Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Vestibular e Enem

Atualidades Enem: Desenvolvimento sustentável

por Giovana Murça em 28/05/21

Já ouviu aquela conhecida expressão: “Quando eu cheguei aqui era tudo mato”? Essa frase simboliza bem a intervenção do homem na natureza. Na sua cidade, é provável que você lembre de uma paisagem natural e repleta de árvores que deu lugar a um amontoado de prédios.

Como esse, existem vários outros exemplos do impacto do homem no meio ambiente. São ações que vão de um simples lixo jogado na rua a tragédias ambientais irreversíveis, como as queimadas na Amazônia e no Pantanal e o rompimento das barragens de Mariana e Brumadinho.

Arnau Aregio/Wikimedia Commons
desenvolvimento sustentável enem
Lama e rejeitos de minério de ferro do Rio Doce chegando ao oceano após rompimento da barragem de Mariana

Mas, o planeta Terra não tem recursos infinitos e, uma hora, a conta chega. Toda essa exploração massiva dos recursos naturais já traz consequências que comprometem a sobrevivência das gerações futuras.

Preocupados com os impactos negativos da intervenção humana no planeta, líderes de várias nações começaram a organizar as chamadas conferências ambientais para discutir e criar projetos para o desenvolvimento sustentável dos países.

Veja: Atualidades Enem: Queimadas no Brasil
+ 12 tragédias que podem cair no Enem e outros vestibulares
+ Conheça as principais conferências ambientais do mundo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O que é desenvolvimento sustentável?

Afinal, você sabe o que é desenvolvimento sustentável? O termo já é conhecido, mas seu significado nem tanto. Essas palavras foram usadas pela primeira vez em 1987, na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, que tinha como objetivo discutir e propor formas de unir o desenvolvimento econômico à conservação ambiental.

O relatório “Our Commom Future” (em português, “Nosso Futuro Comum”), escrito pela então presidente da comissão, a ex-primeira-ministra da Noruega Gro Harlem Brundtland, define:

“O desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento que encontra as necessidades atuais sem comprometer a habilidade das futuras gerações de atender suas próprias necessidades”.

Reprodução/ONU
desenvolvimento sustentável enem
Gro Brundtland na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, em 1987

Entretanto, para além da preservação ambiental, o desenvolvimento sustentável também engloba a preocupação com a pobreza e a fome, que afetam diretamente a qualidade de vida da população.

No relatório, Brundtland aponta que a pobreza é a principal causa e efeito dos problemas ambientais globais e que, portanto, seria superficial tentar lidar com os problemas ambientais sem considerar os fatores relacionados à pobreza mundial e à desigualdade internacional.

“O desenvolvimento sustentável requer atender às necessidades básicas de todos e estender a todos a oportunidade de realizar suas aspirações por uma vida melhor. Um mundo onde a pobreza é endêmica sempre estará sujeito a catástrofes ecológicas e outras”, alerta o relatório.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Quais são os pilares do desenvolvimento sustentável?

O desenvolvimento sustentável se apoia em três pilares ou dimensões: o desenvolvimento econômico, o desenvolvimento ambiental e o desenvolvimento social. Entenda melhor cada um deles:

Reprodução/Internet
desenvolvimento sustentável enem
Os três pilares do desenvolvimento sustentável

Desenvolvimento econômico sustentável: deve considerar as questões ambientais e sociais na produção, distribuição e consumo de bens e serviços, garantindo uma gestão eficiente de recursos naturais e uma competitividade justa com o mercado, sem lucrar às custas de exploração ambiental e de trabalho.

Desenvolvimento ambiental sustentável: se refere ao equilíbrio, manutenção e conservação dos ecossistemas por meio da diminuição da exploração, uso de fontes de energias renováveis, melhorias no saneamento básico, entre outros.

Desenvolvimento social sustentável: objetiva o desenvolvimento humano e a equidade social por meio de ações que garantam melhoria da qualidade de vida, satisfação das necessidades humanas e igualdade de acesso a bens e serviços básicos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Qual a diferença entre desenvolvimento sustentável e sustentabilidade?

Outro termo bem conhecido é o de sustentabilidade, apresentado pela primeira vez em 1972, durante a primeira conferência ambiental da Organização das Nações Unidas (ONU), a Conferência de Estocolmo.

Apesar de estarem relacionados, desenvolvimento sustentável não é sinônimo de sustentabilidade. “O desenvolvimento sustentável é o caminho que leva à sustentabilidade”, explica André Bourg - mais conhecido como Tiê -, professor de biologia do Curso Oficina do Estudante.

Desenvolvimento sustentável enem

Enquanto o desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento econômico aliado à preservação ambiental e à erradicação da pobreza, a sustentabilidade se trata das ideias, ações e estratégicas ecologicamente corretas, que garantam a preservação do meio ambiente para as gerações futuras.

Para que sejam, de fato, sustentáveis, essas ideias e ações não podem ser apenas na área ambiental, elas também precisam considerar as dimensões econômica e social. “A sustentabilidade tem que ser culturalmente diversa, ou seja, é necessário considerar a cultura das pessoas envolvidas, dos lugares; ser economicamente viável; ser socialmente justa; e, ainda requer a participação de outros agentes, como educação”, detalha André.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

17 objetivos para o desenvolvimento sustentável

Desde a primeira conferência mundial sobre meio ambiente, os países membros da ONU se comprometeram a seguir medidas visando a preservação da natureza e a solução de inúmeros problemas ambientais.

Um dos compromissos mais recentes é a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, criada em 2015 durante a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Nesse encontro, os países da ONU - incluindo o Brasil - assumiram 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

  1. Erradicação da pobreza;

  2. Fome zero e agricultura sustentável;

  3. Saúde e Bem-Estar;

  4. Educação de qualidade;

  5. Igualdade de gênero;

  6. Água potável e saneamento;

  7. Energia limpa e acessível;

  8. Trabalho decente e crescimento econômico;

  9. Indústria, inovação e infraestrutura;

  10. Redução das desigualdades;

  11. Cidades e comunidades sustentáveis;

  12. Consumo e produção responsáveis;

  13. Ação contra a mudança global do clima;

  14. Vida na água;

  15. Vida terrestre;

  16. Paz, justiça e instituições eficazes;

  17. Parcerias e meios de implementação.

Reprodução/ONU
Desenvolvimento Sustentável enem
17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Ações sustentáveis

Na prática, para se alcançar a tão sonhada sustentabilidade, o compromisso não pode ser somente dos governos. É preciso que todos os setores da sociedade também se conscientizem, se mobilizem e cobrem ações mais sustentáveis por parte do setor público e privado.

Veja alguns exemplos de ações sustentáveis:

  • Diminuição do desmatamento;

  • Reflorestamento de áreas desmatadas;

  • Preservação das áreas de proteção ambiental;

  • Diminuição da emissão de poluentes no ar;

  • Diminuição da incidências de queimadas;

  • Uso de fontes de energia renováveis;

  • Adoção de políticas de reciclagem e reaproveitamento do lixo;

  • Fiscalização de atos de degradação ao meio ambiente;

  • Campanhas de conscientização;

  • Consumo consciente.

Fontes de energias renováveis e não renováveis

Um dos desafios do desenvolvimento sustentável é a mudança da base energética do mundo. Atualmente, a maior parte das fontes de energia são não renováveis. O objetivo é explorar cada vez mais as fontes renováveis.

Desenvolvimento sustentável enem

As fontes de energia não renováveis são aquelas encontradas em quantidades limitadas na natureza e cuja exploração pode levar ao esgotamento, pois demoram milhares de anos para se formar. Algumas das fontes não renováveis mais utilizadas são os combustíveis de origem fóssil, como carvão, petróleo e gás natural - que também poluem o meio ambiente.

Já as fontes de energia renováveis são aquelas consideradas inesgotáveis, pois utilizam a força da natureza. Além de serem limpas, isto é, não poluentes. É o caso das energias hídrica, eólica, solar, geotérmica, oceânica e biomassa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Desenvolvimento sustentável no Brasil

O Brasil participa das discussões mundiais sobre meio ambiente desde a primeira conferência internacional sobre o tema, em 1972. Inclusive, o país sediou já sediou dois desses encontros: a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (Rio-92), em 1992, e a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em 2012.

Reprodução/Roberto Stuckert Filho/PR
desenvolvimento sustentavel enem
Ex-presidente Dilma Roussef na Conferência Rio+20

No Brasil, a Constituição de 1988 foi a primeira a estabelecer direitos e deveres relacionados ao meio ambiente, num capítulo dedicado exclusivamente ao tema. No ano seguinte, foi criado o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

Em 1992, durante a conferência Rio-92, o Brasil assinou a Agenda 21, uma série de metas e programas voltados para o desenvolvimento sustentável que incluem diversas áreas, como proteção da atmosfera, prevenção da poluição da água e do ar, combate ao desmatamento, diminuição da pobreza, mudança no padrão de consumo, entre outras.

Apesar do comprometimento com os acordos internacionais, o Brasil alcançou poucos objetivos da Agenda 21 e ainda nenhum da Agenda 2030. “As mais comuns que foram cumpridas, referem-se ao aumento da distribuição de água tratada e à melhora do esgoto. Mesmo assim, está bem aquém do ideal. As ligadas diretamente a ambientes naturais, como liberação de gases do efeito estufa ou redução do desmatamento não foram atingidas”, pontua André.

Marcello Casal Jr./Agência Brasil
desenvolvimento sustentavel enem
Lixão a céu aberto em Minas Gerais

Como pode cair o Enem?

De acordo com o professor André, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cobra vários temas relacionados ao desenvolvimento sustentável. Os temas mais comuns nos últimos anos foram esgoto, com questões sobre seu tratamento, descarte irregular e poluição das águas, e lixo, abordado sobre seu destino, reciclagem e diminuição de produção.

O professor também destaca outros assuntos atuais que podem ser cobrados: a redução do plástico, o crescimento das fontes de energia renováveis, o problema do petróleo, o desmatamento e as queimadas.

Reprodução/Greenpeace
desenvolvimento sustentável enem
Mergulhador faz protesto sobre poluição dos oceanos com plástico: "Coca-Cola, isso é seu?"

Para ir bem na prova, André recomenda estar por dentro dos acontecimentos relacionados ao meio ambiente dos últimos dois anos. “Por exemplo, o que melhorou ou piorou com o fechamento das cidades [na pandemia]. Vimos que a emissão de gases de aquecimento global tiveram grande redução com a população passando mais tempo em casa. Mas, ao mesmo tempo, houve aumento na produção de lixo”, exemplifica.

Leia também: Saneamento Básico: pode cair na Redação do Enem?
+ Atualidades Enem: Petróleo

Desenvolvimento sustentável na redação

Para a professora Fabiana Gomes de Camargo, coordenadora da área de linguagens e professora de redação do Colégio Oficina do Estudante, é pouco provável que o tema desenvolvimento sustentável caia na redação do Enem deste ano, por conta das polêmicas do atual governo envolvendo a questão ambiental. “Dificilmente o Governo Federal jogaria esse tema na roda de discussão dos jovens”, enfatiza.

Mas, caso seja abordado, a professora acredita que o recorte temático possa ser na maximização dos lucros às custas da destruição do meio ambiente ou o desenvolvimento sustentável e inteligente como forma de assegurar o crescimento econômico. Nesse caso, a dica da professora Fabiana é abordar o tripé da sustentabilidade ou a exploração desordenada de recursos. 

Ainda não sabe escrever uma redação para o Enem? Baixe gratuitamente o Guia sobre a Redação do Enem

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Plano de estudos Enem De Boa 2021

Ainda não começou a estudar para o Enem 2021? Para te dar uma força, o Quero Bolsa criou o Plano de Estudo Enem De Boa 2021, em parceria com o cursinho Se Liga! O Enem De Boa é um cronograma de estudos de maio até a data do Enem. E o melhor: totalmente gratuito. 

Baixar plano Enem De Boa

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54