Envie mensagem ou ligue
Informações

Chefe de cozinha

Quem quer ser chefe de cozinha precisa ter liderança e conhecimentos aprofundados em culinária

O que faz um chefe de cozinha

O chefe de cozinha é o profissional responsável por planejar e administrar o funcionamento de uma cozinha, com a elaboração dos cardápios e supervisão dos trabalhos de cozinheiros e ajudantes.

Ele tem a função de comando, organizando as ordens de preparo de pedido, as tarefas dos funcionários, a disponibilidade de alimentos para as receitas, a limpeza do ambiente, o sabor e a estética dos pratos preparados no restaurante.

Também cria receitas, dá seu toque pessoal a receitas já existentes, conhece a sazonalidade de alimentos e tem o domínio do cardápio oferecido aos clientes. Além disso, o chefe tem como responsabilidade escolher as melhores hortaliças, carnes e grãos nas feiras e mercados.

Alguns chefes de cozinha também são os donos do próprio negócio, o que envolve a necessidade de ações como o controle administrativo e financeiro do local e a análise de estratégias para atrair e manter clientes.

Sobre o mercado de trabalho

R$ 3878,64
estado com maior salário - Rio de Janeiro
966
contratações no último ano (2018)
904
demissões no último ano
62
saldo de vagas criadas

Como se tornar um chefe de cozinha

O cargo de chefe de cozinha pressupõe experiência e conhecimentos profundos na área. Como esse é um cargo de comando sob outros profissionais cozinheiros, o chefe precisa entender as habilidades que serão exigidas de seus comandados e o que ele mesmo poderá ter que executar.

Cursos de Gastronomia ajudam o profissional da cozinha a ampliar seu repertório de receitas e a conhecer os mais diferentes utensílios que podem ser utilizados em seu trabalho para o preparo de alimentos.

O curso superior na área de Gastronomia concede o título de gastrólogo. Por ser uma graduação tecnológica, pode ter, em média, dois anos. É realizada na modalidade EaD (educação a distância) e presencial.

Áreas de atuação

O chefe de cozinha tem um mercado amplo para atuação. O comércio gastronômico recebe esse profissional em restaurantes de várias especialidades, bares, marmitarias, lanchonetes, pizzarias, hamburguerias, redes de fast food, churrascarias, entre outros.

Sua presença também é requisitada em empresas e instituições que produzem refeições em grande escala, como indústrias, empresas, universidades, presídios, escolas, hotéis, pousadas, cruzeiros marítimos e companhias aéreas. 

Um chefe de cozinha também é constantemente requisitado para consultoria em livros, programas de televisão e rádio, vídeos para internet, revistas, reportagens e outras produções, nas quais ele mesmo pode ser autor.