logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Profissões

Fórmula 1: 6 profissões para trabalhar com esse esporte

A nova temporada da série Drive to Survive, em português, Dirigir para Viver, da Netflix, foi lançada nesta sexta-feira (11).  A produção trata sobre a Fórmula 1, mostrando o que acontece nas pistas e fora delas também.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Muitas vezes, os fãs do esporte assistem aos episódios e desejam fazer parte daquilo. Porém, trabalhar como piloto parece distante da realidade da maioria. Só que é preciso considerar que para a Fórmula 1 acontecer, há diversas profissões envolvidas. Por isso, listamos 6 carreiras que você pode seguir para trabalhar com Fórmula 1.

Profissões para se trabalhar na fórmula 1

Confira as profissões para trabalhar com Fórmula 1

Os pilotos são destaque no esporte, mas outros ofícios são necessários para a Fórmula 1 acontecer: “todas as profissões são fundamentais, o engenheiro mecânico é importante assim como a pessoa que está cozinhando; todo mundo tem sua parcela de importância", afirma o publicitário Leonardo Brocchi.

Leonardo Brocchi é um dos administradores da página de Instagram Manual do Piloto Ruim, que fala sobre todo o universo da Fórmula 1. O publicitário também produz vídeos para o canal do Youtube de mesmo nome. Conversamos com ele para entender melhor como funciona e qual é a importância da variedade de profissões atuantes na Fórmula 1. Confira abaixo quais são as possibilidades:

1- Jornalista 

Uma das profissões fundamentais na Fórmula 1 são os jornalistas. São eles que trazem todas as informações do esporte, sobre os treinos, corridas, etc. Além disso, esses profissionais são responsáveis por traduzir termos técnicos para o público e acompanhar tudo que acontece dentro do paddock, que é o local onde ficam os pilotos, os chefes de equipe, engenheiros, convidados e outras pessoas.

Essa é uma boa forma de se trabalhar com a Fórmula 1, pois existem diversos portais brasileiros que tratam sobre o tema e contratam jornalistas para cobrirem o assunto.

Veja também: Conheça as 50 melhores faculdades de Jornalismo, segundo o MEC

2- Engenheiro

A atuação de diversos tipos de engenheiros é necessária nesse esporte. Então, são contratados, engenheiros mecânicos, engenheiros aeronáuticos, engenheiros de sistema, etc.

Essa é uma das profissões que mais se encontra dentro da Fórmula 1. Segundo Leonardo, eles formam a maior parte das equipes.

Saiba mais: Existe curso técnico a distância em mecânica?

3- Fisioterapeuta 

O fisioterapeuta é um profissional fundamental para a Fórmula 1. Isso porque os pilotos praticam treinos intensos e são os fisioterapeutas que se dedicam a promover uma boa recuperação dos atletas, assim como um bom reflexo.

Confira: 3 áreas da Fisioterapia com os maiores salários

4- Fotógrafo

Os fotógrafos que trabalham na Fórmula 1 são responsáveis por registrar em imagens o que acontece no esporte.

Leonardo menciona que, além da fotografia, é possível trabalhar como videomaker. Essa é uma outra profissão super importante no ramo, pois são os videomakers que realizam a cobertura em vídeo do evento.

Leia também: Por que cursar Fotografia?

5- Mecânico

Num esporte no qual um carro é o instrumento protagonista, é claro que a atuação de mecânicos é indispensável. Entre as diversas funções desse profissional no esporte, está a montagem e a desmontagem do automóvel.

A rotina desses profissionais costuma ser bem agitada na Fórmula 1. Isso porque montar um carro leva tempo e, quando o final de semana de corrida acaba, também é preciso agilidade para desmontar o automóvel e, enfim, ir para casa ou para o próximo Grande Prêmio.

Veja também: Educação Física e Esporte: qual é a diferença entre esses cursos?

6- Cozinheiro

Na Fórmula 1, cada uma das 10 equipes possuem cozinheiros próprios, que preparam as refeições de todos os funcionários do time. São eles que fazem almoços e jantares para manter as pessoas envolvidas no esporte bem alimentadas.

Saiba mais: 9 cursos para quem gosta de cozinhar

É muito difícil trabalhar na Fórmula 1?

Apesar de existirem todas essas profissões dentro do esporte, é válido ressaltar que conseguir um trabalho na categoria é uma tarefa bem complexa: “trilhar carreira no segmento é um pouco distante, tanto que hoje temos apenas um brasileiro na Fórmula 1”, comenta Leonardo Brocchi.

Mas, mesmo com as dificuldades, existem alternativas: “o que muita gente está fazendo é um protótipo da Fórmula 1, e isso te abre portas para categoria”, afirma o administrador da página Manual do Piloto Ruim. Essa opção está relacionada à F1 in Schools ou Fórmula 1 nas escolas, um projeto organizado pela Fórmula 1 e pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Nessa iniciativa, jovens criam empresas que produzem miniaturas de carros.

Leonardo também comenta que é possível construir carreira junto com algum piloto, crescendo com ele. Além disso, segundo o publicitário, existe a possibilidade de enviar currículos, só que é uma opção mais difícil.

Como seguir essas profissões?

Se você se interessou por uma dessas profissões e quer construir uma carreira no ramo, o primeiro passo é fazer uma faculdade. Você encontra todos esses cursos com descontos na plataforma da Quero Bolsa

Procurar bolsas de estudo

Na Quero Bolsa você encontra mais de 1.000 instituições para estudar. Veja algumas opções bem avaliadas pelo MEC:

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54