logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Unesp 2022: 5 eixos temáticos que podem cair na redação

por Giovana Murça em 29/01/21

Atualizado em 12/11/2021

Todos os anos, uma curiosidade que angustia os vestibulandos da Universidade Estadual Paulista (Unesp) é o tema da redação. A produção de um texto dissertativo-argumentativo é exigido na segunda fase deste vestibular.

unesp 2021 redação

Neste ano, por conta da pandemia de Covid-19, o vestibular da Unesp terá algumas mudanças. A principal delas é a substituição da prova dissertativa da segunda fase por 60 questões objetivas. A redação se mantém normalmente e irá valer de 0 a 28 pontos.

Veja:
10 últimos temas de redação da Unesp
Como é o vestibular da Unesp?

Segundo Fabiula Neubern, coordenadora de redação do Curso Poliedro de São José dos Campos, uma das principais características da redação da Unesp é trazer um tema em formato de pergunta ou formulado com a preposição “entre”

É possível reconhecer esses formatos de temas nas propostas de redação “Compro, logo existo?”, de 2019, e “Grafites: entre o vandalismo e a arte”, de 2011. “[Esses formatos] levam, consequentemente, à necessidade de um posicionamento claro e embasado”, afirma Fabiula.

Para instigar a escolha de um posicionamento por parte dos candidatos, outra característica da proposta de redação da Unesp é a composição dos textos de apoio

“A coletânea oferecida pela Unesp evidencia ‘os dois lados da moeda’, ou seja, contém informações que sustentam um posicionamento que afirme ou refute o assunto proposto na pergunta. É importante que o candidato reconheça esses lados e procure, nos textos oferecidos, ideias e exemplos que ajudem na escolha do posicionamento e na composição da argumentação que o defenda”, explica Fabiula.

Mas, também não é preciso defender somente um lado do tema, é possível hierarquizar as duas posições. “Significa dizer que esses dois aspectos que o tema vai trazer são verdadeiros mas um é mais forte, mais prevalente”, esclarece Marcelo D'Aurea, professor e diretor do curso Palavrizar.

 

5 possíveis eixos temáticos da redação

As provas da Fundação Vunesp - que organiza o vestibular da Unesp e de outras instituições - costumam trazer temas de redação bem ligados às atualidades e com certa dose de polêmica.

Para o vestibular deste ano, o professor Marcelo do curso Palavrizar aposta em 5 eixos temáticos que podem cair na redação da Unesp 2022. Confira!

Luta por direitos

Para o professor, temas relacionados à luta por direitos fundamentais são boas apostas para esse ano. Nesse eixo, vários recortes são possíveis, como a legalização do aborto, a legalização das drogas e a questão do racismo, que foi muito discutida em 2020.

A professora Fabiula exemplifica: “A polêmica em torno dos programas de trainee que consideram a existente desigualdade racial e de gênero de nosso país, as manifestações em torno do movimento #vidasnegrasimportam e todo o debate sobre o racismo estrutural na percepção de contágio e vítimas da Covid-19 pertencentes às camadas mais vulneráveis da sociedade”.

Veja mais:
15 citações sobre racismo para usar na redação
21 dados para entender a luta do movimento negro no Brasil

 

Saúde

Nos últimos meses, por conta da pandemia, a saúde foi um dos temas mais comentados nos últimos meses. Para o professor Marcelo, vale a pena se preparar para alguma proposta de redação sobre saúde, mas, por ser uma temática mais óbvia, tem chances de não aparecer também.

Dentro do eixo temático da saúde, alguns assuntos pertinentes são a questão do Sistema Único de Saúde (SUS), a relação entre o lockdown e os limites da liberdade, a obrigatoriedade da vacinação e a oposição entre a ciência e as fake news.

Leia também:
Movimento Antivacinação: O que você precisa saber sobre o tema para o Enem
Atualidades: O que é Negacionismo?

 

Crise do diálogo

Outra aposta do professor Marcelo são questões relacionadas à falta de diálogo da era digital. Na atualidade, a falta de diálogos e consensos levam a polarizações e radicalismos. “Por exemplo, desfazer amizade por questões políticas e dificuldade de manter diálogos", ilustra o professor.

Pensando no contexto das redes sociais, a professor Fabiula ainda acredita que a redação possa abordar a questão das fake news e da cultura do cancelamento. “Como os casos de exposição, a controversa figura dos influencers e até as decisões de empresas de mídia que bloquearam contas de famosos ou políticos por propagação de desinformação que representavam risco real à população”, complementa.

Confira mais:
Atualidades Enem: Cultura do cancelamento
Fake news: como esse assunto pode cair no Enem

 

Crise democrática

A recente invasão ao congresso americana por cidadãos que não aceitaram a eleição de Joe Biden como novo presidente dos Estados Unidos trouxe à tona a questão da crise democrática que atinge os EUA, o Brasil e outros países.

“O esfacelamento da democracia é uma questão mundial, pode aparecer como um descrédito das instituições atuais, a questão da democracia atrelada às redes sociais, o movimento antissistema e a nova política em discussão”, enfatiza Marcelo.

 

Meio ambiente

O professor Marcelo considera a temática meio ambiente mais fraca do que as anteriores, mas não a descarta: “Os vestibulares tendem a fazer uma prova menos pesada, porque foi um ano muito difícil e temas ligados ao meio ambiente costumam ser mais fáceis”.

Dentro desse tema, podem surgir algumas propostas relacionadas às queimadas na Amazônia e no Pantanal, ao desmatamento, à poluição ou à preservação da Floresta Amazônica. O professor exemplifica: “Preservação da Amazônia: problema do Brasil ou global?”.

Veja:
Desmatamento da Amazônia: Tudo o que você precisa saber
Atualidades: Queimadas no Brasil

Outro tema mais leve que o professor acredita que pode ser abordado, mas que está relacionado à temática cultura, é a importância da música. “É um tema que ninguém fala; leve e fácil de fazer”.

 

Treine a estrutura de redação

Para essas últimas semanas de estudo para a Unesp, o professor Marcelo aconselha que os candidatos não se preocupem tanto com o tema, mas sim com a estrutura da redação:

“Pesquise os temas para não ficar perdido na hora. Mas, na Unesp, o mais importante é a estrutura dissertativa, argumentação consistente, linguagem clara e sem erros de português”.

Por isso, a dica do professor é treinar a estrutura do texto. “A estrutura é composta por uma introdução, na qual se apresenta a tese; dois ou três parágrafos de argumentos que justificam a tese com argumentos, provas, fatos e exemplos; e uma conclusão, que é um resumo do que foi dito”, pontua Marcelo.

Pensando nas questões objetivas que estarão na segunda fase da Unesp deste ano, o professor ainda indica que os candidatos trabalhem bem o tempo e tentem fazer a redação mais depressa, pois o tempo pode ser mais apertado.

Leia também: Calendário Unesp 2022
8 estratégias de prova para a primeira fase da Unesp e Unicamp
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54