Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Tireóide

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 10/10/2018

Introdução

A tireoide é uma glândula do sistema endócrino. É uma das maiores glândulas endócrinas do organismo humano e pesa entre 15 e 30 gramas. Tem formato parecido com o de uma borboleta e está localizada na região do pescoço em frente à traqueia. Tem como função produzir os hormônios calcitonina, hormônio T3  e hormônio T4 que são hormônios fundamentais para o funcionamento de todo o organismo.

Função

A tireoide tem como função produzir, armazenar e liberar hormônios circulação sanguínea.
 Os principais hormônios produzidos pela tireoide são os triiodotironina (T3) e tiroxina (T4) e a calcitonina. Esses hormônios controlam o metabolismo e   equilíbrio entre todos os sistemas do corpo (homeostase).

  • Calcitonina: contribui para a regulação dos níveis de cálcio no sangue, apresentando efeito contrário ao do paratormônio, ou seja, promovendo a transferência de cálcio do sangue para os ossos.
  • Tiroxina ou tetraiodotironina (T4): O T4 é formado por 4 átomos de iodo e é fundamental na regulação do metabolismo. Ele é produzido em quantidades muito maiores do que o T3  e seu período de ação também é maior.
  • Tri-iodotironina (T3): O hormônio T3 é formado por três átomos de iodo e também é fundamental na regulação do metabolismo. É cerca de quatro vezes mais ativo que o T4 porém seu período de ação é mais curto.

Funcionamento

Para que a tireóide seja capaz de realizar a síntese de hormônios, três elementos precisam estar presentes: iodo, tireoglobulina e a tireoperoxidase. O iodo pode ser adquirido pela alimentação, já a tiroglobulina e a tireoperoxidase são enzimas produzidas pela tireoide. Uma vez que esses três elementos estão presentes, se inicia o processo de síntese e liberação de hormônios que ocorrem em quatro etapas:

  • Captação do iodo: A etapa da captação do iodo é a etapa em que a tireoide recolhe o iodo do organismo.
  • Conversão do iodeto em iodo orgânico: Após a captação, ocorre a conversão dos iodetos em iodo orgânico.
  • Acoplamento: ocorre o acoplamento de monoiodotirosina (MIT) e diiodotirosina (DIT) para originar o T3. E acoplamento de duas moléculas de DIT para formar T4, graças à ação da tireoperoxidase.
  • Secreção dos hormônios da tireoide: Nessa etapa os hormônios produzidos na tireoide são liberados no sangue. Quem regula essa liberação é o hormônio TSH produzido pela hipófise.

Anatomia

A tireoide é formada por dois lobos laterais unidos por uma região estreita. Um tecido conjuntivo denso liga o revestimento da tireoide a cartilagem cricóide e aos anéis da traqueia. É revestida por uma camada de tecido conjuntivo de onde saem septos que passam pela região interna da tireoide e a dividem em diversos lóbulos. Nesses lóbulos existem dezenas de vesículas esféricas chamadas de folículos, neles são fabricados os hormônios e entre os folículos existem células C, isoladas ou agrupadas.
 

  • Folículos: Os folículos da tireóide são uma camada de células foliculares que envolvem um lúmen central. Os folículos aumentam nos momentos de estimulação da glândula. Dentro de cada folículo existe uma substância viscosa chamada colóide.
  • Células Parafoliculares (Células C): As células C são células que secretam a calcitonina quando percebem a elevação da quantidade de cálcio no organismo. A calcitonina estimula a captação de cálcio pelas células e estimula a deposição de cálcio nos ossos.

Falhas no funcionamento

Falhas no funcionamento da tireoide podem acarretar danos à saúde do indivíduo já que suas funções metabólicas estarão alteradas:

  • Hipertireoidismo: O hipertireoidismo se caracteriza pelo excesso de funcionamento da tireoide e consequente excesso de produção de T3 e T4. O excesso desses hormônios eleva o metabolismo e pode causar taquicardia, aumento da pressão arterial, emagrecimento repentino assim como aumento do volume da tireóide, conhecido como bócio, e aumento do volume ocular.

Hipotiroidismo: O hipotiroidismo se caracteriza pela redução do funcionamento da tireoide e consequente redução na produção de T3 e T4. A ausência desses hormônios acarreta a diminuição da atividade metabólica e tem como sintomas a pele seca, repentino aumento de peso, depressão e surgimento de edemas resultantes da má circulação de sangue.


Exercícios

Exercício 1
(UFC)

Um amigo meu ficou sabendo que estava com câncer na tireoide e teria que se submeter a uma cirurgia para a retirada desse órgão. Ele foi informado de que, como conseqüência da cirurgia, teria que tomar medicamentos, pois a ausência dessa glândula:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...