Logo da Quero Bolsa
Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Domínios Morfoclimáticos do Brasil: o que é e quais são

Geografia - Manual do Enem
Angelo Carvalho Publicado por Angelo Carvalho
 -  Última atualização: 29/8/2023

Índice

Introdução

O conceito de "domínio morfoclimático" foi introduzido por Aziz Ab’Saber na obra “Os Domínios de Natureza no Brasil: Potencialidades Paisagísticas”. O autor define esse conceito como um conjunto espacial de certa ordem de grandeza territorial (de centenas de milhares a milhões de quilômetros quadrados de área) onde haja uma combinação característica de relevo, tipos de solos, formas de vegetação, hidrografia e condições climatológicas.

Foram reconhecidos seis grandes domínios morfoclimáticos. Quatro deles são intertropicais e ocupam aproximadamente 7 milhões de quilômetros quadrados. Dois são subtropicais e constituem aproximadamente 500 mil quilômetros quadrados em território brasileiro, se estendendo a países vizinhos. Os domínios são:

  • Domínio Amazônico
  • Domínio da Caatinga
  • Domínio dos Mares de Morros
  • Domínio do Cerrado
  • Domínio das Araucárias
  • Domínio das Pradarias

Os domínios Amazônico, da Caatinga e do Cerrado devem ser cuidadosamente diferenciados de suas vegetações típicas, que possuem os mesmos nomes.

Entre as áreas de domínios vizinhos há sempre um interespaço de transição, que apresenta uma combinação diferente de vegetação, solos e formas de relevo, influenciada pelos domínios ao redor. A somatória das faixas de transição equivale, de forma grosseira, a um milhão de quilômetros quadrados.

Domínios Morfoclimáticos do Brasil.Domínios Morfoclimáticos do Brasil

📚 Você vai prestar o Enem? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

O que são domínios morfoclimáticos?

Os domínios morfoclimáticos são grandes regiões delimitadas com base na presença de elementos em comum que formam paisagens homogêneas. Esses elementos são o clima, a vegetação, o solo, o relevo e a hidrografia.

O conceito de domínios morfoclimáticos foi utilizado pelo geógrafo brasileiro Aziz Ab’Saber, cujo objetivo era fazer um levantamento da diversidade paisagística do território brasileiro. Esse conceito estabelece uma associação ou integração entre diferentes elementos, como: relevo, tipos de solo, clima, hidrologia e as formas de vegetação.

Qual a importância dos domínios morfoclimáticos?

Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Nele, podemos encontrar diversas espécies vegetais e animais. Sua conservação e proteção é de grande importância para o meio ambiente.

Domínios morfoclimáticos brasileiros

O geógrafo Aziz Ab’Sáber identificou seis domínios no Brasil e, entre eles, as chamadas faixas de transição. São eles: o amazônico, da caatinga, do cerrado, dos mares de morro, das araucárias e das pradarias. 

Domínio Amazônico

O Domínio Amazônico é marcado, em especial, pela Floresta Amazônica. Apresenta rica hidrografia, possuindo a maior bacia hidrográfica brasileira e alta atividade fluvial. Abrange cerca de 45% da área do país e é formado quase que em sua totalidade por terras baixas. O domínio apresenta clima equatorial, com altos índices de chuvas e de umidade.

A Floresta Amazônica se estende por oito países sul-americanos: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Suriname e Venezuela. No entanto, grandes projetos minerais e agropecuários e ocupação humana desordenada constituem ameaça à sua vegetação.

Domínio da Caatinga

O Domínio da Caatinga caracteriza-se pelo clima semiárido, com baixo índice de pluviosidade e forte deficiência hídrica. O relevo predominante em quase toda a extensão do domínio é a depressão.

O bioma, também chamado de Caatinga apresenta vegetação baixa e adaptada à escassez de chuvas, com estruturas de armazenamento de água. Apesar do solo sofrer com a irregularidade de chuvas, contém boa quantidade de minerais básicos para as plantas.

A Caatinga é um dos biomas mais ameaçados do Brasil, com o risco eminente do processo de desertificação. A população da região enfrenta os menores índices de desenvolvimento humano e grandes desigualdades sociais.

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

Domínio dos Mares de Morros

O Domínio dos Mares de Morros se estende ao longo do litoral brasileiro, do Nordeste ao Sul, adentrando com maior intensidade na região Sudeste. Associa-se a planaltos e suas paisagens características são serras erodidas, principalmente, pelas chuvas. No domínio encontra-se um solo de grande fertilidade e o predomínio do clima tropical.

Esse domínio era coberto por Mata Atlântica (floresta tropical), que apresenta a maior biodiversidade mundial em árvores. Devido à sua proximidade do litoral, a região foi densamente povoada, reduzindo a Mata Atlântica a 7,8% da sua área original.

Domínio do Cerrado

Predomina-se no Domínio do Cerrado o clima tropical, tendo grande nível de semelhança com as savanas africanas. É uma região de maciços planaltos, terrenos sedimentares bastante desgastados pelos processos erosivos (intemperismo), que formam chapadas e chapadões.

Seu solo é altamente lixiviado, ou seja, tem seus minerais retirados com o fluxo das águas, e bastante ácido. Além disso, nascem no Cerrado cursos de água que escoam para muitas bacias, como do Rio Amazonas, São Francisco e Paraná.

Diversos fatores contribuíram para a devastação do Cerrado, como a mudança da capital para Brasília, a construção de grandes obras de infraestrutura e transporte, além do desmatamento e das queimadas que originaram áreas de agricultura comercial.

🎯 Simulador de Notas de Corte Enem: Descubra em quais faculdades você pode entrar pelo Sisu, Prouni ou Fies 🎯

Domínio das Araucárias

O Domínio das Araucárias apresenta clima subtropical, com alta pluviosidade e invernos relativamente brandos. Ocupa áreas de planaltos e seu solo é muito diversificado. É coberto pela Mata de Araucárias, também conhecida como Mata dos Pinhais.

As precipitações são relativamente bem distribuídas pelo ano inteiro, garantindo um caráter perene para todas as suas bacias. Atualmente, restam apenas 3% da sua área original, devido à instalação de indústrias, à agropecuária e à extração de madeira sem reposição.

Domínio das Pradarias

Também conhecido como Pampas, localiza-se no sul do Brasil e é ocupado por vegetação rasteira. Predomina-se, neste domínio, o clima subtropical, com temperatura média anual baixa e relevo baixo, com suaves ondulações (coxilhas). Os principais agentes de degradação são a agricultura e pastagem.

Qual a diferença entre os domínios morfoclimáticos e os biomas?

Podemos afirmar que o bioma leva em consideração os fatores bióticos, ou seja, populações biológicas que habitam um determinado local, já o conceito de domínio morfoclimático, proposto pelo geógrafo Aziz Ab'Saber, leva em consideração, os aspectos físicos do relevo, sobretudo a interação entre o clima e forma de um determinado local.

Para ajudar a entender melhor, podemos analisar o seguinte exemplo: o Bioma Caatinga trata das espécies de fauna e flora que pertencem à trechos da Região Nordeste, já o Domínio Morfoclimático da Caatinga, trata do clima semiárido que influencia na configuração do relevo, de estrutura cristalina.

📝 Você quer garantir sua nota mil na Redação do Enem? Baixe gratuitamente o Guia Completo sobre a Redação do Enem! 📝

Resumo de domínios morfoclimáticos

Os domínios morfoclimáticos são grandes regiões delimitadas com base na presença de elementos em comum que formam paisagens homogêneas. Esses elementos são o clima, a vegetação, o solo, o relevo e a hidrografia.

Domínios morfoclimáticos são regiões definidas com base na sua composição paisagística, formada pela interação dos seguintes elementos: clima, relevo, vegetação, solo, hidrografia.

O Brasil é composto por seis domínios: amazônico, da caatinga, do cerrado, dos mares de morro, das araucárias e das pradarias. Entre os domínios se formam as chamadas zonas de transição, que apresentam características de duas ou mais unidades paisagísticas. São zonas de transição: mata dos cocais, pantanal e agreste.

O desmatamento e as queimadas são alguns dos problemas ambientais identificados nos domínios morfoclimáticos brasileiros, motivados pelo avanço da agropecuária, do extrativismo e também das áreas urbanas em expansão.

Plano de estudo gratuito para o Enem

A preparação para o Enem exige muito do estudante. Afinal, a prova cobra conteúdos vistos ao longo de todo o ensino médio. Por isso, vale a pena ter uma ajudinha extra nos estudos. 

Pensando nisso, a Quero Bolsa está oferecendo gratuitamente o Plano de Estudos Enem de Boa. O material é composto por indicações diárias de temas para estudar, juntamente com textos, vídeo-aulas e exercícios de grandes vestibulares com resolução. Para baixar sem pagar nada, basta clicar aqui.

Exercício de fixação
Passo 1 de 3
UNICAMP/2014

Assinale a alternativa que indica corretamente a localização e uma característica predominante dos domínios morfoclimáticos do Cerrado, da Caatinga e dos Mares de Morros.

A 1, Cerrado, com clima subtropical; 2, Caatinga, com rios perenes; 3, Mares de Morros, com vegetação do tipo savana estépica.
B 1, Caatinga, com clima semiárido; 2, Mares de Morros, com mata atlântica; 3, Cerrado, com vegetação do tipo savana.
C 1, Caatinga, com clima tropical de altitude; 2, Mares de Morros, com rios intermitentes; 3, Cerrado, com mata de araucária.
D 1, Cerrado, com vegetação do tipo savana; 2, Caatinga, com clima semiárido; 3, Mares de Morros, com mata atlântica.
Prepare-se para o Enem com a Quero Bolsa! Receba conteúdos e notícias sobre o exame diretamente no seu e-mail