Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Quanto ganha um Técnico em agronegócio? Salário e carreira na área de Agronegócio

Selecionamos informações sobre a profissão de Técnico em agronegócio, incluindo salários por cidade e especialidade. Tudo para você escolher a carreira perfeita para você. Com a Quero Bolsa é assim, a gente te ajuda a escolher sua carreira e entrar na faculdade ideal com um super desconto.
Salário médio no Brasil Técnico em agronegócio R$ 10.297,78
Maior salário médio por estado Acre R$ 32.846,84
Maior salário médio por especialidade Engenheiro de Pesca R$ 14.415,78

Qual o salário de um Técnico em agronegócio?

O salário médio de um Técnico em agronegócio no Brasil é de R$ 10.297,78.
As especialidades com os melhores salários são Engenheiro Agronomo, Engenheiro Florestal e Engenheiro Agricola.

Essas informações são baseadas nas 4205 contratações que aconteceram no último ano, em todo o Brasil.

Salário de um Técnico em agronegócio por especialidade
Especialidade Salário médio
Engenheiro Agronomo R$ 13.961,29
Engenheiro Florestal R$ 13.276,01
Engenheiro Agricola R$ 10.818,18
Tecnólogo Em Agronegócio R$ 7.111,12
Engenheiro de Pesca R$ 5.693,45
Estude Agronegócio pagando menos!
As melhores ofertas para você começar a estudar pagando menos Ver bolsas de estudo

Como é a carreira de Técnico em agronegócio?

O profissional que atua como técnico em agronegócio desempenha um papel crucial na integração entre as atividades agrícolas e o mercado, buscando otimizar a produção e promover a sustentabilidade no setor. Seus principais objetivos incluem:

Aumento da Produtividade: O técnico em agronegócio busca implementar práticas e tecnologias que melhorem a eficiência na produção agrícola, visando o aumento da produtividade e a maximização dos resultados.

Gestão Sustentável: Promover práticas agrícolas sustentáveis é fundamental. Isso envolve o uso consciente dos recursos naturais, a adoção de técnicas de cultivo e manejo que minimizem impactos ambientais e a promoção da responsabilidade social no campo.

Análise de Mercado: A compreensão do mercado é essencial para o sucesso no agronegócio. O técnico em agronegócio realiza análises de mercado, identifica oportunidades e desafios, e orienta produtores sobre as melhores estratégias para comercialização de seus produtos.

Assistência Técnica: Oferecer suporte técnico aos produtores rurais é uma parte crucial do trabalho. Isso inclui orientações sobre o manejo de culturas, o uso adequado de insumos, a prevenção de doenças e pragas, entre outros aspectos que impactam diretamente na qualidade e quantidade da produção.

A carreira de técnico em agronegócio na prática é dinâmica e abrange diversas responsabilidades. Esse profissional desempenha um papel fundamental na interface entre a produção agrícola e o mercado, atuando em diferentes etapas do processo. Aqui está uma visão geral de como é a carreira na prática:

Visitas a Propriedades: O técnico em agronegócio frequentemente realiza visitas a propriedades rurais para fornecer suporte técnico direto aos produtores.

Diagnóstico e Orientação: Durante essas visitas, ele realiza diagnósticos das condições da lavoura, identifica possíveis problemas e orienta os agricultores sobre as melhores práticas de manejo.

Elaboração de Projetos: O profissional elabora projetos agrícolas, considerando fatores como clima, solo, escolha de culturas, uso de insumos e tecnologias disponíveis.

Planejamento de Safra: Participa do planejamento de safras, ajudando a definir cronogramas de plantio, colheita e manejo de culturas.

Estudo de Mercado: Realiza análises de mercado para orientar os produtores sobre as culturas mais rentáveis e as demandas do consumidor.

Estratégias Comerciais: Contribui para a elaboração de estratégias de comercialização, considerando sazonalidades, preços e canais de venda.

Adoção de Tecnologias: Acompanha e recomenda a adoção de tecnologias inovadoras, como sensores remotos, agricultura de precisão e sistemas informatizados de gestão agrícola.

Treinamento em Tecnologia: Oferece treinamentos aos agricultores para garantir o uso adequado das novas tecnologias implementadas.

Workshops e Palestras: Promove workshops e palestras para atualização técnica e disseminação de boas práticas agrícolas.

Capacitação dos Produtores: Desenvolve programas de capacitação para produtores rurais, visando o aprimoramento contínuo de suas habilidades.

Sustentabilidade Ambiental: Incentiva práticas agrícolas sustentáveis, promovendo o uso responsável dos recursos naturais e a preservação do meio ambiente.

Gestão de Resíduos: Colabora na implementação de práticas para minimizar impactos ambientais, como a gestão adequada de resíduos e a proteção de áreas de preservação.

Relação com Agricultores: Desenvolve um relacionamento próximo com os agricultores, compreendendo suas necessidades e desafios específicos.

Parcerias com Empresas: Colabora com empresas do setor, estabelecendo parcerias que possam beneficiar tanto os produtores quanto o agronegócio como um todo.

Para ingressar e prosperar no mercado de trabalho como técnico em agronegócio, é necessário desenvolver uma combinação específica de habilidades e adquirir a formação adequada. Aqui estão as principais habilidades e formações necessárias para se destacar nesse campo:

Habilidades Necessárias:
Conhecimento Técnico: Uma compreensão sólida dos princípios agrícolas, técnicas de cultivo, manejo de rebanhos, uso de insumos e práticas sustentáveis é essencial.

Habilidade em Diagnóstico: Ser capaz de realizar diagnósticos precisos das condições do solo, das plantas e dos animais, identificando problemas e propondo soluções eficientes.

Habilidade de Comunicação: Boa comunicação é crucial para interagir efetivamente com produtores, equipe técnica, fornecedores e outros profissionais do agronegócio.

Análise de Dados: Capacidade de coletar, analisar e interpretar dados agrícolas, utilizando ferramentas digitais para tomar decisões informadas.

Gestão de Projetos: Habilidade em elaborar e gerenciar projetos agrícolas, considerando orçamentos, cronogramas e recursos disponíveis.

Orientação ao Cliente: Desenvolver um bom relacionamento com os agricultores, entendendo suas necessidades e oferecendo suporte técnico personalizado.

Visão de Mercado: Compreensão das tendências do mercado, sazonalidades e demandas dos consumidores para orientar as decisões de produção e comercialização.

Formação e Educação:
Curso Técnico em Agronegócio: A formação técnica é uma base sólida, oferecendo conhecimentos práticos nas áreas de agricultura, pecuária, gestão rural e economia.

Graduação em Agronomia, Zootecnia ou áreas afins: Uma graduação em agronomia, zootecnia ou áreas relacionadas fornece uma base mais abrangente e aprofundada, preparando o profissional para cargos de maior responsabilidade.

Cursos de Atualização e Especialização: Dada a constante evolução do setor, participar de cursos de atualização em tecnologias agrícolas, gestão rural e agronegócio é fundamental.

Ver mais sobre essa carreira

A Quero Bolsa te ajuda a encontrar sua faculdade

A Quero Bolsa é um serviço que te ajuda a encontrar a sua faculdade ideal e a economizar nas mensalidades. Por meio do nosso site, você consegue vagas em mais de 1100 faculdades. Basta fazer a pré-matrícula para garantir seu curso!
Ilustração de uma pessoa com uma coroa na cabeça
  • Você encontra sua vaga e faz a pré-matrícula na hora
  • O desconto da Quero Bolsa é valido até o fim do curso
  • Bolsa garantida ou seu dinheiro de volta