeira pessoa do singular, o que não é verdade. 

O texto dissertativo-argumentativo, exigido no Enem, quer sim que você se posicione, mas de maneira impessoal. Isso significa que você nunca deve utilizar “eu acho”, “eu penso” ou qualquer expressão na primeira pessoa. Opte por palavras na terceira pessoa do plural. Assim, será possível exprimir sua opinião sem ter que mencionar o pronome “eu”. 

2. Evite gírias, contrações ou palavras comuns da oralidade

Sabe o internetês, aquelas palavrinhas que usamos para conversar pelo por mensagem nas redes sociais como “vc”, “q”, “fds”? É bom deixar essa forma de comunicação só para lá mesmo.

No Enem, você deve adotar a norma padrão da escrita. Isso significa não usar contrações, palavras que usamos nos gêneros textuais predominantemente orais (como a palavra coisa, por exemplo), gírias ou palavras vulgares e de baixo calão.

Leia mais: 9 formas de fazer a introdução da redação do Enem e de outros vestibulares 

Sua redação deverá ser escrita seguindo as regras de escrita do português em concordância e apresentando um vocabulário limpo, sem marcas de oralidade, ok?

3. Não escreva uma redação com apenas 7 linhas ou menos

Segundo a última cartilha de redação exibida pelo Inep — órgão que organiza o Enem: 

  • A redação com até 7 linhas será considerada “texto insuficiente” e receberá nota zero;

Então, já sabe o que não fazer em uma redação, né? Nada de escrever um texto pequeno demais. Mesmo porque não há como defender um ponto de vista de maneira completa em 7 linhas.

O ideal é que seu texto seja escrito em 4 parágrafos, assim distribuídos:

  • Um parágrafo para a introdução;

  • Dois parágrafos para o desenvolvimento e defesa de seu ponto de vista;

  • Um parágrafo para a conclusão e apresentação de sua proposta de intervenção.

4. Atente-se ao tema e ao recorte temático

Outra coisa que você não deve fazer na redação do Enem é fugir ao tema e recorte temático propostos. Caso você fuja completamente, sua redação receberá a nota zero e no caso de você tangencia-lo, ela será seriamente prejudicada. Mas, afinal, quando acontece o tangenciamento do tema? 

Tangencia-se o tema quando, ao invés de tratar sobre o recorte temático em si, o candidato busca argumentos de maneira muito superficial e genérica. 

Redação do Enem: como utilizar os textos motivadores corretamente? 

Por exemplo, se o exame propõe que você disserte argumentativamente acerca do assunto “as dificuldades do acolhimento de refugiados”, você deve buscar argumentos que defendam o seu posicionamento sobre especificamente esse tema, mas se por acaso você trata de um acolhimento dos países em relação a imigrantes em geral, você incidirá no tangenciamento. 

O que especialistas e professores recomendam é que você treine muito antes do Exame oficial, fazendo, pelo menos, duas redações de diferentes temas e eixos temáticos por semana. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

5. Não um texto de outro gênero textual

Fugir à tipologia textual, isto é, não fazer uma redação nos moldes de um texto dissertativo-argumentativo também acarreta em nota zero. Então, algo que você não pode fazer na redação do Enem é escrever um texto de outro gênero textual, como por exemplo, uma carta argumentativa, um texto narrativo, expositivo ou qualquer outro.

Você deverá escrever, única e exclusivamente uma redação que cumpra os requisitos de uma dissertação-argumentativa.

6. Não copie integralmente os textos motivadores

Outra coisa a não se fazer na redação do Enem é copiar integralmente os textos motivadores. Caso você faça isso sua nota também será zerada pelos corretores.

Os textos base estão na prova de redação do Enem para te ajudar a se guiar, para te dar um norte. Por isso, lê-los antes de começar a escrever é fundamental, eles vão te mostrar qual o recorte temático você deverá se ater.

É claro que não é proibido utilizar os dados que os textos motivadores trazem. Isso, na verdade, é uma estratégia bastante viável, já que você terá também acesso às fontes desses dados. O que você não pode é utilizar as informações e o texto de modo integral, escrevendo exatamente o que está escrito ali, como se aquelas palavras fossem suas.

Os corretores de sua redação querem avaliar as suas reflexões sobre o tema, por isso, é importante ler e interpretar os textos motivadores para que eles te ajudem, mas nunca copiá-los em sua integralidade. 

Leia mais: Como criar repertório para redação do Enem? 

7. Evite generalizações

Uma outra dica do que não fazer na redação do Enem é evitar generalizações e afirmações sem um embasamento teórico. Se, por acaso, você não conhecer nenhum argumento de autoridade que dê embasamento ao seu ponto de vista, não afirme ou generalize algo que você apenas acredita ser verdade, como “todos os políticos são corruptos”, por exemplo.

8. Procure não apresentar um vocabulário rebuscado demais

Comentamos ali em cima que você não deve usar gírias e contrações e que deve seguir a norma culta da língua, certo?

Seguir a norma culta é escrever um texto que siga as normas sintáticas e de pontuação e apresentar um vocabulário adequado, mas não significa utilizar palavras e expressões rebuscadas demais.

Infelizmente, quando utilizamos palavras muito chiques em nossa redação, procurando por sinônimos mais ‘elegantes’, muitas vezes, deixamos nosso texto ininteligível. O ideal é apresentar seu ponto de vista de maneira clara e simples, sem rebuscamento.

Um exemplo claro de rebuscamento é o uso da mesóclise, que é quanto o pronome fica no meio do palavra, como em: vê-lo-ei e contar-me-ás. A mesóclise está em desuso no português falado no Brasil, portanto evite seu uso, ok?

Leia mais: O que é coesão e coerência na redação? 

9. Nada de escrever sua redação em outro idioma

Sua redação será zerada caso seu texto seja escrito predominantemente em língua estrangeira.Não há problema algum em utilizar alguma palavra ou termo estrangeiro, como bullying, por exemplo. 

O que não dá pra fazer na redação do Enem é escrever toda a sua redação em inglês ou qualquer outra língua, afinal, nós falamos e escrevemos em português e sua redação deverá ser escrita também na língua portuguesa. 

10. Não faça desenhos, nem escreva partes desconexas ou se identifique

Por fim, mas não menos importante, nossa décima dica do que não fazer na redação do Enem é: não faça desenhos, nem escreva partes desconexas ou se identifique ao longo de seu texto.

Você deve levar a redação a sério. Como já te dissemos, ela vale 1000 pontos e pode comprometer ou subir a sua média, além de te conceder acesso aos programas governamentais que têm a função de democratizar o Ensino Superior.

Portanto, nada de escrever trechos desconexos ou testar se os corretores realmente leem sua redação. Além disso, nunca se identifique ao longo do texto, ok? Sua nota será atribuída de acordo com o que você escreveu e se você soube selecionar e defender seu ponto de vista por meio de argumentos válidos!

Leia mais: 6 sites para estudar de graça para a redação do Enem

E aí curtiu conhecer nossas dicas sobre o que não fazer em uma redação do Enem? Aproveite e comece a praticar hoje mesmo com a folha de redação guiada, assim, você conseguirá treinar o que fazer e o que não fazer para conseguir uma boa nota na prova de redação do Enem! 

Colaboração: Yasmine Diniz, redatora do Blog da Imaginie.

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54