Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Filosofia

Escolas Filosóficas

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 15/10/2018

Introdução

A palavra filosofia vem do grego philosophia, e significa amor à sabedoria. A Filosofia como ciência tem sua origem no momento em que o homem deixa de usar os mitos como explicação para o funcionamento da natureza, da vida e da sociedade.

Ou seja, a filosofia é a maneira racional que o homem utiliza para buscar explicações sobre a vida, a sociedade, a origem das coisas e fenômenos naturais.

A Grécia é considerada o berço dos filósofos e primeiros pensadores racionais, pois foi lá que a filosofia teve origem, em meados do século V a.C.

Da Grécia até a contemporaneidade, a filosofia é dividida em escolas filosóficas, organizadas de acordo com o período histórico e as principais características de pensamento.

Os Pré-Socráticos

É considerada a primeira escola de pensamento filosófico, com início no século V a. C. Os filósofos dessa escola viveram antes de Sócrates e preocupavam-se em explicar o universo, a natureza e suas transformações a partir de explicações racionais e observação dos elementos naturais.

Para esses filósofos a arché, ou natureza dos objetos era considerada princípio formador de tais objetos.

Na escola pré-socráticas encontram-se algumas importantes correntes e escolas de pensamento.

Escola Jônica

Tem o objetivo descobrir a origem de todas as coisas a partir de pensamentos e constatações racionais. Identificou os quatro elementos: água, ar, terra e fogo como os elementos fundamentais para a natureza. Principal nome: Tales de Mileto, conhecido como pai da filosofia.

Escola de Eléia

Principal nome: Parmênides. Para o filósofo a única realidade existente é o ser, que é por sua vez, indivisível e imutável. O ser é entendido como algo que já existe, que já é, e não algo que pode vir a ser alguma coisa.

Escola Sofista

Os sofistas tinham interesse em descobrir o fundamento de todas as coisas, buscavam o fundamento de tudo a partir de explicações lógicas e racionais. Principal filósofo: Protágoras.

Escola Atomista

Para os atomistas todos os seres humanos e coisas são formados pela junção de partículas indivisíveis, os átomos, que se encontram a partir de colisões no espaço. Principal nome: Demócrito.

Período Clássico

Período marcado pelo desenvolvimento e estruturação da filosofia e pelo desenvolvimento dos primeiros conceitos de ética e política. Na filosofia clássica, três nomes são primordiais para o desenvolvimento das ideias:

Sócrates

Considerado o primeiro filósofo a buscar rigorosas definições universais para as virtudes morais. Criador do Método Socrático, técnica de ensino e pesquisa que faz uso da dialética.

Platão

Discípulo de Sócrates, Platão tem uma profunda crença na ideia de busca pela razão e verdade. Autor do livro “A República”, Platão descreve uma sociedade ideal dividida em três classes. Platão também escreve sobre o mundo das ideias e o mundo da razão no Mito da Caverna.

Aristóteles

Aluno de Platão, desenvolveu trabalhos sobre a observação sistemática da natureza e fenômenos físicos. Aristóteles desenvolve também estudos sobre objetos imateriais, a partir desses estudos, dá início a metafísica.

Período Pós-Socrático

Período correspondente ao fim do período Clássico até o começo da Idade Média. Nesse período a Grécia perde a hegemonia sobre os estudos e produções filosóficas. As principais escolas são:

Epicurismo

Escola fundada por Epicuro, os epicuristas creem que o bem é originário da prática da virtude e para que o indivíduo encontre o prazer, tanto o corpo quanto a alma devem evitar o sofrimento.

Ceticismo

Os ceticistas adotam uma postura de dúvida diante de todo e qualquer conhecimento, para esses filósofos não é possível que se tenha certeza sobre nenhum conhecimento.

Estoicismo

Defendem o uso da razão a qualquer custo. Todo sentimento, emoção e prazer devem ser deixados de lado. Principais nomes: Zenão de Cítio e Sêneca.

Cinismo

Os filósofos deveriam assumir uma postura de distanciamento e desprezo pelos bens materiais. Consideravam que a felicidade era conquistada através da virtude. Principal nome: Antístenes.

Pensamento Medieval

Momento em que a filosofia foi bastante influenciada pela Igreja Católica. As correntes de pensamento são teocêntricas, em que o pensamento religioso define e influencia as formas de sentir, ver, pensar e fazer ciência. Os principais nomes são:

Santo Agostinho

O conhecimento é de origem divina, portanto, as verdades e explicações sobre o mundo devem ser encontradas nas palavras de Deus.

São Tomás de Aquino

Considerado o pai da filosofia escolástica defende o uso de explicações que unem a fé e a razão científica. A corrente escolástica retoma os pensamentos clássicos de Platãoe Aristóteles.

Filosofia Moderna

Com o Renascimento Cultural e científico, a filosofia deixa de ser feita a partir de pensamentos religiosos, a razão e ciência ganham destaques nas maneiras de pensar.

No período iluminista, a razão e o uso de métodos científicos são considerados os únicos meios para se obter conhecimento. As principais correntes e nomes são:

Cartesianismo

A razão e a matemática são as únicas bases para o conhecimento. Principal nome: René Descartes.

No período Iluminista

  • Montesquieu: crítico das monarquias absolutistas e criador da separação dos poderes em executivo, legislativo e judiciário.
  • Diderot: elaborou uma filosofia baseada nos saberes das ciências exatas, iniciando o materialismo científico. Ao lado de D´Alembert organizou uma enciclopédia.
  • D'Alembert: realizou trabalhos matemáticos como forma de explicar o mundo e a natureza.
  • Rousseau: afirma que o homem nasce bom, mas ao longo da vida é corrompido pela sociedade, tornando-se, portanto mau. É também um dos importantes filósofos do contratualismo, que explica o surgimento do Estado e sociedades a partir dos contratos sociais.

Outros pensadores

  • Marx: Usa o método dialético para desenvolver sua filosofia político econômica, com foco nas relações de trabalho.
  • Friederich Nietzsche: Crítico do modelo social representado pelo cristianismo e os valores, cultura e padrões ocidentais.

Filosofia Contemporânea

No decorrer do século XX, várias correntes filosóficas ganharam espaço, como as interpretações do marxismo, que surgiram com Antonio Gramsci, Gyorgy Lukács e Louis Althusser.

Os pensadores Michel Foucault e Sartretambém escreveram sobre os mais variados assuntos.

Michel Foucault escreveu obras sobre sexualidade, loucura e relações de poder. Jean Paul Sartre dá voz a angústia humana na corrente do existencialismo. A filosofia contemporânea é marcada pelo foco no indivíduo e as relações estabelecidas entre seres humanos e entre realidades sociais.

Templo de Poseidon, Grécia.Templo de Poseidon, Grécia.


Exercícios

Exercício 1
(UEG/2011)

A influência de Sócrates na filosofia grega foi tão marcante que dividiu a sua história em períodos: período pré-socrático, período socrático e período pós-socrático. O período pré-socrático é visto como uma época de formação da filosofia grega, na qual predominavam os problemas cosmológicos. Ele se desenvolveu em cidades da Jônia e da Magna Grécia. Grandes escolas filosóficas surgem nesse período e muitos pensadores se destacam. Entre eles, um jônico, que ficou conhecido como pai da filosofia. Seu nome é:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...