logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

É mais fácil entrar no Sisu no meio do ano?

por Isabella Baliana em 27/06/22

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o programa do governo que oferece vagas em instituições de ensino superior da rede pública por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

Todos os anos, o Sisu abre suas inscrições duas vezes: no primeiro e no segundo semestre. As inscrições para o Sisu do 2º semestre de 2022 começam no dia 28 de junho e os interessados terão até o dia 1º de julho para se inscrever.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

O programa atrai milhares de candidatos em busca da tão sonhada vaga no curso superior. Entretanto, normalmente não são todas as instituições que participam da edição do 2º semestre ofertando vagas, por vários motivos.

Assim, pensando na concorrência, muitas pessoas acham que é mais fácil entrar na faculdade pelo Sisu do meio de ano, em comparação com aquele que ocorre no 1º semestre. Confira abaixo se essa informação é verdadeira e entenda como funciona o Sisu!

Veja: Sisu 2022/2: inscrições estão abertas; faça já a sua


Leia mais: Quantas vezes posso usar a nota do Enem no Sisu?
Como funciona o Sisu do 2º semestre?

Quem pode se inscrever no Sisu?

Segundo o edital oficial do Sisu 2022, para poder participar do programa é necessário:

  • Ter realizado a última edição do Enem (no caso, de 2021);
  • Ter concluído o ensino médio;
  • Não ter tirado zero na redação do Enem;
  • Não ser treineiro (quando o estudante faz a prova do Enem mas ainda não finalizou o 3º ano do ensino médio).

Diferentemente dos outros programas do governo, como o Prouni e Fies, o Sisu não exige nota mínima de participação, mas as universidades podem determinar uma pontuação em cursos que acharem necessários. Por isso, o estudante deve conferir qual a nota mínima para "passar" no Sisu de acordo com o curso de graduação escolhido. 

Confira: MEC publica edital do Sisu do segundo semestre de 2022
Sisu 2022/2: MEC libera consulta de vagas disponíveis

É mais fácil entrar no Sisu no meio do ano?

Muitas pessoas pensam que garantir uma vaga nesta edição é mais fácil, devido ao fato de que o Sisu do segundo semestre normalmente possui menos instituições participantes.

Mas ao mesmo tempo é necessário se atentar ao ponto de que, com o menor número de universidades participantes, naturalmente a oferta de vagas também será menor. Por isso, mesmo que haja menos candidatos inscritos no programa, a concorrência pode não ser tão menor assim, já que há menos vagas disponíveis.

Além disso, o que ocorre algumas vezes no Sisu do meio de ano é que, como muitos estudantes que tiraram notas altas no Enem já participaram da edição do 1º semestre e conseguiram a vaga, as notas de corte do 2º semestre do programa ficam menores.

Contudo, isso não significa necessariamente que será mais fácil entrar, porque vai depender da nota que o candidato tirou em relação às notas dos outros participantes. Por exemplo, se um estudante tirou 700 no Enem e a nota de corte do curso que ele deseja é  720, se os outros candidatos tiraram acima de 700, provavelmente não será tão fácil conseguir a vaga. 

Para te ajudar a ter uma melhor compreensão sobre as notas de corte do Sisu do segundo semestre, comparamos as maiores notas dos principais cursos das edições do 1º semestre de 2021 e do 2º semestre de 2021. Confira abaixo:

Cursos Maior nota de corte 2021.1 Maior nota de corte 2021.2

Medicina

952.51 939,86

Direito

885.02 868.90

Enfermagem

835.18 824.88

Psicologia

861.60 844.87

Administração

802.18 786.07

Biomedicina

789.40 766.49

Fisioterapia

772.06 764.34

Engenharia Civil

812.49 857.40

Pedagogia

743.62 708.43

Farmácia

837.17 816

Nutrição

824.64 810.79

Educação Física

757.20 726.66

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

766.74 675.04

Veja também: 30 cursos mais fáceis de entrar pelo Sisu do segundo semestre
Veja 5 estratégias para se inscrever no Sisu

Como funciona o Sisu do 2º semestre?

Todo ano, o Sisu abre as inscrições duas vezes por ano: uma no começo do semestre e outra no meio do ano, no 2º semestre. As datas das inscrições, assim como todo o calendário daquela edição são divulgados pelo MEC. Na edição do segundo semestre deste ano, as inscrições começam em 28 de junho e vão até o dia 1º de julho.

A partir do momento em que as inscrições são abertas, os interessados devem se inscrever de forma totalmente online, por meio do site oficial do programa: https://sisu.mec.gov.br/. Lembrando que, para acessar a plataforma, é necessário fazer o login com seus dados pessoais.

No ato da inscrição, o candidato deverá escolher até dois cursos de graduação que desejar para concorrer a uma vaga. A primeira opção é prioritária sobre a segunda, por isso, é indicado definir corretamente qual curso vai em qual opção. 

Uma vez já definidos os cursos, a tela “Minha inscrição”, presente no site, apontará as opções previamente escolhidas pelo candidato. Além disso, o participante do Sisu deve ficar atento com a variação das notas de corte dos cursos escolhidos e a sua classificação parcial durante o período de inscrição. 

Leia mais: Sisu 2022: veja as menores notas de corte do último ano
Quando começam as inscrições do Sisu do segundo semestre de 2022?
10 faculdades de Pedagogia com menor nota de corte no Sisu

 Onde posso estudar com a nota do Sisu?

Uma questionamento comum entre aqueles que se inscrevem no Sisu é em qual universidade estudar. A lista de instituições costuma sofrer algumas alterações a cada edição, então é indicado ao candidato se informar sobre quais instituições vão participar no ano em que ele fará a prova. 

Atualmente o Sisu conta com faculdades e universidades participantes de todos os estados brasileiros, com exceção de Rondônia.  Para facilitar, fizemos uma lista com todas as instituições que aderiram oficialmente ao Sisu 2022 do 2º semestre como método de seleção, você pode conferir todas nesta matéria: Sisu 2022/2: veja as faculdades participantes.

Como entrar na faculdade além do Sisu?

Além do Sisu, existem outras formas de entrar em um curso superior, como os outros programas do governo, Prouni e Fies, o vestibular próprio das faculdades e ainda pelo Quero Bolsa. As condições necessárias para poder se inscrever são diferentes em cada um desses casos, confira abaixo e escolha qual se encaixa mais com o que você busca:

Programas do Governo Federal


Prouni: O Programa Universidade para Todos é um programa que oferece bolsas de estudo de 50% a 100% para instituições de ensino superior privadas a partir da nota do Enem e com base na renda familiar por pessoa. Para participar, é preciso comprovar que a renda total da família, dividida pelo número de pessoas que a compõem, seja de até três salários mínimos. Também é preciso ter feito pelo menos 450 pontos no Enem e não ter tirado zero na redação.

Veja também: Quando começam as inscrições do Prouni do segundo semestre de 2022?
Prouni 2022/2 aceitará as duas últimas edições do Enem

Fies: Já o Fundo de Financiamento Estudantil  é um programa no qual o estudante faz um financiamento da graduação, que pode variar de 10% a 100% do valor das mensalidadesPara poder participar,  também é necessário que o candidato tenha feito no mínimo 450 pontos no Enem e não tenha zerado a redação. É preciso comprovar renda familiar de até três salários mínimos por pessoa, para ter a modalidade sem juros, ou comprovar renda familiar de até 5 salários por pessoa, na modalidade com juros. 

Leia mais: Fies: Governo aprova lei de renegociação de dívidas
Como conseguir o Fies?

Vestibular próprio


Além da nota do Enem, algumas instituições de ensino superior fazem vestibulares próprios que permitem a entrada dos alunos, como é o caso da Unesp, USP, Unicamp, Mackenzie, ESPM, PUC, Fatec, dentre outras universidades. Nesse caso, as datas, valores e calendários de prova variam e o estudante interessado deve estar sempre atento ao site da instituição que ele deseja, onde normalmente essas informações são atualizadas e ficam disponíveis ao público. 

Confira: 8 faculdades com vestibular de inverno em 2022

Quero Bolsa


O que muitas pessoas não sabem é que também é possível entrar na faculdade sem precisar comprovar renda e sem precisar passar por um processo seletivo. A Quero Bolsa é uma empresa que oferece bolsas para aqueles que querem ingressar no ensino superior com descontos de até 80%, válidas para todas as mensalidades, até a formatura do aluno. Para participar, o candidato deve encontrar a bolsa de estudo que deseja no site e garanti-la, por meio do pagamento da taxa de adesão.

A taxa de adesão tem no máximo o valor de uma mensalidade sem o desconto e, muitas vezes, fazendo o processo pela Quero Bolsa, a faculdade isenta o aluno do pagamento da matrícula. Além disso, ao contrário de outros sites de bolsas de estudo, a taxa de adesão é única, ou seja, a Quero Bolsa não cobra nenhuma taxa de renovação da bolsa.

Leia também: Vestibular Premiado de inverno abre inscrições com bolsas de até 100%
Descubra as vantagens das bolsas de estudo do Quero Bolsa
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54