Envie mensagem ou ligue
Informações

Engenheiro agrônomo

Para ser engenheiro agrônomo é preciso gostar do contato diário com o campo

O que faz um engenheiro agrônomo

O engenheiro agrônomo realiza o planejamento, organização e manutenção dos processos agrícolas. Ele é responsável pelas técnicas de melhoramento do plantio, combate a pragas, colheita, armazenamento e até a comercialização dos produtos de origem vegetal e animal.

Com conhecimento sobre a biotecnologia, consegue trazer dos laboratórios para o campo a aplicação das pesquisas para aumento da produtividade de forma sustentável.

Seu contato constante com o campo é essencial para administrar com clareza os aspectos ambientais, climáticos, geográficos, sociais e técnicos da produção. O exercício da profissão de engenheiro agrônomo mescla os conceitos das ciências humanas, exatas e biológicas.

Sobre o mercado de trabalho

R$ 6138,87
salário médio de um engenheiro agrônomo
R$ 8247,07
estado com maior salário - São Paulo
2033
contratações no último ano (2018)
2173
demissões no último ano
-140
saldo de vagas criadas

Como se tornar um engenheiro agrônomo

Quem deseja atuar como engenheiro agrônomo precisa terminar o Ensino Médio e se matricular em um curso superior de Agronomia devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). A duração da graduação em Agronomia nas faculdades públicas e privadas brasileiras é de aproximadamente cinco anos.

Existem diferentes nomes para as graduações de engenharia na área da Agronomia. Alguns são bacharelados e outros proporcionam o título de tecnólogo. Por isso, antes de iniciar o curso é muito importante que o aluno conheça a grade curricular da faculdade e a ênfase da formação.

O engenheiro agrônomo precisa ter registro válido no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) para poder exercer sua profissão legalmente.

Áreas de atuação

O engenheiro agrônomo é capacitado para atuar em entidades públicas ou privadas nos diferentes setores que envolvem a produtividade agrícola. A Agronomia é diversa. O profissional está presente na administração rural e econômica, na aplicação de novas técnicas de plantio, no trato ambiental, no gerenciamento de fatores que influenciam a produção (como o solo e clima), no cuidado com os animais, no controle de pragas, entre outras várias atividades.

Alguns engenheiros agrônomos escolhem o setor da consultoria para trabalhar, prestando auxílio técnico para que projetos agroindustriais se desenvolvam com sucesso.

A pesquisa e a docência também são campos possíveis para o engenheiro agrônomo, com a possibilidade de atuar em laboratórios e universidades para desenvolver soluções para o futuro da agricultura.