Concorra a Bolsas de Estudo 100%
logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Curiosidades

Dia Internacional dos Direitos Humanos: saiba quando é comemorado e porque

por Thales Valeriani em 06/12/21

O Dia Internacional dos Direitos Humanos é comemorado todo dia 10 de dezembro, desde 1950. Nesse dia, relembra-se o documento composto por 30 artigos que trazem os direitos de todo ser humano ao nascer e ao longo da própria vida.

 + Encontre bolsas de estudo para todos os níveis de ensino

O conteúdo do documento foi pensando por juristas, políticos e outros representantes da sociedade civil como uma resposta da humanidade aos horrores da 2º Guerra Mundial. Aprovado em votação na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o documento é válido em todo o mundo.

Dia Internacional dos Direitos Humanos:

Leia mais
+ Direito à Educação: conheça o artigo 26 da Declaração Universal dos Direitos Humanos
+ Veja como a Declaração Universal dos Direitos Humanos pode cair no Enem

Quando é o Dia Internacional dos Direitos Humanos?

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi aprovada em 1948, após uma votação na  Assembleia Geral da ONU. Dois anos depois, em 1950, a organização convidou os países-membros e as organizações com interesse em Direitos Humanos a marcar o dia 10 de dezembro como o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Na aprovação do documento, 48 países votaram a favor, nenhum contrário, 8 se abstiveram e 2 estavam ausentes. A Declaração foi a primeira iniciativa da história a definir um marco comum a todas as nações em proteção dos direitos individuais, independente da nacionalidade, classe social, sexualidade, religiosidade, orientação política e do gênero.

.

Como é a comemoração do Dia dos Direitos Humanos?

A data do Dia dos Direitos Humanos é mais do que uma comemoração, é também um período para a realização de eventos sobre o tema, com a promoção de debates, palestras, ciclos temáticos e oficinas, por exemplo.

Em geral, tais iniciativas são promovidas por ONGs e entidades da sociedade civil que possuam alguma relação com o assunto. O intuito desses eventos é informar a população sobre a importância da temática e também sobre a necessidade de reivindicar direitos ainda não efetivados.

Quais países não assinaram a Declaração Universal dos Direitos Humanos?


Na época da votação, em 1948, a ONU era composta por 58 países membros. Desses, 48 votaram a favor, nenhum votou contrário, 8 se abstiveram e 2 estavam ausentes. Veja quais foram os 10 países que não assinaram a Declaração Universal dos Direitos Humanos:

Abstenções

1. União Soviética;

2. Belarus;

3. Ucrânia;

4. Tchecoslováquia;

5. Polônia;

6. Iugoslávia

7. Arábia Saudita;

8. África do Sul.

Ausências

1. Honduras

2. Iêmen.

+ Atualidades Enem: capacitismo

Quais são os Direitos Humanos?

Como vimos, os Direitos Humanos foram criados a partir da sua Declaração Universal, em 1948. No total, 30 artigos compõe a Declaração. Segundo a ONU, eles são indivisíveis e indissociáveis, ou seja, não existe uma hierarquia entre eles  todos são igualmente importantes , de modo que ao desrespeitar um, outros direitos também são feridos.

Ainda de acordo com as Nações Unidas, os Direitos Humanos, são:

  •  fundados sobre o respeito pela dignidade e pelo valor de cada pessoa;

  • universais, o que quer dizer que são aplicados de forma igual e sem discriminação a todas as pessoas;

  • inalienáveis, e ninguém pode ser privado de seus direitos humanos;

  • indivisíveis, inter-relacionados e interdependentes, já que é insuficiente respeitar alguns direitos humanos e outros não. Na prática, a violação de um direito vai afetar o respeito por muitos outros.

+ Dia Internacional Nelson Mandela: entenda qual é a origem da data

Qual curso fazer para trabalhar com Direitos Humanos?

A área de Direitos Humanos é abrangente, de modo que existem diversas ONGs e profissionais de  praticamente todas as formações envolvidos com o assunto. Ainda assim, algumas formações podem abrir portas para quem quer trabalhar com a temática, confira algumas:

Relações Internacionais

Na graduação de Relações Internacionais, o aluno aprende conteúdos das áreas de Política, Economia, Comércio Exterior, Direito, Direito Internacional, entre outros. Além de aprender sobre os organismos internacionais e suas dinâmicas.

Os formados nessa área podem trabalhar no setor privado, em empresas, no setor público, em embaixadas ou ministérios, e no terceiro setor, em ONGs. A visão estratégica e a capacidade de planejamento são habilidades desenvolvidas ao longo da graduação e que são requisitadas pelo mercado de trabalho.

O cientista social, como o nome sugere, é um profissional capaz de identificar e sistematizar o funcionamento da sociedade, fazendo pesquisas sobre hábitos, mentalidades, culturas, dinâmicas sociais, entre outros temas.

Os aprendizados em Sociologia, Antropologia e Ciências Políticas, são necessários em alguns organismos internacionais.

+ 50 melhores faculdades de Ciências Sociais, segundo o MEC

Direito

O curso de Direito, como é de imaginar, também forma profissionais aptos a trabalhar com Direitos Humanos. Algumas instituições de ensino oferecem especializações ou disciplinas específicas sobre o assunto

Além disso, na graduação, são ensinados conteúdos sobre Direito Internacional e o funcionamento e as dinâmicas de órgãos públicos nacionais e internacionais. 

+ Direito a distância é aprovado pelo MEC? Entenda


Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54