Envie mensagem ou ligue
Informações

Bombeiro

Quem quer ser bombeiro pode escolher entre carreira civil e militar

O que faz um bombeiro

O bombeiro é o profissional responsável por prevenir as situações de risco e por agir quando situações emergenciais ocorrem. Ele passa por um intenso treinamento para atuar em ocorrências como incêndios, desabamentos, afogamentos, explosões, vazamentos, acidentes e demais eventos em que a vida humana, a natureza e o patrimônio estejam em perigo.

Entre suas atribuições, está a fiscalização prévia de ambientes abertos ou fechados, com o objetivo de eliminar ameaças. Ele também pode realizar cursos e campanhas educativas de primeiros socorros e de segurança no trabalho.

Quem escolhe essa carreira pode optar por alguns caminhos diferentes. O bombeiro militar é o profissional contratado pelo órgão de segurança do Estado e à disposição da população em geral para atendimento. Já o bombeiro civil é o profissional particular ou voluntário, que trabalha na segurança de locais como shoppings, indústrias, escolas e eventos. 

A sua jornada de trabalho, por lei, é de 36 horas semanais, realizadas em uma escala de 12 horas de trabalho seguidas de 36 horas de descanso.

Sobre o mercado de trabalho

R$ 2183,71
salário médio de um bombeiro
R$ 2727,04
estado com maior salário - Distrito Federal
343
contratações no último ano (2018)
252
demissões no último ano
91
saldo de vagas criadas

Como se tornar um bombeiro

Os cursos para se tornar bombeiro exigem que o candidato tenha 18 anos de idade e o Ensino Fundamental completo. As demais exigências são diferentes diante da carreira escolhida: civil ou militar.

Para se tornar um bombeiro civil, é preciso ter um atestado médico recente que declare plenas aptidões físicas para exercer bem a profissão. O curso preparatório para bombeiro civil tem em média 200 horas e precisa ser autorizado pelo Corpo de Bombeiros local. A aprovação no curso permite atuar como bombeiro civil no nível básico.

Já quem quer se tornar bombeiro militar tem que passar em um concurso público realizado pelas instituições de Corpo de Bombeiros do governo. As regras, normalmente, são:

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • Ser do sexo masculino e estar em dia com o serviço militar;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Não ter antecedentes criminais;
  • Estar em condições físicas compatíveis com a profissão.

Alguns concursos públicos de formação de oficiais das Academias de Polícia Militar podem exigir Ensino Médio completo ou Superior, dependendo da vaga almejada. Nesses cursos, a dedicação é integral, recompensada com uma remuneração mensal aos aprovados.

Áreas de atuação

Há três tipos de diferenciação na carreira do bombeiro civil: nível básico, líder e mestre. 

  • O bombeiro civil nível básico é composto pelos profissionais combatentes em contato direto ou não com o fogo. 
  • O bombeiro civil líder é formado como técnico em prevenção e combate a incêndios e pode ser o comandante de sua guarnição no horário de trabalho.
  • O bombeiro civil mestre é formado em Engenharia e possui uma especialização em prevenção e combate a incêndio. Ele é o responsável pelo Departamento de Prevenção e Combate a Incêndios.

Locais que recebem shows e eventos, indústrias, shopping centers, universidades e hipermercados são os principais locais de atuação dos bombeiros civis. Em cidades como São Paulo, a presença de uma equipe de brigada de incêndio nesses ambientes é obrigatória.

O bombeiro militar atua no atendimento à população, conforme a necessidade social de proteção e interesse público. Ele está bastante presente em resgates e salvamento de vidas. A carreira militar é hierárquica e atende requisitos próprios da legislação vigente.