Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Ciência Política

Saiba tudo sobre o curso de Ciência Política e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Ciência Política no notebook
Duração: Em geral, até 3 anos
Bolsas: a partir de R$ 109,00
Ver bolsas de até 88%

O que é Ciência Política?

Última atualização: 06/03/2024

Ciência Política é uma ciência social que estuda os Estados, governos e instituições de poder, abrangendo teoria e prática políticas, análise de sistemas políticos e comportamentos políticos relacionados.

O curso de Ciência Política estuda os sistemas de governo, comportamentos políticos, governança, políticas públicas e relações internacionais. A área acadêmica conta com duração de quatro anos, em nível de graduação, e prepara os estudantes para analisar complexidades políticas em escala nacional e global.

Ao longo do curso, os alunos examinam os fundamentos da teoria política, mergulhando nos pensamentos de filósofos como Maquiavel, Rousseau, Locke e outros que moldam as bases do pensamento moderno. A partir desses alicerces, são formulados debates sobre democracia, autoritarismo, direitos humanos e justiça social.

A análise das instituições políticas também ocupa um papel central no curso. Por meio do estudo, os graduandos compreendem os deveres, mecanismos e análises dos governos, as relações entre os diferentes poderes, bem como os sistemas eleitorais e partidários. Além disso, são apresentados os desafios da manutenção da democracias, desde a participação cívica até a corrupção e os dilemas éticos do cenário político contemporâneo.

Ao decorrer do curso, também são analisadas as relações entre Estados, organizações internacionais e atores não estatais, bem como a geopolítica e a diplomacia. Questões globais, como mudanças climáticas, migração e segurança, também são enfatizadas.

A metodologia do curso combina teoria e prática. Além das aulas expositivas, os estudantes participam de seminários, debates e simulações para aplicar o conhecimento teórico. Trabalhos de pesquisa e dissertações são comuns, incentivando uma análise crítica e aprofundada de questões políticas contemporâneas.

Outra característica do curso de Ciência Política é a sua interdisciplinaridade. Além das disciplinas centrais, os estudantes frequentemente se engajam em estudos de áreas correlatas como Economia, Sociologia, História e Direito.

Os graduados em Ciência Política têm um leque variado de oportunidades de carreira. Podem seguir carreiras em instituições governamentais, organizações não-governamentais, pesquisa acadêmica, jornalismo político, consultoria política, ou até mesmo seguir carreira diplomática.

Veja bolsas de estudo para cursos de Ciência Política

O tipo de formação para o curso de Ciência Política é: bacharelado .

Como é o curso de Ciência Política?

O curso de Ciência Política analisa os sistemas políticos e a divisão de poderes. A formação é oferecida tanto na modalidade presencial quanto à distância (EaD), cada uma com suas características particulares.

Na modalidade presencial, os alunos têm a vantagem da interação direta com professores e colegas, o que facilita debates e uma aprendizagem dinâmica. As aulas presenciais são direcionadas por meio de uma experiência de aprendizado tradicional e colaborativa.

Já a faculdade de Ciência Política EaD oferece flexibilidade, permitindo que os estudantes gerenciem seu próprio tempo e conciliem o estudo com outras responsabilidades. A modalidade utiliza plataformas digitais para a entrega de conteúdo, discussões em fóruns e realização de avaliações.

Embora a modalidade de ensino diferencie a experiência de aprendizagem dos estudantes, as análises e campos de estudo são os mesmos. A grade curricular do curso de Ciência Política tradicionalmente inclui as seguintes disciplinas:

  • Teoria Política Clássica e Moderna: Estudo dos pensadores e filósofos políticos desde a antiguidade até a contemporaneidade.
  • Sistemas Políticos Comparados: Análise comparativa de diferentes sistemas políticos ao redor do mundo.
  • Política Brasileira: Estudo aprofundado da política e das instituições políticas do Brasil.
  • Relações Internacionais: Exame das políticas externas, organizações internacionais e relações globais.
  • Políticas Públicas: Análise do processo de planejamento, implementação e avaliação das políticas públicas.
  • Métodos de Pesquisa em Ciência Política: Técnicas de pesquisa qualitativa e quantitativa específicas para o campo da ciência política.
  • Direito Constitucional: Estudo das leis fundamentais que definem a estrutura política de um país.
  • Economia Política: Exploração da intersecção entre economia e política.

Além dessas disciplinas centrais, os cursos frequentemente oferecem opções de eletivas, permitindo aos alunos explorar áreas de interesse específico dentro do campo da ciência política.

Vale ressaltar que o campo da Ciência Política não se restringe apenas à graduação. Estudantes já graduados também podem ingressar na área por meio de uma pós-graduação, como mestrado, especialização e doutorado.

No mestrado em Ciência Política, os alunos se aprofundam nos aspectos teóricos e práticos da Ciência Política. O programa conta com duração de dois anos e envolve um estudo mais intensivo, com ênfase em pesquisa. Nele, os estudantes são incentivados a contribuir com conhecimento autoral no campo por meio de uma dissertação de pesquisa.

Por outro lado, cursos de especialização são projetados para profissionais que buscam aprimorar habilidades específicas ou conhecimento em uma área particular da Ciência Política, como política internacional, política pública ou análise política. A formação é ideal para profissionais que já atuam na área e desejam aprimorar suas competências ou para aqueles que pretendem mudar o foco de sua carreira para um aspecto mais específico da política.

Por fim, o doutorado representa o mais alto nível de estudo acadêmico em Ciência Política. Com duração média de três a quatro anos, o programa é integralmente direcionado à pesquisa. Os candidatos ao doutorado devem realizar uma análise original, contribuindo com novos insights para o campo, e culminando em uma tese.

Qual a grade curricular de Ciência Política?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Ciência Política em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Administração Pública

  • Antropologia

  • Análise de Políticas Públicas

Ver a grade curricular

O que a Ciência Política estuda?

A Ciência Política estuda a organização e o funcionamento dos sistemas governamentais, as teorias e práticas políticas, o comportamento político, as políticas públicas, e as relações internacionais. Ela busca compreender a tomada de decisões, a distribuição de poder e a influência política na sociedade.

A faculdade de Ciência Política analisa as particularidades do mundo político. Ao longo da formação, os alunos estudam temas voltados às dinâmicas políticas que moldam as sociedades contemporâneas.

Inicialmente, os discentes são apresentados aos fundamentos teóricos da disciplina, explorando as obras de pensadores clássicos como Maquiavel, Rousseau e Locke. O curso também apresenta a evolução das ideias políticas ao longo da história, desde as teorias iluministas até os debates contemporâneos sobre liberalismo, democracia, autoritarismo e justiça social.

Outro ponto central é a discussão sobre políticas públicas. Por meio de estudos de caso e análises, os estudantes aprendem a avaliar como as decisões políticas impactam diretamente a vida dos cidadãos, abordando temas como saúde, educação, segurança, meio ambiente e economia.

O objeto de estudo da Ciência Política é caracterizado pela a análise de sistemas políticos, comportamento político, instituições governamentais, processos de tomada de decisão, políticas públicas e a dinâmica das relações internacionais.

De acordo com as Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação (MEC), aprovadas para o curso no ano de 2001, o curso de Ciência Política é organizado em torno de três eixos: específico, complementar e livre. A formação específica se refere às disciplinas diretamente relacionadas ao campo político, como divisão de poderes, políticas públicas, economia e análises internacionais. A formação complementar é caracterizada por disciplinas optativas que complementam os conceitos centrais analisados. Por fim, o eixo livre é voltado para as atividades próprias das instituições de ensino, bem como as atividades desenvolvidas pelo aluno em conexão com a organização educacional.

Dica importante: Confira o Guia Completo sobre a Redação do Enem. Veja dicas incríveis para você arrasar e conseguir uma boa nota nesta parte importante da prova. Tenha acesso aos critérios de avaliação, dicas de especialistas e exemplos nota 1000! Tudo gratuito para você!

Quanto custa uma faculdade de Ciência Política?

Veja descontos de até 87% em ofertas para o curso de Ciência Política. As mensalidades com bolsas de estudo variam entre R$33,37 e R$1.166,67, em instituições parceiras da Quero Bolsa.

Caso você tenha dúvidas se esse curso é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

Procure o curso de Ciência Política ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 109,00 entre as 1.422 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Ciência Política

Onde o profissional de Ciência Política pode trabalhar?

Em típico dia de trabalho, um cientista político mergulha em um universo de análises e reflexões sobre os fenômenos políticos que permeiam nossa sociedade. O seu escritório é um espaço onde teorias e dados se entrelaçam, e onde as últimas notícias políticas são dissecadas com um olhar aguçado.

A manhã começa com a leitura de artigos acadêmicos e relatórios de pesquisa. O cientista político busca compreender as últimas descobertas e tendências no campo, a fim de manter-se atualizado e fundamentar suas próprias investigações. A teoria política clássica e contemporânea serve como bússola, orientando a interpretação dos acontecimentos políticos do presente.

No decorrer do dia, reuniões com colegas e estudantes são frequentes. O cientista político compartilha insights, discute ideias e oferece orientações sobre projetos de pesquisa em andamento. A troca de conhecimento é vital, pois alimenta novas perspectivas e inspira novas abordagens para desafios políticos complexos.

A análise de dados é uma parte crucial do trabalho. O cientista político manipula estatísticas, examina pesquisas de opinião e utiliza métodos quantitativos e qualitativos para extrair informações valiosas. Isso possibilita uma compreensão mais profunda das dinâmicas políticas, permitindo a identificação de padrões e tendências relevantes.

Além disso, o cientista político pode ser chamado para contribuir em debates públicos e palestras. Sua expertise é solicitada para oferecer uma visão embasada sobre temas políticos prementes, esclarecendo conceitos e fornecendo análises críticas que ajudam a iluminar o entendimento do público.

À medida que o dia avança, o cientista político dedica tempo à redação de artigos acadêmicos e relatórios de pesquisa. Cada palavra é cuidadosamente escolhida para comunicar de forma clara e precisa os achados e conclusões de suas investigações. A escrita é uma ferramenta poderosa para disseminar o conhecimento e contribuir para o avanço do campo.

Em meio a todos esses afazeres, o cientista político não perde de vista a importância de manter uma perspectiva ética e imparcial. A busca pela verdade e pela compreensão precisa dos fenômenos políticos é o norte que guia seu trabalho.

Ao final do dia, o cientista político pode sair do seu escritório com a sensação de ter contribuído, mesmo que de forma modesta, para a compreensão e aprimoramento do sistema político em que vivemos. Cada análise, cada pesquisa, cada palavra escrita são passos em direção a um entendimento mais profundo e informado do mundo político, e, consequentemente, em direção a uma sociedade mais justa e democrática.

Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Ciência Política?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Ciência Política?

No dinâmico mercado de trabalho para cientistas políticos, uma série de habilidades e competências são essenciais para se destacar e prosperar. Estas exigências vão além do conhecimento teórico e abrangem uma gama de habilidades práticas que permitem ao profissional enfrentar os desafios do mundo político contemporâneo.

Em primeiro lugar, a capacidade analítica é crucial. Um cientista político precisa ser capaz de avaliar e interpretar dados, pesquisas e informações políticas de forma crítica e precisa. Isso inclui a habilidade de utilizar métodos quantitativos e qualitativos, compreender estatísticas e conduzir análises aprofundadas.

A comunicação eficaz é outra exigência fundamental. Seja ao escrever relatórios de pesquisa, artigos acadêmicos ou ao apresentar suas análises em público, o cientista político deve ser capaz de articular suas ideias de maneira clara e acessível. Além disso, a capacidade de dialogar e explicar conceitos políticos complexos para diferentes públicos é valorizada.

A habilidade de pesquisa é um pilar do trabalho de um cientista político. Isso engloba a capacidade de formular perguntas de pesquisa pertinentes, conceber e executar metodologias robustas, coletar e analisar dados de forma ética e objetiva. A experiência em pesquisa também pode envolver a familiaridade com ferramentas e softwares específicos.

A adaptação a ambientes multidisciplinares e a capacidade de trabalhar em equipe são cada vez mais valorizadas no mercado de trabalho para cientistas políticos. Muitas questões políticas se entrelaçam com outras disciplinas, como economia, sociologia e direito, exigindo a habilidade de colaborar com profissionais de diferentes áreas.

A compreensão do contexto político internacional é outra exigência importante. Dada a crescente interconectividade global, a capacidade de analisar e contextualizar eventos e tendências políticas no cenário internacional é um ativo valioso.

Além das habilidades técnicas e analíticas, as habilidades de networking e o desenvolvimento de uma presença profissional são cada vez mais relevantes. Participar de conferências, seminários e eventos da área, assim como construir uma presença online ativa, podem abrir portas e criar oportunidades no mercado de trabalho.

Por fim, a capacidade de se manter atualizado com os acontecimentos políticos e as tendências emergentes é uma necessidade constante. Um cientista político que está sempre atento às mudanças no panorama político é capaz de oferecer insights valiosos e se adaptar rapidamente a novos desafios.

Nota de corte para Ciência Política

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Ciência Política foram:

Quais cidades têm cursos de Ciência Política?

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Ciência Política
Está com dúvidas sobre Ciência Política? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Ciência Política

Tipo de Pergunta
Recentes