Informações

Neurologista

O neurologista é o médico responsável pelo estudo, diagnóstico e tratamento de distúrbios e enfermidades do sistema nervoso

O que faz um neurologista

O médico especializado em distúrbios estruturais do sistema nervoso é o neurologista. Esse profissional é responsável pelo estudo, diagnóstico e tratamento de doenças e enfermidades relacionadas ao sistema nervoso (cérebro, medula espinhal, nervos e raízes nervosas) e seus revestimentos, tecidos, músculos e vasos sanguíneos, bem como suas relações com outras partes do corpo humano.

Entre as doenças tratadas pelo neurologista, estão a cefaleia (dores de cabeça), epilepsia, distúrbios do sono, mielopatias, neuropatias, doenças vasculares encefálicas, doenças neurodegenerativas e neuro-infecções como a meningite. Além disso, a área tem interface com a Psiquiatria, podendo também tratar casos de depressão, ansiedade, irritabilidade, pânico e outros distúrbios.

O neurologista que se especializa em procedimentos cirúrgicos é o neurocirurgião. 

Como se tornar um neurologista

Além do diploma em curso superior de Medicina aprovado pelo MEC, o neurologista precisa cumprir integralmente a Residência Médica na área ou realizar estágio de 3 anos de duração em instituição reconhecida e prestar prova em concurso promovido pela Academia Brasileira de Neurologia. Para exercer a profissão, o neurologista também precisa estar inscrito no Conselho Regional de Medicina do estado onde atua.

Áreas de atuação

O neurologista pode trabalhar na rede pública ou privada, em hospitais, clínicas e centros de saúde. Também pode abrir seu próprio consultório médico ou atuar em instituições de ensino e pesquisa.

O médico neurologista ainda pode se especializar em Neuropediatria, ficando responsável pela saúde neurológica infantil e pelo estudo e acompanhamento da formação do sistema nervoso;

Outro tipo de especialização é a Neuropsicologia, em que o neurologista estuda as relações entre o cérebro e o comportamento humano, por exemplo, como lesões, distúrbios, má formação e enfermidades do sistema nervoso alteram o comportamento e cognição humana.