Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Engenharia de Sistemas

Saiba tudo sobre o curso de Engenharia de Sistemas e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Engenharia de Sistemas no notebook
Média Salarial: R$ 5.997,55
Duração: em média, 5 anos
Bolsas: a partir de R$ 265,00
Ver bolsas de até 87%

Sobre o curso de Engenharia de Sistemas

Última atualização: 05/03/2024

O curso de Engenharia de Sistemas é direcionado ao estudo, projeto, implementação e gestão de sistemas computacionais. A área abrange a análise de requisitos, modelagem, simulação, otimização, e integração de componentes de hardware e software para criar componentes. Os alunos aprendem a aplicar princípios de matemática, ciência da computação e engenharia.

O currículo inclui disciplinas de matemática avançada, programação, sistemas de controle, engenharia de software, redes de computadores e inteligência artificial. Também enfatiza o desenvolvimento de habilidades em gerenciamento de projetos, comunicação e trabalho em equipe, preparando os estudantes para liderar projetos de sistemas.

O curso tem duração média de cinco anos em tempo integral. Ao concluir, os graduados estão qualificados para projetar e gerenciar programas que atendam a requisitos técnicos específicos, trabalhando na interface entre a tecnologia e as necessidades organizacionais. Eles estão preparados para carreiras em empresas de tecnologia, consultoria, indústrias de manufatura, e organizações governamentais.

Os tipos de formação para o curso de Engenharia de Sistemas são: bacharelado e pós-graduação .

Como é o curso de Engenharia de Sistemas?

O curso de Engenharia de Sistemas equipa os estudantes com uma sólida base de princípios de engenharia aplicados ao desenvolvimento e à gestão de sistemas integrados. Isso inclui a analise e implementação de sistemas que combinam elementos de hardware e software para atender a objetivos específicos.

A graduação tem início com ênfase em matemática e ciências fundamentais, como física e química, seguida de disciplinas específicas da engenharia de sistemas, incluindo programação de computadores, sistemas digitais, análise de sistemas, modelagem e simulação, sistemas de controle, e inteligência artificial.

Além das disciplinas técnicas, o curso enfatiza o desenvolvimento de competências em gestão de projetos, análise econômica, comunicação e liderança. De forma complementar, os alunos são encorajados a participar de estágios, projetos práticos e atividades de pesquisa.

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Engenharia de Sistemas é composto pelos seguintes conteúdos:

  • Engenharia de Controle;

  • Engenharia de Software;

  • Fundamentos de Óptica;

  • Laboratório de Circuitos Eletrônicos;

  • Confiabilidade de Sistemas;

  • Redes de Computadores.

A graduação tem duração média de cinco anos. Em algumas instituições, o curso de Engenharia de Sistemas é oferecido como uma derivação da grande área da Engenharia Elétrica. Sua grade curricular inclui tópicos tais como: Circuitos Elétricos, Eletrônica Digital, Eletrônica Analógica, Conversão Eletromecânica da Energia.

Qual a grade curricular de Engenharia de Sistemas?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Engenharia de Sistemas em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Análise de Circuitos Elétricos I

  • Análise de Circuitos Elétricos II

  • Análise de Sistemas Dinâmicos Lineares

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de Engenharia de Sistemas?

No curso de Engenharia de Sistemas, os estudantes aprendem técnicas gerenciais, focados na concepção, análise, implementação e gerenciamento de sistemas integrados. Entre os componentes de aprendizado, destacam-se:

  • Matemática e Ciências Fundamentais: Matemática avançada, incluindo cálculo diferencial e integral, álgebra linear, estatísticas e probabilidade. Ciências básicas como física e química também são estudadas.

  • Programação e Desenvolvimento de Software: Princípios de programação utilizando linguagens de programação, desenvolvimento de software, estruturas de dados, algoritmos, e engenharia de software.

  • Sistemas Digitais e Eletrônicos: Fundamentos de circuitos eletrônicos e digitais, microcontroladores, e sistemas embarcados.

  • Análise e Modelagem de Sistemas: Técnicas para modelar e simular sistemas, abrangendo métodos matemáticos e computacionais para prever o comportamento de sistemas.

  • Sistemas de Controle: Estudo de sistemas de controle automático, teoria de controle, e design de controladores para regular o comportamento de sistemas dinâmicos.

  • Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina: Conceitos básicos de IA, aprendizado de máquina, redes neurais, e suas aplicações em sistemas inteligentes e automatizados.

  • Redes de Computadores e Sistemas de Informação: Fundamentos de redes de computadores, segurança da informação, e gestão de sistemas de informação.

Ao longo do curso, os alunos compreendem como sistemas funcionam e interagem, e como gerenciar esses sistemas.

Quanto custa uma faculdade de Engenharia de Sistemas?

No site da Quero Bolsa, o curso de Engenharia de Sistemas pode ser encontrado com mensalidades a partir de R$ 266,35. Os valores variam de acordo com a instituição de modalidade de ensino.

Se você deseja ingressar na formação com descontos de até 80%, acesse o site da Quero Bolsa e veja as principais ofertas para o curso em sua região.

Procure o curso de Engenharia de Sistemas ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 265,00 entre as 1.422 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de Engenharia de Sistemas

O que faz o profissional de Engenharia de Sistemas?

O engenheiro de sistemas tem a função de integrar ou de coordenar equipes de desenvolvimento de projetos. Ele interpreta ou traduz as necessidades dos usuários, ou da sociedade, em termos de requisitos de projeto.

Também assessora indústrias no projeto de operações para otimizar sua produção, entre outras atividades.

Onde o profissional de Engenharia de Sistemas pode trabalhar?

O profissional de Engenharia de Sistemas pode trabalhar na indústria química e de máquinas para escritórios e equipamentos para informática, além do setor agrícola, das instituições financeiras e das telecomunicações.

Pode desenvolver atividades em universidades, institutos de pesquisa e grandes empresas, tanto no setor público como no privado. Exerce funções em ambientes nos quais a tecnologia avançada é pesquisada para ser absorvida pelo mercado.

Quanto ganha um profissional de Engenharia de Sistemas?

O salário médio de um Engenheiro de sistemas no Brasil é de R$ 5.997,55 . Os estados onde a profissão de Engenheiro de sistemas têm os melhores salários são DF, SP e RJ.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

Ver salários dessa profissão
Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de Engenharia de Sistemas?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Engenharia de Sistemas?

Para poder atuar profissionalmente, o engenheiro de sistemas necessita de diploma em curso superior reconhecido pelo MEC. O registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) é obrigatório.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Engenharia de Sistemas?

As principais características do profissional de Engenharia de Sistemas, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Objetividade;
Proatividade;
Capacidade de trabalhar em equipe;
Raciocínio lógico;
Raciocínio analítico;
Atenção para os detalhes.

Nota de corte para Engenharia de Sistemas

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Engenharia de Sistemas foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre Engenharia de Sistemas
Está com dúvidas sobre Engenharia de Sistemas? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - Engenharia de Sistemas

Tipo de Pergunta
Recentes