Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Sociologia

Funcionalismo

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 21/8/2018

Introdução

O Funcionalismo é uma vertente de pesquisa usada em diversos setores das Ciências Humanas, como a Filosofia, a Psicologia e a Antropologia. A corrente funcionalista tem como objetivo compreender e explicar as ações sociais coletivas ou individuais e, consequentemente, explicar as sociedades a partir de funçõese de causas.

Os pensadores e teóricos funcionalistas entendem que cada parte pertencente a sociedade, com suas especificidades e funções, é responsável pela sociedade como um todo, bem como sua estabilidade e coesão.

A visão funcionalista é portanto, sistêmica: diferentes fatores que se unem, formando um grande sistema.

É possível fazer analogia entre sociedade e máquina, por exemplo. Diferentes peças e engrenagens funcionando de maneira ordenada e sistematizada formam uma máquina. Assim como diferentes fatores sociais funcionando em harmonia e coesão formam uma sociedade.

A expansão do uso das teorias funcionalistas foi essencial para substituir o uso das teorias evolucionistas e difusionistas. Tais correntes eram dominantes nas pesquisas britânicas e estadunidenses.

A vertente funcionalista prioriza a existência de materiais de pesquisa e descoberta de fatos encontrados nas manifestações do presente.

Função Social

Função social é um dos elementos básicos do funcionalismo. É definida como a contribuição que um acontecimento ou fenômeno oferece ao sistema, no caso, a sociedade. Nos primeiros estudos sociológicos, Émile Durkheim comparou a função social a um organismo vivo.

Cada órgão faz parte de um sistema que precisa se manter para garantir o funcionamento do corpo. O mesmo ocorre na sociedade: cada fenômeno, cada acontecimento, precisa garantir o funcionamento coeso e organizado da sociedade.

A analogia entre corpo e sociedade aproxima a recém criada Sociologia às Ciências Naturais, especificamente a Biologia.

Com o surgimento de novas teorias e novas formas de encarar os acontecimentos sociais, a teoria funcionalista passou a receber muitas críticas. Ao comparar a sociedade a um organismo vivo, existe a tendência em identificar partes mais importantes e a tentativa de ignorar minorias ou elementos sociais que causem a anomia social.

Émile Durkheim e o funcionalismo

Émile Durkheim, conhecido como um dos fundadores da Sociologia Clássica, desenvolve na obra “As regras do Método Sociológico”, de 1895, as primeiras ideias e pilares do funcionalismo.

Durkheim desejava compreender os fatores que definiam a sociedade em que vivia, o que tornava um grupo de indivíduos habitantes de um determinado lugar em sociedade.

O método de investigação durkheimiano procurava observar e entender qual a função que essas estruturas que formam a sociedade e a influência que exercem no funcionamento e coesão social.

Segundo Durkheim, para que uma sociedade funcione é preciso que ela seja coesa, assim como o funcionamento do corpo humano depende do bom funcionamento de todos os órgãos.

Na visão durkheimiana, as estruturas e funções sociais não são elementos isolados. É preciso que funcionem juntas para garantir sempre a coesão social. Quando uma dessas estruturas e funções deixa de funcionar de forma organizada e adequada, a sociedade sofre danos e sua condição de ordem e coesão é prejudicada.

É preciso, então, que os danos sejam rapidamente eliminados e a ordem volte a se estabelecer.

Todas as funções e partes sociais são dependentes, e o bom funcionamento de todas é essencial para a garantia da ordem social. Entre as estruturas observadas por Durkheim, incluem-se:

  • família
  • escola
  • órgãos estatais
  • igrejas

As estruturas e funções se organizam e funcionam graças ao consenso. A existência de consenso entre os setores da sociedade é uma das maneiras que Durkheim aponta para que a sociedade funcione e se torne organizada.

A metodología funcionalista apresentada por Durkheim influenciou estudos de campo e as observações participativas de antropólogos - como Bronislaw Malinowski, que enfatiza a visão funcionalista no contexto das culturas das sociedades alvo de observação. 


Exercícios

Exercício 1
(SEEC-PB/2009)

Uma das mais importantes perspectivas teóricas, o funcionalismo tem conexão direta com o pensamento de Émile Durkheim. Com relação à perspectiva funcionalista, assinale a opção correta.

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

SOCIOLOGIA
Ação Social
Ação Social
SOCIOLOGIA
Antropologia
Antropologia
SOCIOLOGIA
Cidadania
Cidadania
SOCIOLOGIA
Cultura
Cultura
SOCIOLOGIA
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
SOCIOLOGIA
Desigualdade Social
Desigualdade Social
SOCIOLOGIA
Direitos Humanos
Direitos Humanos
SOCIOLOGIA
Émile Durkheim
Émile Durkheim
SOCIOLOGIA
Estado de Bem Estar Social
Estado de Bem Estar Social
SOCIOLOGIA
Estado Democrático de Direito
Estado Democrático de Direito
SOCIOLOGIA
Estigma Social
Estigma Social
SOCIOLOGIA
Estruturalismo
Estruturalismo
SOCIOLOGIA
Exclusão Social
Exclusão Social
SOCIOLOGIA
Feminismo
Feminismo
SOCIOLOGIA
Movimentos Sociais
Movimentos Sociais
SOCIOLOGIA
Neoliberalismo
Neoliberalismo
SOCIOLOGIA
Social-Democracia
Social-Democracia
SOCIOLOGIA
Sociedade
Sociedade