Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Universidades

Universidades com maior presença de alunos negros no Brasil, segundo o MEC

por Mathias Sallit em 19/11/19 310 visualizações

Entre as universidades brasileiras com mais de 10 mil alunos matriculados, apenas 40 possuem a taxa de representatividade de negros superior à média da população negra no país. Esse número representa somente 24,1% das instituições com esse perfil, sendo elas 23 públicas e 17 privadas.

Os números foram levantados pelo Quero Bolsa, plataforma de inclusão de estudantes no Ensino Superior, com os dados do Censo da Educação Superior de 2018, disponibilizados no último mês de setembro pelo Ministério da Educação.

Você sabe o que é o Dia da Consciência Negra?

estudantes negros universidades
As 40 universidades representam apenas 24,1% das instituições com mais de 10 mil matriculados (Foto: Deposit)

De acordo com o Censo Demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa da população negra no Brasil, isto é, pretos e pardos que vivem no país, é de 50,7%. Em treze estados brasileiros, a média de alunos negros em instituições de Ensino Superior é superior à taxa dessa população nacional. Todos estados localizados nas regiões Norte e Nordeste.

Metade das 40 universidades que possuem a taxa acima da média nacional da população negra está localizada no Nordeste. As regiões Norte e Centro-Oeste contam com sete instituições nessa lista, seguidas pela região Sudeste, com seis. A região Sul não tem nenhuma universidade com presença de alunos negros superior à taxa da população negra do Brasil.

A lista de representatividade negra é encabeçada pelo Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (Uniplan), onde 84,3% dos estudantes são negros. Em seguida, está a Universidade Federal do Piauí (UFPI), com uma taxa de 79,7%, seguida pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), o Centro Universitário Fametro e o Centro Universitário do Norte (Uninorte), com taxas de 77,7%, 75,4% e 72,2%, respectivamente.

Leia também:
+ As universidades com maior representatividade de professores negros
+ Como saber se tenho direito à cotas raciais nas universidades?
+ Qual é o perfil do cotista racial no Brasil, segundo o Enem?

Veja a lista com as 40 universidades com maior representatividade de alunos negros:

Rank.

Universidades

Alunos
Negros
% de Negros
Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (Uniplan) 12.489 84,3%
Universidade Federal Do Piauí (UFPI)* 25.618 79,7%
Universidade Federal De Sergipe (UFS)* 19.528 77,7%
Centro Universitário Fametro 14.159 75,4%
Centro Universitário Do Norte (Uninorte) 22.542 72,2%
Universidade Federal do Tocantins (UFT)* 11.640 72,1%
Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) 12.725 71,9%
Universidade Federal do Amazonas (UFAM)* 20.214 71,7%
Universidade do Estado do Pará (Uepa)* 10.598 71,1%
10º Universidade do Estado da Bahia (Uneb)* 17.255 71,1%
11º Universidade Federal do Amapá (Unifap)* 7.670 67,6%
12º Instituto Federal do Ceará (IFCE)* 10.949 67,1%
13º Universidade Federal do Pará (UFPA)* 24.529 66,4%
14º Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)* 12.757 65,5%
15º Universidade Tiradentes (Unit) 20.187 65,5%
16º Universidade do Ceuma 13.233 63,0%
17º Centro Universitário Brasileiro (Unibra) 7.664 62,9%
18º Universidade Federal de Alagoas (Ufal)* 17.677 61,9%
19º Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)* 8.542 61,6%
20º Centro Universitário Newton Paiva 6.533 60,9%
21º Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) 8.950 60,6%
22º Centro Universitário Una 12.333 60,0%
23º Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)* 12.439 59,6%
24º Universidade Federal do Ceará (UFC)* 17.338 58,5%
25º Faculdade Pitágoras de São Luiz 8.721 58,4%
26º Centro Universitário Inta (Uninta) 9.132 57,7%
27º Instituto Federal da Paraíba* 5.913 57,5%
28º Centro Universitário Augusto Motta (Unisuam) 12.975 57,1%
29º Universidade De Cuiabá (Unic) 10.569 57,0%
30º Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH) 8.739 56,4%
31º Universidade Federal Rural do Semi-árido (UFERSA)* 5.689 56,1%
32º Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte 7.528 55,6%
33º Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)* 14.737 55,0%
34º Universidade Estadual do Ceará (UECE)* 11.016 54,9%
35º Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb) 7.312 54,4%
36º Universidade Federal do Maranhão (UFMA)* 20.716 52,8%
37º Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)* 8.162 52,6%
38º Universidade Estadual de Goiás (UEG)* 9.734 51,1%
39º Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)* 6.272 51,0%
40º Universidade Federal de Goiás (UFG)* 12.770 50,9%

*Universidades públicas da lista.
- Alunos autodeclarados "pretos" e "pardos" são considerados "negros".
- A Revista Quero incluiu as universidades com mais de 10.000 alunos matriculados, segundo o MEC.
- Foram incluídos apenas os estudantes com o status "Cursando" e "Formado" apresentado no Censo de 2018.

Universidades com menos alunos também se destacam

Entre as universidades que possuem mais de 1 mil alunos, o destaque vai para duas universidades da Bahia que possuem quase sua totalidade de estudantes pretos e pardos. São elas Faculdade Santo Antônio (FSA) e Faculdade São Salvador (FSS). A porcentagem de negros em cada uma das universidades é de 99,5% e 99,4%, respectivamente.

Outras sete instituições contam com mais de 90% de representatividade de estudantes negros em seu corpo discente: Centro Universitário Ateneu (UniAteneu), Centro Universitário Dom Pedro II, Instituto de Ensino Superior Múltiplo (IESM), Faculdade Superior de Ensino Programus (ISEPRO), Faculdade Paraíso do Ceará (FAP), Faculdade da Amazônia (FAAM) e Faculdade Dom Pedro II de Tecnologia (FAB).

Em números absolutos, a universidade que mais possui estudantes negros no Brasil é a Universidade Paulista (Unip), que tem 145.284 alunos pretos e pardos, número que representa 33,7% dos matriculados da instituição paulista.

Representatividade negra nas universidades

Na última década, a representatividade negra nas universidades brasileiras cresceu cerca de quatro vezes, mas, segundo os dados, segue inferior à taxa nacional. O número de alunos negros, que representava 8,9% em 2009, chegou a 35,8% do total de universitários matriculados em 2018. Em números absolutos, o número atual é quase seis vezes maior, saltando de pouco mais de meio milhão em 2009 para 3.027.572 estudantes negros em 2018.

Apenas cinco estados brasileiros contam com uma média inferior à média nacional de 35,8% de estudantes pretos ou pardos vinculados à alguma universidade: Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Desde que a Lei de Cotas foi promulgada no Brasil, em 2012, a presença de negros nas universidades do país passou a crescer exponencialmente. De 2009 para 2012, o crescimento foi de apenas 4,4 pontos percentuais, chegando a 13,3%. De 2012 para 2018, esse aumento foi para 22,5 pontos percentuais, alcançando a taxa atual de 35,8%.

Lei de Cotas Raciais: saiba como funciona em universidades brasileiras
banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54