Informações

Quiroprata

O quiroprata trata de distúrbios neuromusculoesqueléticos, mal que atinge 30% da população brasileira

O que faz um quiroprata

Um quiroprata é o profissional da saúde especializado em diagnosticar e tratar a má posição das articulações, que interfere no funcionamento normal dos músculos e nervos do paciente. Além disso, é função do quiroprata auxiliar na prevenção de doenças do sistema nervoso, muscular e esquelético por meio de terapia manual, como a manipulação de articulações, de exercícios físicos e reeducação postural.

Entre as enfermidades mais comuns tratadas pelo quiroprata estão a hérnia de disco, dor nas costas, dor de cabeça e alteração postural. Depois de diagnosticado o distúrbio neuromusculoesquelético, o quiroprata pode trabalhar em conjunto ou encaminhar o paciente para tratamentos complementares com outros profissionais da saúde, como o ortopedista, reumatologista, neurologista e fisioterapeuta.

Como se tornar um quiroprata

Ao contrário de outros países, como Estados Unidos e Canadá, existe uma discussão intensa sobre o fato de a Quiropraxia ser considerada uma especialidade da Fisioterapia. Porém, o quiroprata não está necessariamente sob a supervisão de um conselho, como os fisioterapeutas. O profissional deve cursar uma das três graduações na área existentes no Brasil e aprovadas pelo MEC para conseguir a formação como quiroprata

Áreas de atuação

A área de atuação mais comum para um quiroprata é a clínica, pois as dores neuromusculoesqueléticas atingem cerca de 30% da população do Brasil, segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Estudo da Dor (SBED). Nesse caso, o quiroprata pode trabalhar tanto em clínicas de saúde quanto abrir seu próprio consultório - opções mais buscadas pelos profissionais. O quiroprata também pode atuar em hospitais e centros de saúde ou em instituições de ensino ou pesquisa.

Também são opções para o quiroprata a atuação em empresas, para cuidar da prevenção de doenças ocupacionais dos funcionários e em clubes esportivos, prevenindo e tratando lesões. É responsabilidade do quiroprata lidar com lesões por esforços repetitivos (LERs).