Engenheiro têxtil: tudo sobre a profissão

Profissional habilitado ao trabalho em toda cadeia produtiva têxtil e áreas correlacionadas


O engenheiro têxtil poderá atuar na área industrial, em setores educacionais e em ações de consultoria para empreendedores da área de tecidos, fios ou fibras.

engenheiro têxtil

Sobre a profissão

O engenheiro têxtil possui uma área de atuação abrangente. O profissional possui conhecimento de toda cadeia produtiva têxtil, portanto, ele poderá coordenar ou supervisionar equipes de trabalho em indústrias especializadas. Outra possibilidade de trabalho para o engenheiro têxtil é liderar análises sobre materiais ou conduzir pesquisas relacionadas à área têxtil. Além disso, o engenheiro poderá validar documentos técnicos para sistemas, equipamentos ou ações da área de atuação.

Além de deter conhecimento de toda cadeia produtiva da área têxtil, o profissional poderá atuar em outros tópicos que perpassam a sua área de atuação como, por exemplo, desenvolvimento sustentável, questões ambientais ou reutilização de materiais. De acordo com a página do curso, o profissional de Engenharia Têxtil também é encontrado na indústria do vestuário e de calçados e nas indústrias que fornecem produtos e insumos para a cadeia têxtil-vestuário.

De acordo com o portal de recrutamento Glassdoor, o salário médio nacional de um estagiário em Engenharia Têxtil é de R$1.429,00 no Brasil. Além disso, o site afirma que o assistente de Engenharia Têxtil possui um salário médio de R$2.589,00 no Brasil. 

Se você quer se especializar na área e fazer sua faculdade com uma bolsa de estudo em Engenharia Têxtil, veja as ofertas disponíveis no site da Quero Bolsa.  Além disso, o nosso portal também possui outras oportunidades na área de Engenharias, por exemplo, confira as bolsas de estudo em Engenharia de Produção no site da QB.

O profissional poderá atuar em empresas do ramo têxtil e de vestuários. Além disso, o engenheiro têxtil poderá desempenhar funções em institutos e centros de pesquisa, universidades e órgãos públicos. Por fim, vale mencionar que o profissional está apto ao trabalho em processos de auditoria e consultoria para as áreas têxtil e de vestuário.

Por que ser um Engenheiro têxtil?

Panorama em
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Não era isso que você esperava?

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Engenheiro têxtil

    Como se tornar um Engenheiro têxtil?

    Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Engenharia Têxtil segue as normas gerais do curso de Engenharia. Ou seja, independente de sua modalidade, todo curso de Engenharia possui um núcleo de conteúdos básicos, um núcleo de conteúdos profissionalizantes e um núcleo de conteúdos específicos que caracterizam sua grade curricular. 

    A tendência é que o estudante faça os dois primeiros anos da graduação com aulas voltadas ao estudo de matérias como Matemática (Cálculo, por exemplo) e Física. Após o núcleo básico de conteúdos, há um direcionamento de disciplinas que abrangem os conhecimentos mais próximos do setor têxtil. Além disso, vale destacar que o tipo de formação de Engenharia Têxtil é bacharelado, a duração média é de 5 anos (10 semestres) e o estágio obrigatório, de acordo com a página do curso, é de 160 horas.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão? 🤔

    Qual cidade deseja trabalhar?

    Mais profissões da área de Engenharia e Produção

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.