Engenheiro sanitarista: tudo sobre a profissão

Profissional apto ao planejamento de obras sanitárias e análise do consequente impacto no meio ambiente

O engenheiro sanitarista poderá desempenhar funções em atividades ligadas ao meio ambiente e à saúde populacional. Por exemplo, a condução de obras e projetos de saneamento, tratamento de água e esgoto, além do monitoramento da utilização de recursos naturais.

engenheiro sanitarista

Sobre a profissão

O engenheiro sanitarista possui conhecimento para avaliar índices e prevenir a degradação dos recursos ambientais. Além da expertise na área da Engenharia, o engenheiro deve estar ciente de tópicos sociais, ambientais e ecológicos em sua atuação profissional. Durante a formação acadêmica, o profissional terá acesso aos conteúdos da área de exatas, estudará sobre os recursos hídricos e ambientais, além de disciplinas com a temática do meio ambiente.

O profissional poderá atuar em todo o projeto de obras sanitárias e projetos de água e esgoto para a população. O engenheiro sanitarista possui conhecimento para projetar, construir ou ampliar obras de saneamento. Além disso, ele poderá apontar necessidades de melhorias e manutenção nas galerias e estações de tratamento. Atuando em indústrias, o profissional poderá analisar e mensurar o impacto da empresa mediante a utilização dos recursos ambientais. 

De acordo com o portal de recrutamentos Glassdoor, o salário médio nacional de Engenheiro Ambiental e Sanitarista é de R$6.672,00 no Brasil.

Se você quer se especializar nesta área e fazer sua faculdade com uma bolsa de estudo em Engenharia Ambiental e Sanitária, veja as ofertas na Quero Bolsa. Uma dica, não deixe de conferir os resultados de buscas para bolsa de estudo em Engenharia Sanitária e bolsa de estudo em Saneamento Ambiental.

Órgãos ambientais governamentais, empresas que trabalham ou prestam serviços de saneamento, consultorias, indústrias que possuem setores voltados aos tópicos ambientais e organizações não governamentais (ONGs). Além disso, o engenheiro sanitarista também poderia integrar o corpo docente de instituições de ensino, como professor ou pesquisador.

Por que ser um Engenheiro sanitarista?

Panorama em
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Não era isso que você esperava?

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Engenheiro sanitarista

    Como se tornar um Engenheiro sanitarista?

    Você pode se graduar (bacharelado) ou se pós-graduar em Engenharia Sanitária. Vale o destaque que estágio e o trabalho de conclusão de curso integram o processo acadêmico do estudante de Engenharia Sanitária. Além disso, os cursos de Engenharia possuem um núcleo de conteúdos básicos, um núcleo de conteúdos profissionalizantes e um núcleo de conteúdos específicos em sua grade curricular. 

    30% da carga horária mínima do curso diz respeito aos conteúdos básicos e, de acordo com a página do curso, o núcleo de conteúdos profissionalizantes corresponde a cerca de 15% da carga horária mínima do curso e deve ser definido pela instituição de ensino.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão? 🤔

    Qual cidade deseja trabalhar?

    Mais profissões da área de Engenharia e Produção

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.