logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Profissões

Piso salarial da Enfermagem será de R$ 4,7 mil; veja salários de técnicos e auxiliares

Nesta quinta-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro sancionou o Projeto de Lei (PL) 2.564/2020, que define um piso salarial para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras. A Secretaria-Geral da Presidência não informou se houve vetos. A sanção será publicada no Diário Oficial da União (DOU) na sexta-feira, dia 5 de agosto.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

O Projeto de Lei foi sancionado em uma cerimônia no Palácio do Planalto após a viagem do presidente a São Paulo ainda hoje, dia 4 de agosto. Entretanto, ainda não foi apresentada uma solução para financiar os custos do novo piso salarial. 

Em julho, o Congresso Nacional já havia promulgado a Emenda Constitucional 124, decorrente da PEC 11/2022, que possibilitaria que o PL fosse para a sanção presidencial. Isso porque, ao inserir o piso salarial no texto constitucional, evitam-se questionamentos e ações na Justiça alegando "vício de iniciativa", ou seja, quando a proposta é apresentada por um dos Poderes sem que a Constituição dê competência para isso.

De acordo com a relatora da PEC na Câmara, Carmen Zanotto (Cidadania-SC), os municípios terão até o fim do ano para ajustarem o Orçamento de 2023 com o novo valor do piso da categoria. Segundo ela, já existem várias propostas no Senado e na Câmara que discutem sobre fonte de recursos para a medida.

"Hoje, conversei com o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) sobre as fontes de financiamento. Vamos aprofundar agora o debate para conseguir aprovar essas fontes para ajudar hospitais filantrópicos e os hospitais públicos” afirmou. 

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Leia mais: Piso salarial da enfermagem: veja como fica após aprovação de lei no Congresso
PEC do piso salarial de Enfermagem é aprovada pelo Senado

Confira, abaixo, como o PL 2564/20 fixa piso salarial nacional de cada profissional:

  • Enfermeiros: R$ 4.750,00; 

  • Técnicos de enfermagem: R$ 3.325,00; 

  • Auxiliares de enfermagem e parteiras: R$ 2.375,00.

Além disso, o texto garante ainda a atualização monetária anual do piso da categoria com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e assegura a manutenção de salários superiores ao piso sugerido, independentemente da jornada de trabalho para a qual o profissional tenha sido contratado.

A PEC 11/2022, de autoria da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), já havia sido aprovada também em julho pela Câmara dos Deputados em dois turnos de votação. A senadora enfatizou que mais de dois milhões de profissionais serão beneficiados com a valorização das suas atividades com a emenda. 

Veja também: Que nota precisa tirar no Enem para passar em Enfermagem?
Melhores cursos de Enfermagem em São Paulo, segundo o MEC

Pretende cursar Enfermagem?

Você tem interesse em fazer faculdade de Enfermagem? Temos uma ótima notícia! A Quero Bolsa é uma plataforma que oferece bolsas de estudo de até 80% em cursos de Enfermagem, em centenas de faculdades por todo o país. O melhor é que, diferente de outras formas de ingresso, não é necessário comprovar renda ou cumprir requisitos socioeconômicos e nem ter feito o Enem. 

Para encontrar a bolsa ideal para você e começar logo o seu curso, basta acessar o site:

Encontrar bolsas para Enfermagem

Onde estudar Enfermagem? 

Atualmente, há várias instituições de ensino que ofertam o curso no mercado. Por isso, para fazer uma boa escolha, é importante se atentar a alguns fatores, como a qualidade da infraestrutura da instituição, a grade curricular do curso ofertado, o corpo de docentes que irá ministrar as aulas e, principalmente, se a instituição é reconhecida ou bem avaliada pelo Ministério da Educação. 

Conheça abaixo algumas boas opções de faculdades que possuem ótimos cursos de graduação em Enfermagem e são reconhecidas pelo MEC:


banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54