Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

História

Saiba tudo sobre o curso de História e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de História no notebook
Média Salarial: R$ 2.289,20
Duração: em média, 4 anos
Bolsas: a partir de R$ 50,00
Ver bolsas de até 90%

Sobre o curso de História

Última atualização: 06/05/2024

História é a disciplina que estuda os acontecimentos do passado humano e suas relações com o presente, por meio da análise de fontes e evidências. Ela busca compreender os processos sociais, políticos, culturais, econômicos e ambientais que moldaram a história da humanidade e suas diversas culturas, povos e sociedades.

Através do estudo histórico, é possível compreender as causas e consequências de eventos e fenômenos, bem como refletir sobre a natureza e as possibilidades do ser humano.

A faculdade de História tem duração média de quatro anos e oferece uma formação ampla e diversificada, que inclui disciplinas como história do Brasil, história da América Latina, história da Europa, história da Ásia, história da África, história da ciência, história da arte, entre outras.

Ao longo do curso, os estudantes de História têm a oportunidade de estudar diversas fontes históricas, como documentos oficiais, cartas, diários, jornais, fotografias, filmes, entre outros. Eles também aprendem a analisar e interpretar essas fontes, buscando compreender os contextos históricos em que elas foram produzidas.

Além disso, os estudantes de História também desenvolvem habilidades importantes, como a capacidade de escrever textos claros e coerentes, de fazer apresentações em público, de trabalhar em equipe e de pensar criticamente. Essas habilidades são muito valorizadas em diversos setores profissionais, como o mercado editorial, o turismo cultural, a preservação do patrimônio histórico, entre outros.

Ao concluir o curso de graduação em História, os estudantes podem seguir diversos caminhos profissionais. Muitos optam por se tornar professores de História em escolas de ensino básico e médio. Outros trabalham em museus, arquivos e bibliotecas, preservando e divulgando o patrimônio histórico.

Há ainda aqueles que atuam no mercado editorial, escrevendo livros e artigos sobre temas históricos, ou no setor de turismo cultural.

Qual é o conceito de história?

O conceito de história é multifacetado e abrange diferentes perspectivas dependendo do contexto em que é abordado. Em termos gerais, a história pode ser definida como o estudo e a interpretação do passado humano, incluindo eventos, pessoas, sociedades, culturas e mudanças ao longo do tempo.

Ela busca compreender como os seres humanos viveram, pensaram e interagiram em diferentes épocas e lugares, analisando padrões, causas e consequências de eventos históricos. A história também envolve a análise crítica de fontes primárias e secundárias para reconstruir narrativas precisas do passado.

Além disso, o conceito de história pode variar de acordo com abordagens teóricas, como o materialismo histórico, o pós-modernismo e o multiculturalismo, influenciando a forma como os eventos são interpretados e contextualizados. Em essência, a história é uma disciplina dinâmica que busca compreender e dar sentido à complexidade da experiência humana ao longo do tempo.

+ Bolsas de estudo para o curso de História

Os tipos de formação para o curso de História são: bacharelado , licenciatura e pós-graduação .

Como é o curso de História?

O curso de História é uma área acadêmica que se dedica ao estudo do passado humano, abrangendo desde as civilizações antigas até os eventos mais recentes. Ele busca compreender as transformações sociais, políticas, econômicas, culturais e tecnológicas que moldaram as sociedades ao longo do tempo.

Ao longo do curso, os estudantes são expostos a uma ampla gama de temas e períodos históricos. Isso pode incluir o estudo das grandes civilizações como Egito, Grécia, Roma, China e outras, além de eventos como guerras, revoluções, movimentos sociais, e o desenvolvimento de culturas e religiões.

A metodologia do curso de História envolve a leitura crítica de fontes primárias e secundárias, o que ajuda a desenvolver habilidades de análise e interpretação. Além disso, a pesquisa histórica é uma parte fundamental, incentivando os estudantes a investigar e argumentar sobre temas específicos.

A interdisciplinaridade também é uma característica importante, pois a História se conecta com diversas outras áreas, como Sociologia, Antropologia, Geografia, Filosofia e até mesmo Ciências Políticas.

Os cursos de História costumam abordar diferentes abordagens teóricas e metodológicas, o que enriquece a compreensão dos processos históricos. Além disso, a discussão sobre a relevância e o impacto do estudo do passado no presente também é um aspecto importante do curso.

É comum que os estudantes de História desenvolvam habilidades de escrita e argumentação sólidas, uma vez que a produção de ensaios e trabalhos acadêmicos é uma parte essencial da avaliação.

No geral, o curso de História oferece uma perspectiva única sobre a complexidade do mundo e das relações humanas ao longo do tempo, proporcionando aos alunos uma compreensão mais profunda da sociedade em que vivemos hoje. Além disso, ele também prepara os estudantes para diversas carreiras que valorizam habilidades analíticas, de pesquisa e de comunicação.

Na licenciatura, o aluno tem uma formação mais voltada para dar aulas. As disciplinas englobam a área de educação e questões relacionadas a métodos de ensino e aprendizagem.

No bacharelado, a preparação do profissional é para se tornar um pesquisador da área, com muita leitura e disciplinas que abrangem detalhes dos períodos históricos. No Brasil, as graduações costumam explorar bastante a história do país e da América Latina.

A elaboração de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e a realização de estágio são obrigatórios no curso, que tem duração média de quatro anos.

Veja também: Tudo sobre o curso de História da Arte no site da Quero Bolsa.

Qual a grade curricular de História?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de História em uma de nossas faculdades parceiras:

  • Análise Textual

  • Educação e Economia Política

  • Eletiva

Ver a grade curricular

O que se aprende na faculdade de História?

As disciplinas da faculdade de história são variadas e abrangem diferentes áreas do conhecimento. Algumas delas incluem História Antiga, História Medieval, História Moderna, História Contemporânea, História Econômica, História Social, História Política, História Cultural e História da Arte.

Na disciplina de História Antiga, os estudantes estudam as civilizações que surgiram antes da Idade Média, como as civilizações grega e romana. Já na História Medieval, o foco está no período que se estende do século V ao século XV, com destaque para a Europa feudal e a Igreja Católica.

A História Moderna, por sua vez, se concentra no período que vai do século XV ao século XVIII, com ênfase nas grandes navegações, no Renascimento, na Reforma Protestante e nas revoluções científicas e culturais que marcaram a época.

Na História Contemporânea, os estudantes aprendem sobre os eventos que moldaram o mundo desde o final do século XVIII até os dias atuais, incluindo as duas Guerras Mundiais, a Guerra Fria e os movimentos sociais do século XXI.

Além disso, a faculdade de história oferece disciplinas específicas para o estudo de aspectos econômicos, sociais, políticos e culturais, permitindo que os alunos se aprofundem em áreas de seu interesse.

A História Econômica, por exemplo, explora as relações econômicas entre os países, enquanto a História Social se dedica ao estudo das relações sociais e culturais de um período específico.

Por fim, a História da Arte é uma disciplina que se concentra nas formas de expressão artística ao longo da história, como pintura, escultura, arquitetura e outras manifestações culturais. Cada uma dessas disciplinas oferece um conjunto específico de habilidades e conhecimentos que ajudam os estudantes a entender e interpretar o mundo ao seu redor.

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de História tem seus conteúdos básicos e complementares organizados em três eixos: Conteúdos Históricos ou Historiográficos, Conteúdos Especializados e Conteúdos Complementares.

Os conteúdos históricos/historiográficos compreendem práticas de pesquisa e aprendizagem sob diferentes metodologias e concepções, definindo e problematizando os grandes recortes do espaço-tempo.

Os conteúdos especializados permitem maior verticalidade na abordagem dos temas, de acordo com as especificidades de cada instituição de ensino. As instituições devem assegurar que o aluno realize atividades acadêmicas optativas de outras áreas do conhecimento.

Já os conteúdos complementares fornecem instrumentação mínima para as diferentes atuações do historiador, como atividades pedagógicas, estágio e disciplinas como fundamentos de arquivologia, museologia e gerenciamento de patrimônio histórico.

Para a modalidade de licenciatura, há também os conteúdos definidos para a educação básica e as didáticas próprias de cada um deles.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) avalia o curso de História considerando as seguintes disciplinas:

  • Teoria e Metodologia da História;

  • História Antiga;

  • História Medieval;

  • História Moderna;

  • História Contemporânea;

  • História do Brasil;

  • História da América;

  • História da África;

  • História e cultura afro-brasileira e indígena;

  • Ensino de História.

Quem faz história pode fazer pós em que?

Quem faz história tem uma variedade de opções para continuar seus estudos em nível de pós-graduação. Uma das opções mais comuns é o mestrado em História, que oferece a oportunidade de aprofundar o conhecimento em áreas específicas da disciplina, realizar pesquisas acadêmicas e desenvolver habilidades de análise crítica e interpretação de fontes históricas.

Além do mestrado em História, os historiadores podem buscar especializações em campos relacionados, como Arqueologia, Antropologia, Sociologia, Ciência Política ou Estudos Culturais. Esses programas oferecem uma perspectiva interdisciplinar que enriquece a compreensão do passado humano e amplia as possibilidades de pesquisa e carreira.

Outras opções incluem programas de pós-graduação em áreas mais específicas, como História da Arte, História da Ciência, História da Tecnologia ou História Econômica. Esses programas permitem que os estudantes explorem aspectos particulares da história em profundidade e apliquem métodos de pesquisa específicos a essas áreas de estudo.

Além disso, dependendo dos interesses e objetivos de carreira, os historiadores também podem optar por programas de pós-graduação em áreas profissionais, como Biblioteconomia, Museologia, Gestão Cultural ou Educação.

Esses programas capacitam os graduados a trabalhar em instituições culturais, educacionais e de preservação, aplicando seus conhecimentos históricos de maneira prática e relevante.

Para saber mais sobre os conteúdos deste curso, confira a página da grade curricular de História da Quero Bolsa.

Quanto custa uma faculdade de História?

Veja descontos de até 92% em ofertas para o curso de História. As mensalidades com bolsas de estudo variam entre R$29,90 e R$940,50, em instituições parceiras da Quero Bolsa!

Caso você tenha dúvidas se esse curso é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

Procure o curso de História ideal para você!

Com mensalidades a partir de R$ 50,00 entre as 1.445 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar

Sobre a carreira de História

O que faz o profissional de História?

O historiador pesquisa sobre relações humanas e sociais nas áreas das Ciências Sociais e Humanas. Realiza procedimentos para coleta, tratamento, análise de dados e informações e dissemina resultados de pesquisa.

Além disso, o profissional de História planeja e coordena atividades de pesquisa e pode dar aulas.

De acordo com a página de profissão, o historiador pode trabalhar como professor, em escolas e faculdades, e como pesquisador acadêmico, produzindo ciência em universidades e centros de pesquisa.

O profissional poderá trabalhar como curador de memória em acervos, ou como curador de obras, artefatos, documentos em institutos de pesquisa, museus, casas de cultura, entre outros. Seu trabalho envolve pesquisa, estudo e preservação de fontes históricas.

Se você deseja se aprofundar no tema e descobrir mais informações sobre a carreira, veja quanto ganha um historiador.

Onde o profissional de História pode trabalhar?

O profissional de História possui diversas oportunidades de trabalho em uma variedade de setores e áreas de atuação. Algumas das principais opções incluem:

Educação: Uma das áreas mais comuns para historiadores é a educação, onde podem atuar como professores de História em escolas de ensino fundamental e médio, assim como em instituições de ensino superior. Além disso, podem desenvolver materiais educacionais, elaborar currículos e participar de projetos pedagógicos.

Pesquisa Acadêmica: Muitos historiadores se dedicam à pesquisa acadêmica, buscando expandir o conhecimento sobre diferentes períodos, eventos e culturas históricas. Podem trabalhar em universidades, institutos de pesquisa e centros acadêmicos, produzindo artigos, livros e teses que contribuem para o avanço do conhecimento histórico.

Gestão de Patrimônio Cultural: Profissionais de História podem trabalhar na preservação e gestão do patrimônio cultural, em museus, arquivos, bibliotecas e sítios arqueológicos. Podem atuar na catalogação de acervos, na curadoria de exposições, na conservação de artefatos históricos e na promoção do turismo cultural.

Consultoria Histórica: Há demanda por historiadores em consultorias especializadas, onde oferecem expertise histórica para diversos fins, como produções audiovisuais, filmes, séries, documentários, jogos eletrônicos e projetos de reconstituição histórica.

Gestão Cultural e Eventos: O profissional de História pode trabalhar na gestão de eventos culturais, festivais, feiras e comemorações históricas, tanto em órgãos governamentais quanto em organizações não governamentais.

Editoração e Jornalismo: Historiadores também podem atuar na área editorial, trabalhando em editoras de livros didáticos, revistas especializadas em História e veículos de comunicação. Podem escrever artigos, resenhas, análises e crônicas históricas.

Políticas Públicas e Desenvolvimento Social: Em órgãos governamentais, ONGs e organizações internacionais, historiadores podem contribuir para a formulação e implementação de políticas públicas relacionadas à cultura, educação, memória e direitos humanos.

Pesquisa de Mercado e Análise de Tendências: Por fim, historiadores também podem trabalhar em empresas e instituições que valorizam habilidades analíticas e de pesquisa histórica para compreender tendências de mercado, comportamento do consumidor e contextos sociais.

Quanto ganha um profissional de História?

O salário médio de um Historiador no Brasil é de R$ 2.289,20 . Os estados onde a profissão de Historiador têm os melhores salários são CE, PI e RN.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

Ver salários dessa profissão
Sino de ofertas
Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

Como ingressar na profissão de História?

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de História?

As exigências do mercado de trabalho para o profissional de História podem variar dependendo da área específica em que o indivíduo pretende atuar. No entanto, há algumas habilidades e competências geralmente valorizadas e demandadas:

Formação Acadêmica: Geralmente, espera-se que o profissional de História tenha concluído uma graduação em História ou em áreas relacionadas, como Ciências Sociais, Antropologia, Arqueologia, entre outras. Além disso, especializações, mestrados e doutorados podem ser importantes para determinadas áreas de atuação.

Conhecimento Específico: É fundamental que o profissional tenha amplo conhecimento da história mundial, regional e local, dependendo da área de interesse. Isso inclui compreensão de eventos históricos, contextos culturais, políticos e socioeconômicos.

Habilidade de Pesquisa: A capacidade de realizar pesquisas de forma eficaz, utilizando fontes primárias e secundárias, é essencial. Isso inclui habilidades em busca de informações, análise crítica de fontes e síntese de dados históricos.

Boa Comunicação: O profissional de História deve possuir habilidades sólidas de comunicação, tanto na escrita quanto na expressão oral. Isso é importante para apresentações, redação de relatórios, artigos acadêmicos, aulas e até mesmo para o trabalho em equipe.

Adaptação a Novas Tecnologias: Com o avanço tecnológico, é importante que os profissionais estejam familiarizados com ferramentas digitais e recursos tecnológicos que possam auxiliar na pesquisa, análise e apresentação de dados históricos.

Flexibilidade e Versatilidade: O mercado de trabalho para historiadores pode ser variado. Além das oportunidades tradicionais de ensino em escolas e universidades, existem áreas como patrimônio cultural, turismo histórico, consultoria para produções audiovisuais, arquivos e museus, entre outras.

Capacidade de Pensamento Crítico: A capacidade de analisar eventos históricos, interpretar diferentes pontos de vista e entender o contexto é crucial. O profissional deve ser capaz de pensar criticamente e questionar fontes e narrativas históricas.

Atualização Constante: O campo da História está em constante evolução, com novas descobertas e interpretações sendo feitas regularmente. Portanto, é importante que o profissional esteja sempre atualizado com as tendências, debates e pesquisas mais recentes dentro da área.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de História?

As principais características do profissional de História, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Criatividade;
Capacidade de reflexão;
Capacidade de análise crítica;
Alteridade;
Sensibilidade social;
Trabalho em equipe;
Expressão escrita;
Expressão oral;
Promoção da interdisciplinaridade.

Nota de corte para História

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de História foram:

Balões de Conversa - Dúvidas sobre História
Está com dúvidas sobre História? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

Perguntas e Respostas - História

Tipo de Pergunta
Recentes