Informações
WhatsApp
Iniciar um atendimento
Telefone
Ligue para 0800 940 0840
Segunda a sexta das 09h às 19h
Como funciona?
Encontre seu curso
Faça sua pré-matrícula online
Economize até o fim do curso!

Engenharia de Minas e Energia

Resumo do curso

Tipos de formação
Bacharelado
Área de conhecimento
Engenharias
Duração
até 10 semestres
Estágio obrigatório?
Mínimo 160 horas

A classificação da área de conhecimento foi feita com base na Árvore do Conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Sobre o curso de Engenharia de Minas e Energia

O curso de Engenharia de Minas forma o profissional responsável pela prospecção de jazidas, lavra e pesquisa sobre reservas minerais, sempre buscando o menor impacto ambiental possível.

Ao final do curso, o aluno estará apto a localizar jazidas, analisar o tamanho da reserva e a qualidade dos minerais, elaborar projetos de extração, acompanhar e supervisionar o processo de tratamento do minério.

No mercado de trabalho, o profissional de Engenharia de Minas atua na área da tecnologia mineral em companhias mineradoras.

Existe também oferta de trabalho em pedreiras, na construção de estradas e empresas de demolição, além da possibilidade de seguir carreira acadêmica.

O tipo de formação para o curso de Engenharia de Minas e Energia é: bacharelado .

Como é a faculdade de Engenharia de Minas e Energia?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), os cursos de Engenharia devem seguir uma composição de conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos.

Dentre os conteúdos básicos, que devem ocupar pelo menos 30% da carga horária total, se destacam os seguintes tópicos na Engenharia de Minas:

 - Administração;

 - Ciências do Ambiente;

 - Ciência e Tecnologia dos Materiais;

 - Economia;

 - Eletricidade Aplicada;

 - Expressão Gráfica;

 - Fenômenos de Transporte;

 - Física;

 - Informática;

 - Matemática e Estatística;

 - Mecânica dos Sólidos;

 - Metodologia Científica e Tecnológica;

 - Química.

Já os conteúdos profissionalizantes são obrigatórios em pelo menos 15% da grade do curso de Engenharia de Minas. A instituição de ensino é livre para propor os conteúdos específicos restantes, com extensões e aprofundamentos da parte profissionalizante.

O aluno estudará nestas partes do curso várias disciplinas que envolvam Geologia, Lavra, Metalurgia, Minérios, Topografia, entre outros aspectos da mineração.

Geralmente, nos primeiros semestres o aluno terá em sua grade curricular os núcleos básico e gerais, iniciando aos poucos seu aprofundamento até a total imersão específica na Engenharia de Minas ao longo dos cinco anos mínimos de graduação.

Qual a grade curricular de Engenharia de Minas e Energia?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Engenharia de Minas e Energia em uma de nossas faculdades parceiras:

Ver mais sobre a grade curricular de Engenharia de Minas e Energia

Procure o curso de Engenharia de Minas e Energia ideal para você!

Veja como é simples começar a estudar

  1. Encontre seu curso
  2. Garanta sua bolsa
  3. Economize até se formar
Mensalidades a partir de R$ 135,00 entre as 1.055 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Tipo de modalidade

Qual a sua localização?

Prefere alguma faculdade?

Sobre a carreira de Engenharia de Minas e Energia

Saiba tudo sobre a profissão de Engenheiro de Minas

O que faz o profissional de Engenharia de Minas e Energia?

O engenheiro de minas projeta, planeja, implanta e supervisiona atividades e empreendimentos de prospecção, extração e beneficiamento de minérios, petróleo e gás.

Nestes serviços estão inclusos perfuração, desmonte, escavação, carregamento, transporte, classificação, lavagem, concentração, secagem e embalagem de embarque.

O profissional também pode inspecionar áreas de interesse, avaliando riscos da atividade e gerenciando recursos humanos, financeiros e materiais. Também é capaz de prestar assessoria e consultoria em sua área de formação.

Onde o profissional de Engenharia de Minas e Energia pode trabalhar?

O profissional de Engenharia de Minas trabalha, principalmente, na extração de carvão mineral, minerais metálicos e outros minerais, além da cadeia produtiva de petróleo e gás.

Está presente nas grandes empresas mineradoras, como empregado registrado em carteira. Também atua como professor ou pesquisador.

Pode estar exposto a materiais tóxicos, ruído, altas temperaturas, poeira e umidade, bem como ao trabalho subterrâneo, em grandes alturas ou confinados.

Quanto ganha um profissional de Engenharia de Minas e Energia?

O salário médio de um Engenheiro de Minas no Brasil é de R$ 8.301,33 . Os estados onde a profissão de Engenheiro de Minas têm os melhores salários são Rio de Janeiro, Pará e Minas Gerais.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui quanto ganha um Engenheiro de Minas .

Com o Quero Bolsa, entrar na faculdade é muito mais fácil
Cadastre-se e receba alertas por e-mail e WhatsApp assim que chegarem novas vagas do seu interesse.
Busque sua vaga
Compare preços e escolha a vaga que cabe no seu bolso
Garanta sua vaga
Pague a taxa de serviço, chamada de pré-matrícula
Estude pagando menos
Aí é só fazer o processo seletivo e a matrícula na faculdade
É só preencher seus dados

Como ingressar na profissão de Engenharia de Minas e Energia

Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Engenharia de Minas e Energia?

Para a atuação como engenheiro de minas é preciso ser graduado em curso superior da área reconhecido pelo MEC, além de registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea).

Além disso, grande parte dos profissionais da área conta com cursos de especialização, mestrado e doutorado. Isto evidencia a importância de atualização constante.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Engenharia de Minas e Energia?

As principais características do profissional de Engenharia de Minas e Energia, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

Contornar situações adversas;
Trabalhar em equipe;
Capacidade de resolução de problemas;
Adaptabilidade;
Raciocínio matemático;
Raciocínio dedutivo;
Capacidade de negociação;
Capacidade de liderança;
Trabalhar com segurança;
Trabalhar sob pressão;
Raciocínio analítico;
Assumir riscos;
Capacidade de síntese.

Nota de corte para Engenharia de Minas e Energia

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Engenharia de Minas e Energia foram:

Programa
Menor nota de corte
Maior nota de corte

Menor nota de corte

516

Fip-Moc

Maior nota de corte

571

Fpas

Menor nota de corte

613

Ceulp

Maior nota de corte

632

Fkbh

Menor nota de corte

627

Ufmt

Maior nota de corte

769

Usp

Está com dúvidas sobre Engenharia de Minas e Energia?

Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Acessar Perguntas e Respostas