logo
Como funciona
  1. Busque seu curso

    Compare preços e escolha o curso que cabe no seu bolso


  2. Garanta sua bolsa

    Um super desconto que vale até o final do seu curso


  3. Estude pagando menos

    Aí é só fazer o processo seletivo e a matrícula na faculdade


Comissário de bordo: tudo sobre a profissão

Aquele que cuida da segurança e do conforto de passageiros em viagens aéreas

Profissional começa carreira com voos nacionais; salários variam de acordo com alguns fatores

comissário de bordo

Sobre a profissão

O comissário de bordo, ou comissário de voo, é o profissional responsável pelos aspectos de organização e segurança de uma viagem aérea. 

Ele recebe os passageiros, direciona as pessoas para suas poltronas, auxilia na disposição das bagagens de mão dentro da aeronave, serve alimentos e bebidas, transmite informações de segurança, atende aos pedidos da tripulação e verifica as condições de segurança nas poltronas com os passageiros.

Suas funções exigem autocontrole e boa comunicação. Considerando que diversas situações inesperadas podem surgir durante o voo, é preciso ter raciocínio rápido, agilidade, organização, boa observação e uma ótima capacidade para resolução de problemas.

O comissário de bordo costuma não ter muita rotina, afinal, seu trabalho envolve cruzar os mais variados lugares do país e do mundo. Sua remuneração depende do porte da empresa aérea em que trabalha, o tempo de experiência profissional que possui e o tipo de voo (nacional ou internacional) em que atua. A remuneração média dos comissários de voo é de R$5.440,00, com a maior parcela dos profissionais (43%) na faixa de R$ 5.000,00 a R$ 7.000,00 de salário, segundo dados do Anuário Brasileiro de Recursos Humanos para Aviação Civil 2019, do Instituto Brasileiro de Aviação.

O comissário de bordo está presente em todas as companhias aéreas. É um profissional essencial para o bom andamento do voo e controle interno da aeronave. Atualmente, não está só em voos comerciais, mas também em voos particulares em jatinhos e até helicópteros. Com uma experiência maior, o comissário de bordo pode se tornar chefe de cabine. 

Voos internacionais exigem fluência na comunicação em outras línguas. O inglês é o ponto de partida, mas, quanto mais variedade no conhecimento de outros idiomas, mais oportunidades se tornam disponíveis.

Por que ser um Comissário de bordo?

Panorama em
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Não era isso que você esperava?

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Comissário de bordo

    Como se tornar um Comissário de bordo?

    Para se tornar um comissário de bordo, é preciso primeiramente concluir o Ensino Médio regular e ter mais de 18 anos de idade. Com esses requisitos, o interessado deve realizar um exame médico regulamentado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o CMA de 2ª classe.

    No CMA, são feitos exames de sangue, urina, eletroencefalograma, eletrocardiograma e radiografias. Com o CMA liberado, é possível iniciar o curso de comissário de bordo em uma escola preparatória que tenha homologação da Anac. A duração média dos cursos é de um semestre.

    Os alunos estudam disciplinas teóricas e práticas sobre os aspectos de organização e conhecimentos gerais sobre uma aeronave, técnicas de segurança e sobrevivência, primeiros socorros, meteorologia, combate ao fogo e outras características próprias da aviação.

    Com esse curso concluído, os alunos passam por um novo teste da Anac, dessa vez envolvendo os conhecimentos técnicos. Com a aprovação nessa prova, é possível receber a licença para trabalhar e procurar emprego nas companhias aéreas.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão? 🤔

    Qual cidade deseja trabalhar?

    Quais cidades têm cursos de Ciências Aeronáuticas?

    Mais profissões da área de Administração e Negócios

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.