Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Relações Públicas

Saiba tudo sobre o curso de Relações Públicas e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Relações Públicas no notebook
Média Salarial: R$ 4.385,53
Duração: em média, 4 anos
Bolsas: a partir de R$ 102,00
Ver bolsas de até 88%

Sobre o curso de Relações Públicas

As Relações Públicas são estratégias que ajudam a estabelecer uma comunicação benéfica entre organizações e seus públicos. Esta área abrange eventos, assessoria de imprensa, criação de conteúdo e comunicação interna. É a prática de criar e manter boas relações entre uma organização e o público-alvo.

O curso de Relações Públicas forma profissionais que constroem, promovem e preservam a imagem e reputação de empresas, marcas e instituições, por meio de projetos de comunicação.

Durante o curso, os alunos estudam disciplinas como Teoria da Comunicação, Ética e Legislação em Relações Públicas, Gestão de Crise, Planejamento Estratégico em Comunicação, e Marketing.

O curso também abrange o estudo de técnicas de Assessoria de Imprensa, Comunicação Interna e Externa, Organização de Eventos e Cerimonial, bem como Relacionamento com a Mídia. Além disso, estão presentes disciplinas que enfocam a pesquisa de mercado e a análise do comportamento do consumidor.

A metodologia da formação mescla teoria e prática, incluindo estudos de caso, projetos práticos, estágios supervisionados e trabalho de conclusão de curso.

A graduação em Relações Públicas geralmente dura quatro anos, ou oito semestres. No Brasil também pode ser uma habilitação dentro do curso Comunicação Social, assim como Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

Ao final do curso, o aluno adquire visão estratégica, com foco nos negócios e na responsabilidade social, e é capaz de elaborar políticas de relacionamento entre as organizações e o público.

No mercado de trabalho, o profissional de Relações Públicas atua elaborando estratégias de comunicação em grandes empresas, organizações públicas, terceiro setor e agências de comunicação, além de assessorar personalidades públicas, como os políticos.

Os tipos de formação para o curso de Relações Públicas são: bacharelado e tecnólogo .

Como é o curso de Relações Públicas?

O curso de Relações Públicas é oferecido como bacharelado e apresenta uma grade curricular com disciplinas da área da comunicação, com destaque para Comunicação Organizacional, Assessoria de Imprensa e Comunicação Pública. Temas da Administração, da Economia e do Marketing também podem complementar o programa.

A formação pode ser realizada no formato presencial e a distância. Cada modelo possui suas especificidades que impactam na metodologia da formação. O curso de Relações Públicas EaD, por exemplo, permite que o aluno desenvolva seus estudos de forma 100% on-line, com o apoio de recursos e usualidades digitais, como materiais didáticos, videoaulas, fóruns de discussão, entre outras ferramentas relacionadas.

Após a conclusão do curso, o estudante pode, ainda, optar por uma pós-graduação em Relações Públicas, se especializando em áreas da comunicação. Entre as alternativas mais frequentes, é possível listar:

Qual a grade curricular de Relações Públicas?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Relações Públicas em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Antropologia e Cultura Brasileira

  • Arte, Cultura e Estética

  • Atividades Complementares

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de Relações Públicas?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Relações Públicas, apesar de ser da área da Comunicação, tem suas funções e características específicas e deve seguir regulamento próprio.

De acordo com as diretrizes, a grade curricular deve estar organizada em quatro eixos, complementares entre si: Formação Geral, Comunicação, Formação Suplementar e Relações Públicas.

Para as atividades didáticas, deve ser considerado o mínimo de 1.400 horas divididas entre os três primeiros eixos e 1.400 horas para o eixo específico de Relações Públicas, além de 200 horas de Atividades Complementares e 200 horas para o estágio supervisionado.

A Formação Geral contempla conteúdos de cultura geral e de formação ética e humanística, baseados nas áreas de Humanidades e Ciências Sociais Aplicadas, com foco na ética e em questões como direitos humanos, educação ambiental e sustentabilidade. Poderão ser agregados conteúdos de diversas áreas, conforme projeto de formação definido pela instituição de ensino, além dos seguintes campos:

  • Filosofia;

  • Sociologia;

  • Economia;

  • Direito;

  • Antropologia;

  • Psicologia;

  • Estética e Artes;

  • Ciência Política;

  • Administração.

O eixo de Comunicação consiste em conteúdos teóricos e aplicados das Ciências da Comunicação, com foco nos processos e práticas de relações públicas, como:

  • Fundamentos teóricos da comunicação;

  • Linguagens, mídias e tecnologias.

O eixo de Relações Públicas possui conteúdos teóricos aplicados a práticas laboratoriais, que são específicos para a compreensão da área. As matérias básicas desse núcleo são:

  • Pesquisas de opinião e de imagem;

  • Diagnóstico, planejamento e gestão estratégica da comunicação;

  • Planejamento e organização de eventos;

  • Gerenciamento de crises;

  • Redação institucional, produção de mídias impressas, audiovisuais e digitais;

  • Comunicação em rede;

  • Portais corporativos, governamentais e comunitários;

  • Projetos sociais e culturais.

Já a Formação Suplementar, é composta de acordo com o projeto de formação definido pela instituição de ensino. Ela inclui:

  • Empreendedorismo e Gestão de Negócios;

  • Comunicação nos processos de governança corporativa;

  • Psicologia Social;

  • Estatística;

  • Relações Governamentais;

  • Cerimonial e Protocolo;

  • Ouvidoria.

Quanto custa uma faculdade de Relações Públicas?

O valor do curso de Relações Públicas pode variar muito de acordo com a instituição de ensino. É possível encontrar mensalidades a partir de R$ 91,26 entre as instituições parceiras do Quero Bolsa.

Encontre a faculdade ideal para você aqui.

Procure o curso de Relações Públicas ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 102,00 entre as 1.406 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Relações Públicas

O que faz o profissional de Relações Públicas?

O relações públicas elabora planos estratégicos das áreas de comercialização, marketing e comunicação para empresas agroindustriais, industriais, de comercialização e serviços em geral. Também implementa e coordena atividades e assessora a diretoria e setores da empresa.

Em sua área de atuação, o profissional de Relações Públicas gerencia recursos humanos, administra recursos materiais e financeiros e promove condições de segurança, saúde, preservação ambiental e qualidade.

Ele atua no processo de decisão política, participa da formulação de políticas públicas, elabora e estabelece estratégias de relações governamentais, analisa os riscos regulatórios ou normativos e defende os interesses dos representados.

Onde o profissional de Relações Públicas pode trabalhar?

O profissional de relações públicas costuma exercer suas atividades em empresas públicas e privadas de qualquer setor, na condição de trabalhador com carteira assinada.

Atua em equipes de trabalho, sob supervisão ocasional, e desenvolve suas funções em ambientes fechados e em períodos diurnos.

O profissional de relações públicas desempenha um papel vital na promoção de empresas, produtos ou serviços. Eles são responsáveis por criar e manter boas relações entre os clientes, a mídia e outros públicos-alvo. Por meio de sua atuação, os profissionais melhoram a imagem de uma empresa ou de um produto, gerenciando as relações comunicacionais da empresa.

Um profissional de relações públicas tem que ter conhecimento de todos os aspectos da comunicação, como jornalismo, marketing, propaganda e redes sociais. Eles criam e gerenciam campanhas de mídia, organizam eventos, escrevem comunicados de imprensa, produzem materiais de divulgação, administram sites e redes sociais, gerem relacionamentos públicos, e criam relatos de sucesso.

Algumas atividades podem exigir que o profissional trabalhe sob pressão, levando-o à situação de estresse.

Algumas das principais alternativas do mercado de trabalho para o profissional de Relações Públicas envolvem:

  • Agências de relações públicas;
  • Empresas e corporações
  • Instituições públicas
  • Agências de comunicação

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), disponibilizados no site da Quero Bolsa, o salário do profissional de Relações Públicas é de, em média, R$ 4.711,01.

Quanto ganha um profissional de Relações Públicas?

O salário médio de um Profissional de relações públicas no Brasil é de R$ 4.385,53 . Os estados onde a profissão de Profissional de relações públicas têm os melhores salários são PA, DF e MT.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

Ver salários dessa profissão
Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Relações Públicas?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Relações Públicas?

Para o exercício dessa ocupação, é necessário diploma do curso superior em Relações Públicas reconhecido pelo MEC e registro junto ao Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas (Conrerp).

O tempo requerido para o exercício pleno das funções é de quatro a cinco anos de experiência profissional.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Relações Públicas?

As principais características do profissional de Relações Públicas, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Liderança de pessoas;
Capacidade de negociação;
Capacidade de tomar decisões;
Capacidade de abstração;
Trabalho em equipe;
Raciocínio analítico;
Capacidade de síntese;
Capacidade de relacionamento interpessoal;
Flexibilidade;
Empatia;
Organização;
Habilidades comunicativas;
Criatividade;
Capacidade de escuta;
Visão sistêmica;
Pensamento estratégico.

Nota de corte para Relações Públicas

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Relações Públicas foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Relações Públicas
Está com dúvidas sobre Relações Públicas? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Relações Públicas

Tipo de Pergunta
Recentes