Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Ascensorista: tudo sobre a profissão

Aquele que trabalha com acesso de pessoas e objetos em elevadores. O profissional pode atuar em repartições públicas ou privadas
ascensorista

Sobre a profissão

O ascensorista é o profissional que atua com o funcionamento ou operação dos elevadores e o acesso de pessoas e cargas nos equipamentos de transporte. Este profissional possui conhecimento sobre o funcionamento, as características do elevador e também possui responsabilidades com a alternância de andares e a condução das pessoas entre as repartições de determinado recinto.


Mesmo com o avanço tecnológico dos equipamentos e a minimização das oportunidades, a profissão resiste ao tempo, não foi extinta e está em vigência no Brasil. As repartições públicas, inclusive os órgãos governamentais, contam com ascensoristas em suas equipes de trabalho.


Há possibilidade de atuação em hospitais, clínicas e centros de saúde e, nestes casos, o profissional é conhecido como ascensorista hospitalar. Além disso, há uma data comemorativa para este profissional: comemora-se o dia do Ascensorista em 21 de setembro.


O profissional poderá desempenhar funções em casos de possíveis falhas ou necessidade de reparos no elevador, além dos procedimentos mediante falha mecânica ou falha elétrica. Em casos mais graves, recomenda-se o chamado para a assistência técnica especializada. Recomenda-se ao ascensorista, atualmente, o conhecimento para lidar com elevadores cada vez mais modernos e com recursos de tecnologia.


Com a realização de cursos, o profissional também estará apto ao suporte das pessoas que estão no elevador em casos extraordinários ou de emergência. Por exemplo, o profissional poderá prestar os primeiros socorros ou apoio às pessoas que apresentarem alguma situação médica durante o deslocamento no elevador. 


O ascensorista também saberá atuar em casos de anormalidades com a parte estrutural do elevador, como luzes ou leds com problemas e barulhos anormais na estrutura ou no sistema do equipamento de transporte.


Veja também: Leia mais informações da área na página de Ascensorista de Elevador, no site da Quero Bolsa.

De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), do Ministério do Trabalho, o ascensorista está apto para atuar em diversas áreas. A sua rotina de trabalho poderá ser constituída com:


O profissional deverá apresentar bom relacionamento interpessoal e destreza com o atendimento ao público. O ascensorista terá atribuições de deslocamento de pessoas ou produtos e mercadorias no elevador, assim como a de conceder informações sobre a localização das dependências em que atua.

A Lei Nº 3270, de setembro de 1957, expõe diretrizes sobre o cabineiro de elevador, também chamado de ascensorista. De acordo com o documento, a carga horária de seis horas de trabalho diário é fixada aos dos cabineiros de elevador. Em adição, a lei não permite qualquer acordo visando o aumento das horas de trabalho fixadas (seis horas por dia). 

Caso você tenha dúvidas sobre a profissão ou cursos que habilitam a atuação de um ascensorista, faça o seu questionamento na Comunidade Quero. A Comunidade Quero é um ambiente para troca de conhecimento, onde você pode tirar suas dúvidas e ajudar outros integrantes da Comunidade com as dúvidas sobre o curso. 

O ascensorista, também chamado de ascensorista de elevador, poderá atuar em prédios comerciais e residenciais, hospitais, estabelecimentos comerciais, instalações dos setores públicos ou privados e localidades com atendimento ao público. O profissional precisa ter ciência das características do elevador que ele vai trabalhar, principalmente, sobre espaço/tamanho e possibilidade máxima de carga. 

Em 2021, um projeto de lei (PL nº 2637/11) que propunha obrigatoriedade na contratação de ascensoristas em prédios comerciais foi rejeitado na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados. 

Se você quiser conferir se esta área é a mais indicada para você, faça o Teste Vocacional Gratuito, na Quero Bolsa. O Teste Vocacional associa cursos com habilidades pessoais que são apontadas através de perguntas simples e intuitivas sobre a sua vida. O Teste pode te ajudar na busca das profissões que mais estão de acordo com seu perfil. 

Por que ser um Ascensorista?

Panorama no estado de:
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Como se tornar um Ascensorista?

    Não há requisitos obrigatórios para a atuação profissional nesta área. Entretanto, o ascensorista poderá se especializar em cursos livres na área, o que acarretaria em um diferencial aos olhos do mercado de trabalho. Em geral, o profissional desta área possui a escolaridade de Ensino Médio completo para atuação. 

    De acordo com o portal de recrutamento Glassdoor, o salário médio de um Ascensorista Hospitalar é de R$1.541,00 e o teto é de R$1.886,00 no Brasil. Por outro lado, o portal Salário aponta a remuneração média deste profissional de R$1.180,00 e até R$1.400,00 para as atribuições como ascensorista.

    Recomenda-se a realização de cursos em áreas correlatas, que apresentem possibilidade de otimização do currículo e aumento das chances de inserção no mercado de trabalho. Um dos exemplos de aprimoramento profissional é os cursos de Segurança e Saúde no Trabalho, podendo ser útil para as situações nos elevadores como em ambientes de trabalho em geral. 

    No Guia de Profissões da Quero Bolsa, você encontrará mais detalhes sobre profissões em diversas áreas de atuação. O Guia possui mais de 300 páginas com detalhes das carreiras profissionais, como dar os primeiros passos e os cursos relacionados à formação. Não deixe de conferir!

    Qual curso fazer para ser Ascensorista?

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão?

    Mais profissões da área de Outras

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.