Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Vitaminas

William Mira
Publicado por William Mira
Última atualização: 18/9/2018

Introdução

As vitaminas são compostos orgânicos não sintetizados pelo organismo e que são essenciais para o funcionamento adequado das reações metabólicas de um indivíduo. A quantidade de vitaminas presentes no organismo não é suficiente para garantir seu bom funcionamento, de modo que a ingestão de vitaminas através da alimentação é fundamental suprir as necessidades vitamínicas de um organismo.

Características

O termo vitamina é utilizado para designar todo composto orgânico necessário em pequenas quantidades para promover o bom funcionamento do organismo. Não incluem nutrientes essenciais como sais minerais que são constituintes inorgânicos ou aminoácidos essenciais que estão necessários em grandes quantidades.

Os compostos orgânicos considerados vitaminas apresentam grandes diferenças estruturais, de forma que costumam ser classificados quanto a atividade biológica que apresentam e não quanto a sua estrutura química.

Dessa forma, todas as vitaminas possuem, em sua estrutura, componentes chamados vitâmeros que está relacionado a atividade biológica associada a uma vitamina que pode ser semelhante a outra vitamina, mesmo que ambas as vitaminas não apresentam nenhuma estrutura química similar.

Ainda sim, as vitaminas são agrupadas em dois grandes grupos que leva em consideração a sua solubilidade. As vitaminas podem, então, serem classificadas em:

  • Hidrossolúveis: Vitaminas que são solúveis em água, como as vitaminas do complexo B e a vitamina C. Essas vitaminas, justamente por sua solubilidade em água são rapidamente utilizadas e excretadas pelo corpo, não ficando armazenadas por muito tempo e precisando de uma ingestão diária desses compostos.
  • Lipossolúveis: Vitaminas solúveis em óleos, lipídios e gorduras. São as vitaminas A, D, E e K. Essas vitaminas são facilmente armazenadas no organismo, não precisando de um consumo diário.

Funções

Cada tipo de vitamina desempenha um papel fisiológico específico, mas geralmente as vitaminas estão relacionadas a duas funções:

  • Regulatória: Atuando como Coenzimas, moléculas orgânicas que atuam ativando enzimas para desempenhar as inúmeras reações metabólicas enzimáticas que ocorrem no interior celular;
  • Estrutural: Compondo a estrutura de moléculas orgânicas ou servindo como precursora de outras moléculas como é o caso da vitamina B que é utilizada na formação de inúmeros cofatores ou a vitamina D que atua na formação de hormônios esteroidais.

Doenças relacionadas

As vitaminas, embora sejam necessárias em pequenas doses no organismo, estão relacionadas a inúmeros processos metabólicos e seu consumo em excesso ou a carência de vitaminas podem gerar desregulações metabólicas que podem desencadear doenças.

Hipovitaminoses

A hipovitaminose é gerada quando a quantidade de vitaminas ingeridas está abaixo da quantidade ideal. Geralmente esse tipo de deficiência está relacionada a alimentação inadequada ou incompleta.

As vitaminas hidrossolúveis, por serem rapidamente utilizadas e excretadas pelo organismo, e também por não ficarem muito tempo armazenadas dentro do indivíduo, são as que estão geralmente relacionadas a quadros de hipovitaminoses.

Atualmente as hipovitaminoses podem ser classificadas de acordo com o motivo da carência vitamínica em:

  • Hipovitaminose primária: Decorrente de uma dieta desequilibrada onde alimentos contendo a vitamina carente são pouco ingeridos.
  • Hipovitaminose secundária: Decorrente da não absorção da vitamina pelo organismo, geralmente devido a outros problemas de saúde.

O termo avitaminose é empregado para caracterizar quadros de ausência total de alguma vitamina específica.

Cada tipo de vitamina em falta está relacionado com alguma patologia específica. Entre elas, as principais são:

  • Carência de Vitamina A:Xeroftalmia, Nictalopia e Queratomalácia, todas relacionadas a córnea e a visão;
  • Carência de Vitamina B1:Beribéri, ocasionando cansaços e insuficiência cardíaca e respiratória;
  • Carência de Vitamina B2:Arriboflavinose, com lesões e inflamações das mucosas da boca, dores de garganta e cansaço como sintomas mais recorrentes;
  • Carência de Vitamina B3:Pelagra. Patologia comum em países subdesenvolvidos ou em pessoas com quadros de AIDS. Os sintomas envolvem distúrbios motores e neurológicos, além de dores e feridas corporais;
  • Carência de Vitamina B5: Parestesia, com o paciente sentindo sensações cutâneas mesmo sem estimulação, por possíveis rompimentos das terminações nervosas;
  • Carência de Vitamina B6: Anemia (falta de glóbulos vermelhos ou hemácias ativas no organismo);
  • Carência de vitamina B7: Dermatite (inflamação da pele);
  • Carência de Vitamina B9: Anemia Megaloblástica e doenças neurológicas;
  • Carência de Vitamina B12: Anemia Megaloblástica. Doença caracterizada pela produção de grandes glóbulos vermelhos disfuncionais.
  • Carência de Vitamina C: Escorbuto, onde os sintomas podem ir desde a dificuldade de cicatrização, até quadros de hemorragias e inflamações;
  • Carência de Vitamina D: Raquitismo (mineração inadequada dos ossos em crescimento);
  • Carência de Vitamina E: Infertilidade em homens e aborto espontâneo em mulheres;
  • Carência de Vitamina K: Diátese hemorrágica, com tendência a sangramentos e hemorragias após um traumatismo.

O tratamento de hipovitaminoses envolve a ingestão de complementos vitamínicos para suprir a necessidade da vitamina carente ou ausente no organismo.

Hipervitaminoses

Ocorre quando a concentração de alguma vitamina está acima da quantidade ideal, geralmente estando relacionada ao consumo indevido de suplementos alimentares e vitamínicos.

Como estão relacionadas com o armazenamento em excesso de vitaminas no organismo, as vitaminas lipossolúveis são as mais comuns de estarem relacionadas com as hipervitaminoses.

Cada tipo de vitamina em excesso está relacionado com alguma patologia específica. Entre elas, as principais são:

  • Excesso de Vitamina A:Hipervitaminose A, com problemas de visão, fraquezas físicas e mentais como principais sintomas;
  • Excesso de Vitamina B1: Sonolência e moleza muscular;
  • Excesso de Vitamina B3: Lesões hepáticas (no fígado);
  • Excesso de Vitamina B5: Diarreia e náuseas;
  • Excesso de Vitamina B6: Confusão mental (geralmente espacial, chamada de propriocepção) e lesões neuronais;
  • Excesso de Vitamina B9: Pode esconder os efeitos da carência de vitamina B12;
  • Excesso de Vitamina B12: Acnes e erupções cutâneas;
  • Excesso de Vitamina C: Cálculos renais;
  • Excesso de Vitamina D: Hipervitaminose D, com prisão de ventre, desidratação, vômitos e calcificação dos ossos como sintomas recorrentes;
  • Excesso de Vitamina E: Doenças cardiovasculares;
  • Excesso de Vitamina K: Aumento da coagulação sanguínea.

A principal forma de evitar as hipervitaminoses é a alimentação adequada e a utilização de suplementos alimentares e vitamínicos apenas sob supervisão médica.

Vitaminas Lipossolúveis

Nome genéricoVitâmeroFunçãoAlimentos
Vitamina ARetinol e carotenóidesAntioxidante; Desenvolvimento de Tecidos; Importante para a visão;Fígado, frutas cítricas, cenoura, abóbora e hortaliças.
Vitamina DColecalciferol (D3) e Ergocalciferol (D2)Absorção de Cálcio e FósforoPeixes, Ovos e Cogumelos.
Vitamina ETocoferois e TocotrienoisAntioxidante e prevenção de doenças cardiovasculares;Frutas, vegetais e sementes.
Vitamina KFiloquilinaSíntese de fatores de coagulação sanguínea;Espinafre e Gema do ovo.

Tabela contendo as vitaminas lipossolúveis, suas principais funções e o alimento em que são encontradas.

Vitaminas Hidrossolúveis

Nome genéricoVitâmeroFunçãoAlimentos
Vitamina B1TiaminaMetabolismo energético.Carnes, vegetais, batata e ovos.
Vitamina B2RiboflavinaMetabolismo energético e restauração de tecidos.Laticínios e Banana.
Vitamina B3NiacinaMetabolismo energético e eliminação de toxinas.Carnes, ovos, cogumelos e vegetais.
Vitamina B5Ácido PantotênicoSíntese de hormônios e ácidos graxos a partir do metabolismo de gorduras.Carnes, brócolis e abacate.
Vitamina B6PiridoxinaAtua no sistema nervoso central e no transporte de aminoácidos.Carnes, hortaliças e frutas.
Vitamina B7BiotinaMetabolismo Energético.Gema de Ovo e amendoins.
Vitamina B9Ácido FólicoSíntese de DNA e RNA; atua no sistema imunológico.Hortaliças, pães e cereais.
Vitamina B12CobalaminaMetabolismo de Aminoácidos; síntese de DNA e RNA e formação de hemácias.Produtos de origem animal.
Vitamina CÁcido AscórbicoAntioxidante; cicatrizante e atua na manutenção de tecidos.Frutas cítricas e vegetais.

Tabela contendo as vitaminas Hidrossolúveis, suas principais funções e o alimento em que são encontradas.


Exercícios

Exercício 1
(UDESC SC/2016)

As vitaminas, embora não sejam produzidas pelo organismo, não são uma classe particular de substâncias, e sim uma designação geral para qualquer substância orgânica necessária ao nosso organismo, mesmo em quantidades reduzidas. Sabemos que a vitamina B5 (Ácido pantotênico) é um componente da coenzima A; a vitamina B9 (Biotina) atua na síntese das bases nitrogenadas; a vitamina B12 (Cianocobolamina) atua na maturação das hemácias; vitamina C (Ácido ascórbico) atua na manutenção da integridade dos vasos sanguíneos e a vitamina K (Filoquinona) atua na coagulação do sangue.

Assinale a alternativa correta.

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...

Veja também

BIOLOGIA
Carboidratos
Carboidratos
BIOLOGIA
Enzimas
Enzimas
BIOLOGIA
Gorduras
Gorduras
BIOLOGIA
Lipídios
Lipídios
BIOLOGIA
Nutrição
Nutrição
BIOLOGIA
Proteínas
Proteínas