Informações
WhatsApp
Iniciar um atendimento
E-mail
contato@querobolsa.com.br
Telefone
Ligue para 0800 940 0840
Segunda a sexta das 09h às 19h
Como funciona?
Encontre seu curso
Faça sua pré-matrícula online
Economize até o fim do curso!

Cirurgião plástico: tudo sobre a profissão

 O médico responsável por cirurgias estéticas

Profissional encara formação extensa; mercado se encontra cada vez mais competitivo

cirurgião plástico

Sobre a profissão

O cirurgião plástico é o médico especializado em tratar patologias e traumas e buscar melhorias nas características estéticas de seus pacientes. Sua atuação pode envolver o tratamento de problemas congênitos e de reparação, assim como o desejo de mudança da aparência física.

Ele realiza operações no rosto, nas mãos, nos seios, nos glúteos, abdômen e diversas outras partes do corpo. Algumas de suas cirurgias mais realizadas são lipoaspirações e implantes de prótese de silicone nos seios.

Apesar de nem sempre afetar a saúde física, um incômodo estético pode afetar a parte  psicológica de uma pessoa, por isso, o cirurgião plástico precisa ser um profissional sensível a sentimentos e atento para encontrar o melhor resultado possível e saudável para o seu paciente.

O cirurgião plástico tem uma rotina de trabalho que envolve consultas médicas e cirurgias que podem ser em diversas partes do corpo. Além dos procedimentos estéticos, ele também faz intervenções reparadoras em deformidades congênitas ou decorrentes de acidentes. Devido ao grande número de profissionais atuando na área, enfrenta um mercado de trabalho bastante competitivo mas com alta remuneração.

A área da cirurgia plástica tem uma das melhores remunerações na Medicina. O consultório particular é o principal destino de trabalho do cirurgião plástico e o local em que ele pode proporcionar seus maiores ganhos.

São várias as especificidades de atuação da cirurgia plástica, sendo algumas delas: rinoplastia, microcirurgia, pós-bariátrica, disforia de gênero, lábio leporino, maxilar, câncer de pele, lipoescultura, queimaduras, tumores e transplante capilar.

Planos de saúde, geralmente, não cobrem procedimentos mais caros, e a rede pública dificilmente realiza procedimentos que não sejam reparadores, como é o caso de queimaduras, por exemplo.

Cirurgião plástico

Como se tornar um Cirurgião plástico?

Para se tornar um cirurgião plástico, é preciso ter uma graduação em Medicina em uma faculdade devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). As faculdades têm, em média, seis anos de formação básica.

A partir disso, o médico pode seguir uma residência em duas especialidades: cirurgia geral e cirurgia plástica. Como cada uma delas tem três anos de duração, são pelo menos mais seis anos de estudos intensos na área, com grande carga horária teórica e prática. O médico também precisa ter o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

Por fim, o profissional realiza uma prova para atestar os conhecimentos adquiridos na especialização e permitir a associação ao grupo na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Na saúde pública, os concursos para contratação de cirurgiões plásticos são mais raros e, normalmente, realizados apenas para vagas em hospitais ou centros de atendimento especializados.

Mais profissões da área de Saúde e Bem Estar

Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.