Informações
Como funciona?
Encontre seu curso
Faça sua pré-matrícula online
Economize até o fim do curso!

Diplomata: tudo sobre a profissão

O profissional que representa o seu país de origem no exterior

Mudanças rápidas e intensas nas relações internacionais exigem cada vez mais do diplomata; salário inicial gira em torno de R$ 19 mil

diplomata

Sobre a profissão

O diplomata é um representante de seu país de origem perante outras nações. No Brasil, ele é um servidor público que irá representar, negociar e informar. Entre suas funções, o diplomata negocia acordos internacionais, incentiva relações culturais e econômicas internacionais, promove os interesses do país no exterior, busca melhorar a imagem internacional do Brasil, dá apoio a brasileiros no exterior, contribui com a política externa ao buscar informações importantes e específicas que conduzam as relações do Brasil com outros países. O diplomata também pode atuar em momentos de cerimonial e protocolo, além de obter dados, negociar e assinar contratos e tratados representando seu país.

Os diplomatas trabalham em regime de dedicação integral. Ou seja: devem estar disponíveis sempre que solicitados. Ao longo da carreira, esses profissionais lidam com uma diversidade de temas e negociam em nome do Brasil, buscando fortalecer laços de amizade e cooperação do país com parceiros externos. Suas atividades diárias incluem viagens para reuniões, participação em eventos culturais e assistência aos brasileiros no exterior.

Um diplomata pode atuar tanto dentro quanto fora de seu país de origem. No Brasil, ele irá trabalhar em departamentos pertencentes ao Ministério das Relações Exteriores em Brasília, em escritórios regionais do Itamaraty espalhados pelos estados ou em entidades da Organização das Nações Unidas (ONU) com atuação no país. No exterior, o diplomata atua em embaixadas, consulados, agências especializadas da ONU ou em missões internacionais específicas.

Diplomata

Como se tornar um Diplomata?

É exigido do profissional que deseja se tornar um diplomata curso superior completo em qualquer área. Além disso, deve ser aprovado em concurso público (Concurso de Admissão) realizado pelo Instituto Rio Branco, órgão responsável pela formação dos diplomatas brasileiros e que está ligado ao Ministério das Relações Exteriores. Ao ingressar na carreira de diplomata, o profissional terá um treinamento contínuo e intenso, para que ele seja capaz de representar o Brasil no exterior e lidar com as mais diversas situações da política externa e relações internacionais. Além disso, o diplomata precisa ser fluente em outros idiomas, principalmente inglês e a língua do país onde atuará.

Mais profissões da área de Ciências Sociais e Humanas

Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.