Envie mensagem ou ligue
Informações

Pediatra

Pediatra é o médico especializado na saúde de crianças e adolescentes

O que faz um pediatra

O médico que cuida de crianças e adolescentes é chamado de pediatra. Ou seja, pediatra é o profissional de Medicina, especializado na saúde de crianças e que presta assistência a esse público específico em seus mais diversos aspectos, tanto de modo preventivo quanto curativo.

Crianças e adolescentes que apresentarem sintomas de doenças devem se dirigir ao pediatra, uma vez que esse profissional tem a capacidade de compreender as características da infância e adolescência, bem como o seu desenvolvimento e as consequências de doenças nesse público. No aspecto preventivo, o pediatra desenvolve ações como orientação aos pais para garantir um crescimento e desenvolvimento saudáveis aos filhos, como o aleitamento materno e a prevenção de acidentes, além de realizar imunizações e vacinas.

Sobre o mercado de trabalho

R$ 10400,00
estado com maior salário - Alagoas
1321
contratações no último ano (2018)
1412
demissões no último ano
-91
saldo de vagas criadas

Como se tornar um pediatra

Como toda especialização médica, para se tornar um pediatra, é necessário diploma em curso superior de Medicina aprovado pelo MEC, além de residência médica de, no mínimo, dois anos na área ou curso de especialização equivalente a uma pós-graduação em Pediatria. O pediatra também precisa obter o registro de especialista no Conselho Regional de Medicina (CRM) do estado onde atua. Na especialização, além das disciplinas de saúde específicas ao público formado por crianças e adolescentes, ele também verá conteúdos da área de Pedagogia e Psicologia Infantil.

Áreas de atuação

Além da especialização médica em Pediatria, o pediatra pode se especializar e atuar em segmentos específicos da Pediatria, como Cardiologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, Imunologia, Infectologia, Neurologia, Nutrologia, Medicina do Adolescente, entre outros. O pediatra também pode lecionar ou trabalhar com pesquisas em universidades e institutos.

Ele também pode abrir seu próprio consultório médico ou atuar em hospitais públicos ou privados, clínicas, postos de saúde, maternidades, ONGs, orfanatos, creches, laboratórios, institutos, unidades de saúde e órgãos de fiscalização.