Informações
WhatsApp
Iniciar um atendimento
E-mail
contato@querobolsa.com.br
Telefone
Ligue para 0800 940 0840
Segunda a sexta das 09h às 19h
Como funciona?
Encontre seu curso
Faça sua pré-matrícula online
Economize até o fim do curso!

Perito judicial: tudo sobre a profissão

Aquele que auxilia de forma técnica e especializada em casos judiciais

Área é pouco conhecida atualmente e oferece oportunidades rentáveis para os mais diversos tipos de profissionais

perito judicial

Sobre a profissão

O perito judicial é um profissional cadastrado junto aos tribunais que auxilia o juiz por meio da elaboração de um parecer técnico em relação à área de especialização requerida para o caso. O juiz considera a avaliação especializada do perito judicial para proferir sentenças e determinar o andamento dos casos sob sua análise.

O trabalho do perito judicial é necessário uma vez que o juiz não domina outras áreas de formação, e por isso precisa de apoio especializado para decidir sobre questões relacionadas, por exemplo, à Engenharia, Contabilidade, Medicina, ao Meio Ambiente, etc.

O perito judicial cadastrado em tribunais trabalha sob demanda, sendo convocado pela Justiça para oferecer um laudo técnico para o processo judicial que estiver em julgamento. Esse laudo é produzido e assinado oficialmente pelo perito, passando, então, a ser uma das peças que compõem o processo, servindo como prova.

O trabalho do perito judicial, por ocorrer sob demanda, não exige exclusividade e não impõe horário fixo. Por isso, esse profissional pode ter outro emprego e realizar outros tipos de atividades.

De acordo com dados do portal Vagas.com, o salário médio do perito judicial no Brasil é de R$ 6.490,00.

O perito judicial pode atuar em qualquer tribunal de justiça.

Perito judicial

Como se tornar um Perito judicial?

Para se tornar um perito judicial, é necessário apenas ter formação superior na área e o tempo mínimo de experiência exigido pelos tribunais, que costuma ser de dois a três anos. O interessado deve se cadastrar no sistema judiciário como perito especializado em determinada área e aguardar ser convocado.

Os profissionais mais demandados pelo sistema têm, em geral, formação em Administração, Ciências Contábeis, Economia e Engenharias. Para desempenhar as funções com mais precisão, conhecimentos sobre o funcionamento do sistema judiciário podem auxiliar o aspirante a perito judicial.

Mais profissões da área de Ciências Sociais e Humanas

Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.