Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Quanto ganha um Engenheiro Elétrico? Salário e carreira na área de Engenharia Elétrica

Selecionamos informações sobre a profissão de Engenheiro Elétrico, incluindo salários por cidade e especialidade. Tudo para você escolher a carreira perfeita para você. Com a Quero Bolsa é assim, a gente te ajuda a escolher sua carreira e entrar na faculdade ideal com um super desconto.
Salário médio no Brasil Engenheiro Elétrico R$ 7.899,19
Maior salário médio por estado Sergipe R$ 11.848,29
Maior salário médio por especialidade Engenheiro de Telecomunicacoes R$ 22.334,62

Qual o salário de um Engenheiro Elétrico?

O salário médio de um Engenheiro Elétrico no Brasil é de R$ 7.899,19.
As especialidades com os melhores salários são Engenheiro de Telecomunicacoes, Engenheiro Eletronico e Engenheiro Eletricista de Projetos.

Essas informações são baseadas nas 2619 contratações que aconteceram no último ano, em todo o Brasil.

Salário de um Engenheiro Elétrico por especialidade
Especialidade Salário médio
Engenheiro de Telecomunicacoes R$ 22.334,62
Engenheiro Eletronico R$ 16.478,34
Engenheiro Eletricista de Projetos R$ 15.412,03
Engenheiro Eletricista de Manutencao R$ 13.719,84
Engenheiro de Manutencao de Telecomunicacoes R$ 12.990,34
Engenheiro Eletricista R$ 12.874,53
Engenheiro de Redes de Comunicacao R$ 12.113,97
Engenheiro Projetista de Telecomunicacoes R$ 12.007,31
Engenheiro Eletronico de Projetos R$ 11.414,27
Engenheiro Eletronico de Manutencao R$ 11.283,93
Estude Engenharia Elétrica pagando menos!
As melhores ofertas para você começar a estudar pagando menos Ver bolsas de estudo

Como é a carreira de Engenheiro Elétrico?

Os objetivos de um engenheiro elétrico ou engenheiro eletricista podem variar de acordo com o setor em que trabalham e com as necessidades da empresa ou organização em que estão empregados. No entanto, em geral, os objetivos da função de Engenheiro Elétrico incluem:

* Projetar e desenvolver sistemas elétricos eficientes e seguros para atender às necessidades dos clientes e da empresa.
* Supervisionar a instalação e manutenção de sistemas elétricos para garantir a segurança e o desempenho adequado.
* Realizar testes e análises de sistemas elétricos para identificar problemas e fazer melhorias.
* Pesquisar e desenvolver novas tecnologias para melhorar a eficiência e a eficácia dos sistemas elétricos.
* Colaborar com outros profissionais, como engenheiros mecânicos e de software, para projetar sistemas integrados e soluções para problemas complexos.
* Gerenciar projetos de engenharia elétrica, incluindo a supervisão de equipes de projetos e o acompanhamento de cronogramas e orçamentos.
* Cumprir com as normas de segurança e regulamentações governamentais relacionadas à instalação e operação de sistemas elétricos.
* Fornecer suporte técnico a clientes e funcionários da empresa em relação a questões relacionadas a sistemas elétricos.

A carreira de Engenheiro Elétrico ou Engenheiro Eletricista pode oferecer muitas oportunidades e desafios interessantes na prática. Os engenheiros elétricos trabalham em uma ampla gama de setores, desde o desenvolvimento de produtos eletrônicos até a geração e distribuição de energia elétrica. Algumas das atividades mais comuns que um engenheiro elétrico pode realizar na prática incluem:

* Projetar sistemas elétricos: Os engenheiros elétricos são responsáveis por projetar sistemas elétricos eficientes e seguros que atendam às necessidades dos clientes e da empresa em que trabalham. Eles devem levar em consideração fatores como custo, segurança, desempenho e confiabilidade ao desenvolver esses sistemas.

* Supervisionar a instalação e manutenção de sistemas elétricos: Depois de projetar um sistema elétrico, os engenheiros elétricos devem garantir que ele seja instalado corretamente e que esteja funcionando de maneira adequada. Eles também devem realizar manutenções periódicas para garantir que o sistema continue a operar de maneira segura e eficiente.

* Realizar testes e análises de sistemas elétricos: Os engenheiros elétricos devem testar e analisar os sistemas elétricos para identificar problemas e encontrar maneiras de melhorá-los. Eles podem usar ferramentas de análise de dados e simulação para ajudar nesse processo.

* Pesquisar e desenvolver novas tecnologias: Os engenheiros elétricos devem ficar atualizados sobre as últimas tecnologias em sua área e estar dispostos a explorar novas ideias e soluções. Eles podem trabalhar em projetos de pesquisa e desenvolvimento para criar novas tecnologias que melhorem a eficiência, a segurança e o desempenho dos sistemas elétricos.

* Gerenciar projetos de engenharia elétrica: Os engenheiros elétricos podem liderar equipes de engenheiros e outros profissionais para garantir que os projetos sejam concluídos dentro do prazo e do orçamento previstos. Eles devem garantir que todos os aspectos do projeto sejam gerenciados de maneira eficaz e que todas as partes interessadas sejam informadas sobre o andamento do projeto.

O mercado para engenheiros eletricistas exige uma formação acadêmica sólida em Engenharia Elétrica, que geralmente requer uma graduação em Engenharia Elétrica ou em um campo relacionado, como Engenharia Eletrônica ou Engenharia de Telecomunicações.

É obrigatório, também, registro profissional junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea).

Alguns empregadores também podem exigir uma pós-graduação em Engenharia Elétrica ou um campo relacionado, como Engenharia de Energia ou Sistemas de Controle.

Além da formação acadêmica, o mercado para engenheiros eletricistas valoriza a experiência profissional prática em projetos elétricos. Os empregadores geralmente preferem candidatos que tenham trabalhado em projetos reais de engenharia elétrica, tanto durante a graduação quanto após a formação.

Os engenheiros eletricistas que buscam empregos em setores específicos, como a indústria de energia, também podem precisar de experiência em projetos relacionados a esses setores.

Os empregadores também valorizam habilidades e competências adicionais, como habilidades de comunicação, liderança e gerenciamento de projetos. Os engenheiros eletricistas que têm habilidades avançadas em programação, simulação de sistemas elétricos, análise de dados e design de circuitos também são muito valorizados no mercado.

Além disso, o mercado para engenheiros eletricistas exige que os profissionais estejam atualizados com as últimas tendências e tecnologias em Engenharia Elétrica. Isso significa que os engenheiros eletricistas devem estar dispostos a continuar aprendendo e atualizando suas habilidades ao longo da carreira. Certificações profissionais, como a certificação em Engenharia Elétrica ou certificações específicas do setor, também podem ser valorizadas pelos empregadores.

Um engenheiro eletricista recebe um salário médio de R$7.899,19, porém, essa remuneração pode ultrapassar R$22.300,00, variando conforme o tamanho da instituição e o cargo oferecido. Além disso, podem haver acréscimos financeiros quando há envolvimento em múltiplos empregos ou determinadas áreas de atuação.

Ver mais sobre essa carreira

A Quero Bolsa te ajuda a encontrar sua faculdade

A Quero Bolsa é um serviço que te ajuda a encontrar a sua faculdade ideal e a economizar nas mensalidades. Por meio do nosso site, você consegue vagas em mais de 1100 faculdades. Basta fazer a pré-matrícula para garantir seu curso!
Ilustração de uma pessoa com uma coroa na cabeça
  • Você encontra sua vaga e faz a pré-matrícula na hora
  • O desconto da Quero Bolsa é valido até o fim do curso
  • Bolsa garantida ou seu dinheiro de volta